Suzuki DL 650

Suzuki DL 650
Recomendação:
Satisfação Geral:
Dirigibilidade:
Visual:
Consumo:
Conforto:
Custo X Benefício:
Performance:
Leia as Avaliações Deixe sua Avaliações
Sobre a Suzuki DL 650
Esta moto é uma excelente opção de lazer para os pilotos e garupas. Seja na cidade ou na estrada, você irá se beneficiar do seu motor projetado para proporcionar uma resposta sensível à operação do punho do acelerador e abundante torque em uma larga escala de rotações do motor. O cilindro de seu potente motor possui tratamento superficial interno Deposição Eletroquímica de Material Suzuki – Cromo Duro (SCEM), que garante uma maior durabilidade, melhor vedação e melhor transferência de calor. A V-Strom 650 acrescenta emoção a cada passeio, oferecendo potência e aceleração sem perder no quesito conforto. O amortecedor traseiro possui um ajuste "fácil-de-operar" para regular a pré-carga da mola e a força de retorno do amortecimento.

Ficha Técnica

Cilindrada: 645
Tipo de Motor: 4 tempos
Arrefecimento: Líquido
Combustível: Gasolina
Potência Máxima: 67 cv a 8800 rpm
Torque Máximo: 6.12 kgf.m a 6400 rpm
Transmissão: 6 marchas
Injeção: Eletrônica
Suspensão dianteira: Garfo telescópico
Partida: Elétrica
Ajuste da suspensão dianteira: Ajuste de pré-carga da mola
Chassi: Tubular de berço semiduplo de alumínio
Suspensão traseira: Mono-shock com link
Peso (seco): 194
Peso em movimento: 216 (MVOM)
Comprimento: 2290
Largura: 840
Altura: 1390
Altura do Banco: 820
Distância entre Eixos: 1555
Pneu Dianteiro: 110/80 R19 M/C (59H), sem câmara
Pneu Traseiro: 150/70 R17 M/C (69H), sem câmara
Capacidade do tanque: 22
Ajuste da suspensão traseira: Ajuste de pré-carga da mola
Balança: Convencional

Outras Versões

DL 650 V-Strom:   2017 / 2016 / 2015 / 2014 / 2013 / 2012 / 2011 / 2010 / 2009 / 2008
mais opções

Todas as Avaliações da Suzuki DL 650

Recomendo
Classificação
Comentários:
Tenho vários amigos com este mesmo tipo de motocicleta, todos gostam muito.
Eu só posso falar muito bem dela.
Já me levou para a Serra do Rio do Rastro SC, Angra, Paraty, Morro de São Paulo na Bahia, Ubatuba, Ilha Bella e muitos outros passeios menores.
Eu realmente recomendo.
Prós:
Muito confortável! Viajo muitas horas sem me cansar.
Pode ser considerada econômica até, se conseguir andar a 120km/h. Já fiz mais de 22 km/l em viagens longas.
Tem um excelente custo/benefíco. Velocidade de cruzeiro entre 140/160 km/h com folga.
Já tive muitas motocicletas, vários estilos e cilindradas, mas esta veio pra ficar.
Contras:
Alguns acham ela meio ultrapassada já, mas eu gosto do visual dela, a minha é preto fosco. É tudo uma questão de gosto.
Ela não tem um final como a DL 1000, ou seja, se vc procura velocidade final acima de 180 km/h, ela não vai servir.
Ela também não vai muito bem na terra. Estrada de terra batida tudo bem, mas areia e terra molhada não é com ela. Não é uma off nem de longe.
No mais, só alegria!
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Urbano, Terra, Estrada, Pista
Quilometragem:
14000
Manutenção:
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 24/12/2021
SIM
Esta análise foi útil para você?
3 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Comentários:
Excelente moto na faixa de cilindrada. Não trocaria por outra da mesma categoria. Acredito ser a melhor opção custo/benefício.
Prós:
Excelente conjunto. Levo em consideração a integração motor/chassi/dirigibilidade. Conforto com excelente desempenho para uma trail. Consumo muito baixo pelo desempenho. Motor fantástico em elasticidade e potência. Freios ABS que garantem segurança. Visual moderno.
Contras:
Conforto aerodinâmico poderia ser um pouco melhor, apesar de ser bom.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Pista
Quilometragem:
7000
Manutenção:
Dentro do esperado
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 24/12/2021
SIM
Esta análise foi útil para você?
2 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Prós:
Conforto piloto e garupa, câmbio, proteção aerodinâmica, maciez e elasticidade motor, preço seguro, emite pouco calor do motor e bom painel.
Contras:
Concessionárias e assistência, pouca altura livre do solo, regulagem da bolha requer ferramenta, não tem cavalete central nem tomada elétrica, ruim para off-road (existem modelos mais indicados).
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Menos de um ano
Tipo de Uso:
Meio de Transporte
Terreno Testado:
Urbano, Estrada
Quilometragem:
7000
Manutenção:
Dentro do esperado
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 29/05/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
25 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Prós:
Motor forte com excelente desempenho.
Contras:
Visualmente pouco agressiva
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Menos de um ano
Tipo de Uso:
Meio de Transporte
Terreno Testado:
Urbano, Terra, Estrada, Pista
Quilometragem:
13500
Manutenção:
Dentro do esperado
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 16/04/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
26 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Prós:
Confortável; confiável (nenhum grande defeito até o momento, apenas realizada a troca do estator em recall e um reparo simples na fiação do farol); discreta para uma moto de seu porte (chama bem menos atenção que uma Versys, Ténéré 660, Tiger, etc.); silenciosa; mecânica simples e robusta; motor com torque sempre disponível; câmbio macio e preciso; ótima para viajar, ergonomia muito boa, pode-se rodar o dia todo sem ficar dolorido; farol duplo ilumina muito bem.
Contras:
Distância do solo poderia ser maior; consumo de combustível aumenta bastante acima de 120 km/h; pesada para pilotos de baixa estatura ou inexperientes; acho a geração anterior (até 2013) mais bonita.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Urbano, Terra, Estrada, Pista
Quilometragem:
115000
Manutenção:
Dentro do esperado
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 13/06/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
30 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Prós:
Robusta, facilmente comparada a uma moto de 1200cc. Excelente resposta em ultrapassagens e em retomadas. Moto mais confortável da categoria.
Contras:
Acho o consumo um pouco alto em comparação as motos da mesma cc. A 140km/h faz 17 km/l e até 120km/h faz 19km/l.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Urbano, Terra, Estrada
Quilometragem:
60000
Manutenção:
Dentro do esperado
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 14/06/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
38 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Prós:
Ótima motoca, vim de uma XT, e sentia falta de conforto em viagens. A trepidação da XT é muito alta. Na vstrom principalmente pensando na garupa vai muito bem na estrada, velocidade de cruzeiro otima e tranquila, a 120km/h a rotação em 6a tá por volta de 5000. O motor é elástico, vai a 9000rpm, ronco legal acima de 5000. Peguei um pouco de terra, mas acho muito pesada e baixa p isso, mas não é o meu uso. Na cidade ela não passa facilmente em corredor, mas é muito fácil de guia-la, impressionante como parece leve. O consumo varia mto de acordo c a tocada, faço médias de 20 a 22 na estrada. O visual dela é mto bonito, principalmente de frente, a rabeta já ta um pouco antiga. Não apresenta defeitos, mto confiável.
Contras:
C a XT eu tava acostumado a voar nas lombadas, qdo eu avistava uma, meu sorriso ia lá no alto junto c a moto. C a Vstrom essa minha diversão não é possível. Em salto ela levanta a rabeira, não é feita p isso. Em cidade cheia de buracos, lombadas, tijolos soltos, nada como uma XT p sobrevoa-los. C a Vstrom, a tocada é mais burocrática na cidade, seu território é mesmo uma longa estrada. Nem considero um contra, mas a característica da moto.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Urbano, Estrada
Quilometragem:
54000
Manutenção:
Dentro do esperado
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 20/05/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
43 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Comentários:
Olá Motociclistas, venho deixar minha impressão sobre essa maravilhosa motocicleta. Eu já deixei uma opinião da minha moto anterior que era uma Yamaha XJ6F, moto muito boa e coisa e tal. Mas essa V-Strom é Show.
Vamos começar pelo

CONFORTO: que ela oferece; o banco é amplo e macio tanto para o garupa e piloto, pois para viajar longas distancias o banco ter que ser muito bom, eu tenho 1,79m 77kg e minha esposa tem 1,65 66kg e sobra espaço no assento, ela tem um bagageiro de alumínio que suporta até 10 kg, a bolha original é muito boa, tem 3 regulagens de altura, de fácil manuseio ou seja pode viajar a 140km/h ou mais sem que o vento te jogue da moto, a posição de pilotagem é ereta e relaxada, com os braços um pouco dobrados e as pernas não muito flexionadas.

SUSPENSÃO: muito boa, firme, a bengala dianteira tem regulagem de pré-carga da mola, coisa que você só encontra em moto bem mais cara e a suspensão traseiro tem 2 tipos de regulagens, são: a pré carga da mola e velocidade do retorno, funcionam muito bem, porem o curso deveria ser maior em ambos os lados, 150 mm de curso é muito pouco, para uma Big Trail, na minha opinião deveria ter pelo menos 200 mm de curso, mas em nem um momento eu senti o final de curso, mesmo carregando garupa e bagagem, ou seja a suspensão é bem firme quando precisa ser e macia quando se faz necessário, posso passar a 40km/h em uma lombada com garupa com muito conforto .

MOTOR: O motor é uma maravilha, minha moto anterior era um XJ6F, com 77cv e 6.1 de torque, porem…para mim ter toda essa força e potência somente em rotações lá em cima, depois dos 8.000 mil rpm. Na V-Strom é diferente, eu já tenho todo o torque já nos 6.000 giros e a potência lá na casa dos 9.000 mil, isso se reflete em um motor muito elástico, o motor corta com 10.000 rpm, quase uma esportiva, empolga muito o piloto inclusivo os mais experientes, então é uma moto com motor perfeito onde você tem torque em médias rotações e potência em alta, veja o caso de uma Transalp ou uma NC, ou XT, onde o pico de potência não passa dos 6mil, 7mil, a potência acaba cedo demais e junto a empolgação. O motor vibra pouco e menos ainda quando ele trabalha de médias para altas rotações e não esquenta, não cozinha as pernas do piloto, isto seria um item de conforto. Já ia me esquecendo, o som do motor ainda não decidi se gosto ou se odeio, funciona assim; em baixa rotação é bonito bem grosso, em média antes dos 5 mil é horrível, muito áspero e a partir dos 6 mil é empolgante e grave, muito bonito, mas como na maioria do tempo só se anda em médias rotações...

CÂMBIO: Muito preciso, duro, as vezes barulhento, tem 6 marchas, a 6 está mais para um Overdrive, a 1ª é muito curta, arranca fácil, fácil em uma subida íngreme carregada.
É o câmbio mais preciso que já usei. Penso em trocar o pinhão, colocar um de 17 ou 16 dentes, pois creio que não irei sentir muita falta de arrancada pelo grande torque em baixa rotação que a mesma tem, com isso a rotação do motor vai cair e assim o consumo também.

DESEMPENHO: Rodando na cidade o peso e o centro de gravidade alto faz que as mudanças de trajetória e manobras aconteça lentamente, o motor não esquenta excessivamente, na hora de estacionar tenha cuidado! peça logo para a garupa descer porque é muito peso nas pernas do piloto.
Na estrada ou rodovia é uma maravilha é onde ela foi desenvolvida para vida toda, muito segura, imponente, os carros saem da frente ao ver os grandes faróis que se aproxima, e falando em faróis eles são excelentes, iluminam que é uma beleza, inclusive tem regulagem do faxo de luz na altura e no comprimento, o motor trabalha silencioso e sem vibração, em 6ª marcha a 5.000 ou 5.500 a moto está a 120, 130 km/h e não passando desse velocidade ela faz inacreditáveis pelo peso e porte 20 km/Litro, com uma autonomia de até 350 km com um tanque que tem capacidade para 22 Litros. Nas curvas ela vai muito bem, para o tamanho e peso graças ao quadro e balança confeccionados em alumínio e suspenções firmes e multi reguláveis, ou seja na hora da curva ou freadas bruscas o chassi não oscila não torce ao ponto de assustar o piloto, mas....quem vem de outra categoria de moto ou de menor cilindrada peço cautela pois não é uma motocicleta para iniciante, ou para quem vem de outra categoria o tempo de transição, adaptação vem de forma natural para mim até um tanto lenta, eu tinha uma XJ6F e antes uma XRE e CB 300, me adaptei rapidamente na XJ, e na V-Strom a história é outra, tem que ter mais maturidade e responsabilidade, como diz uma amigo do moto clube. – “Tem que ser rapariga de estrada”.
Então fica a dica; primeira moto grande - ESQUEÇA

Em estrada de terra, calçamento(paralelepípedo), buracos, valetas, estilo mais Off-Road a moto se comporta de maneira razoável, pela suspenção não ter muito curso e ser um pouco firme o conforto nessas situações não é igual a estar a bordo de uma Ténépé 660z, resumindo a moto é mais ON do que OFF. Tenha cuidado com lombadas clandestinas ou obstáculos da mesma altura, a moto é muito baixa e raspa com facilidade o cano do escapamento e isso limita muito o uso fora de estrada.

PROTEÇÃO. Como eu já disse a moto tem um centro de gravidade muito alto e o peso elevado e para ela tombar é muito mas muito fácil na minha moto tem um protetor de carenagem, slider na balança e protetor de cárter e esse último que ditei é o mais sacrificado pela pouca distância do solo que a moto oferece.

MANUTENÇÃO. A minha está com 40 mil já vi v-strom por ai com 120 mil km rodados e dizem que não quebra! Manutenção periódica somente óleo, filtro FRAM que é bom e barato, pastilha de freio, tração que custa em média 500 reais que dura 30 mil (sendo muito bem lubrificada)....ouse seja, NÃO DA MANUTENÇÃO!
Prós:
Consumo - Recursos das Suspensões - Preço - Conforto piloto e passageiro - Autonomia - Liquidez - Torque - Farol - Espaço - Custo Beneficio
Contras:
Peso - Distancia livre do solo
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Menos de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Urbano, Terra, Estrada
Quilometragem:
40000
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 25/02/2021
SIM
Esta análise foi útil para você?
Recomendo
Classificação
Comentários:
Num contexto geral, é uma excelente motocicleta, digna da Suzuki! Tenho desde 0 km e atualmente está com 59 mil km. Já me acompanhou duas vezes em viagens pela Argentina e Chile. A injeção eletrônica dela não gosta muito do combustível dos hermanos, mas não falhou em nenhum momento. Cuidado em lugares muito frios, torna-se difícil dar a partida quando a temperatura ambiente está abaixo de 0ºC.

Tenho orgulho em dizer que a V-Strom é realmente uma guerreira, a minha NUNCA me deixou na mão, principalmente nos lugares mais remotos da america do sul. Cuidado com o consumo de combustível acima de 3 mil metros de altura, costuma ficar na faixa dos 15km/litro.

Se está moto tivesse uma altura maior em relação ao solo e suspenção com um curso mais longo, não haveria melhor escolha!!!

Quesito confiança mecânica 100% (Não se esqueça da manutenção periódica).
Prós:
- Excelente conforto aerodinâmico;
- Otimo espaço para ferramentas sob o banco;
- Pneus sem câmara, fácil de reparar;
- Banco confortável para piloto e garupa;
- Manutenção simples;
- Execelente conjunto óptico de iluminação.
Contras:
- Deveria vir com ABS (Assim como na versão UK);
- Falta aquecedor de manoplas (Muito útil para quem faz viagens para lugares extremamente frios);
- Protetores de Mão e Cavalete central deveriam vir de série;
- Consumo de combustível elevado (se comparado a F800GS da BMW);
- Dificil acesso para troca do filtro de ar e troca de velas;
- Suspensão com pouco curso para uma Big Trail;
- Muito baixa, chega a raspar o escapamente em terrenos mais acidentados.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Urbano, Terra, Estrada
Quilometragem:
59000
Manutenção:
Dentro do esperado
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 25/02/2021
SIM
Esta análise foi útil para você?
Recomendo
Classificação
Prós:
Moto simplesmente FANTÁSTICA.
Extremamente confortável tanto para o piloto quanto para o garupa;
Excelente dirigibilidade, tanto no trânsito quanto na estrada;
Para tocadas tranquilas, muito econômica. Cheguei a fazer 24km/l;
Contras:
Preço da manutenção básica um pouco alta;
Preço dos acessórios não é muito convidativo, porém não impossível de adquirir;
Poucas concessionárias.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Menos de um ano
Tipo de Uso:
Meio de Transporte
Terreno Testado:
Urbano, Estrada
Quilometragem:
6500
Manutenção:
Dentro do esperado
Custo de Mantenção:
Alto
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 25/02/2021
SIM
Esta análise foi útil para você?
mais opções

Outras motos Suzuki à venda

De R$ 30.000,00 a R$ 30.000,00 entre 4 ofertas
Suzuki DL 650
R$ 30.000,00
Suzuki DL 650
Suzuki DL 650
R$ 33.000,00
Suzuki DL 650
Suzuki DL 650
R$ 28.500,00
Suzuki DL 650
Suzuki DL 650
R$ 34.000,00
Suzuki DL 650

Guias de motos Suzuki

foto moto suzuki/burgman-400 Suzuki Burgman 400
Suzuki Burgman 400
foto moto suzuki/intruder-vs-250 Suzuki Intruder VS 250
Suzuki Intruder VS 250
foto moto suzuki/gs-120 Suzuki GS 120
Suzuki GS 120
foto moto suzuki/bandit-1200 Suzuki Bandit 1200
Suzuki Bandit 1200
foto moto suzuki/dr-z-400 Suzuki DR Z 400
Suzuki DR Z 400

Notícias sobre motos da Suzuki

capa noticia Suzuki DL 650 V-Strom, análise, prós e contras
Suzuki DL 650 V-Strom, análise, prós e contras
Suzuki DL 650 V-Strom, análise, prós e contras
capa noticia 5 Motos Suzuki que gostamos, mas não virão ao Brasil tão cedo
5 Motos Suzuki que gostamos, mas não virão ao Brasil tão cedo
5 Motos Suzuki que gostamos, mas não virão ao Brasil tão cedo
capa noticia Inesperado: Suzuki trabalhando em novo 'triciclo inclinável'
Inesperado: Suzuki trabalhando em novo 'triciclo inclinável'
Inesperado: Suzuki trabalhando em novo 'triciclo inclinável'
capa noticia Enfim, Suzuki lançou aguardada moto esportiva de 800 cc
Enfim, Suzuki lançou aguardada moto esportiva de 800 cc
Enfim, Suzuki lançou aguardada moto esportiva de 800 cc