Notícias e Conteúdo
Segurança

Assalto de moto: como pôr fim ao golpe do falso iFood

27/04/2022 - por

Infelizmente, criminosos a bordo de motocicletas já não são novidade em grandes centros urbanos. No entanto, agora um fato que vem chamando atenção é o crescente número de assaltantes disfarçados como se fossem motoboys de delivery, geralmente do iFood. Frente a isso, fica a pergunta: como pôr fim a esse tipo de assalto de moto?

Assalto de moto com Falso iFood 

Os registros de assaltos de moto por criminosos se passando por entregadores já têm ocorrido há mais de dois anos. Mas, nos últimos meses o número de ocorrências ganhou relevância em noticiários, quando não entre um grupo que conhece uma vítima.

Publicidade

Nessa questão problema, a capital paulista tem sido o foco. A Secretaria da Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) ainda não divulgou dados estatísticos sobre o assunto, mas flagrantes têm sido registrados por câmeras de segurança em casos por todo o Brasil. Em alguns casos, a ocorrência repercute, circulando pelas redes sociais.

Publicidade

O crime acontece por meio de assaltantes vestindo coletes e carregando as mochilas de entregas com o logotipo de plataformas de serviço, em em especial o iFood. Os bandidos costumam agir em dupla e armados, abordando vítimas que estão caminhando na calçada.

No entanto, são alvo também no trânsito outros motoristas, passageiros e mesmo motociclistas. O disfarce de entregador visa dar passe livre para entrar em locais, circular sem ser notado e mesmo fugir, se misturando no meio aos verdadeiros trabalhadores sobre duas rodas nas ruas.

Publicidade

Na correria do dia a dia, assaltantes se escondem na multidão de profissionais sobre duas rodas

Afinal, por que o iFood?

O iFood é o líder entre os aplicativos de delivery. Segundo a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), a empresa domina 90% deste setor. Tamanha popularidade faz com que os entregadores da plataforma passem despercebidos no trânsito.

Os responsáveis pelo app destacam que mantém um time dedicado à investigação e à prevenção de fraudes. Segundo o iFood, eventuais denúncias de atividades ilícitas são encaminhadas para apuração pelas autoridades.

falsos entregadores do ifood fazem assalto de moto

Empresa detém cerca de 90% do setor em que atua no Brasil

Publicidade

A plataforma utiliza tecnologia para confirmar a veracidade de documentos dos seus entregadores cadastrados. Além disso, emprega uma ferramenta de reconhecimento facial para coibir o aluguel e o empréstimo da conta no app. No entanto, nem todos que utilizam a mochila do iFood são de fato entregadores…

Veja também:

Mochila pode ser o problema e a solução

O iFood afirma que não exige dos seus motoboys entregadores o uso de mochila, com o tradicional logotipo da empresa. Os responsáveis ainda citam que existe um mercado paralelo de venda da bag. A compra deste item pode ser feita no iFood Shop, sendo atrelada ao CPF de um entregador cadastrado na plataforma.

bag falsas são usadas em assalto de moto em sp

Mochilas são adquiridas por entregadores no site da iFood Shop – Foto: Roberto Parizotti

Publicidade

No entanto, em uma busca rápida na internet pode-se notar a existência de um mercado de venda fora do site da empresa, destacam os responsáveis do app. Com isso, a mochila não é uma garantia de que o entregador esteja realmente a trabalho da plataforma.

Segundo a Abrasel, apenas a placa da moto não ajuda na identificação, mas um número de registro em tamanho grande na mochila poderia sim. Desta forma, seria possível rastrear quem usa, vendeu, perdeu ou teve roubado esse acessório“, sugere Percival Maricato, diretor institucional.

buscar conteúdo

Encontre anúncios, guias, notícias e conteúdos sobre motos.

É expressamente proibida a reprodução de qualquer matéria sem a prévia autorização do Motonline e dos autores (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98).
Proibida a reprodução parcial ou integral mesmo que citada a fonte. Todos os direitos reservados. As matérias assinadas são de exclusiva responsabilidade de seus autores.
© 1999 a 2015. WEBTRENDS NEGOCIOS DE INTERNET LTDA.