Supermoto_1_23_01

Brasileiro de Supermoto terá duas novas categorias

O Campeonato Brasileiro de Supermoto 2016 terá início nos dias 12 e 13 de março, em Anápolis (GO). A Temporada terá grandes novidades. As principais delas serão as criações de novas categorias. Além das classes já presentes nos anos anteriores (SM1, SM2, SM3, SM3 Pró e SM4), o Campeonato contará com mais duas novas categorias: a SM1 Stock e SM Bikers.

Supermoto_1_23_01

CBM cria novas categorias de Supermoto para atrair atletas de outros esportes a motor em duas rodas – divulgação

A SM1 Stock visa atrair praticantes de outras modalidades off-road e será destinada a motos importadas até 250cc 2t ou até 510cc 4t.  Nessa nova categoria, a motocicleta deve manter peças originais. Só será autorizado trocar o mínimo necessário para andar na categoria, como rodas, freio, escape e embreagem.

“A categoria principal, a SM1 é uma categoria cara, pois para andar na ponta, o piloto precisa de muito investimento na moto. Para baratear o custo, criamos a categoria Sm1 Stock”, explica a diretora de Supermoto da Confederação Brasileira de Motociclismo – CBM, Daniella Velasco.

A outra classe que passará a fazer parte da modalidade, a SM Bikers, é voltada aos pilotos praticantes de Motovelocidade. A diferença é que nesta categoria, os pilotos não enfrentarão o trecho de terra que faz parte do circuito nas demais classes.

“Percebemos que muitos pilotos da motovelocidade têm uma moto de Supermoto pronta, mas somente usam para treinos. Então resolvemos criar a SM Bikers, destinada a estes pilotos. A única diferença das outras categorias é que a Bikers não faz o percurso com a parte de terra. Corre somente no asfalto”, ressalta a diretora.

A direção do Brasileiro de Supermoto está negociando as últimas cotas de patrocínio para a Temporada. Empresas interessadas devem entrar em contato: (13) 9911-50394 / e-mail: supermoto@cbm.esp.br.

Separador_motos



Mário Sérgio Figueredo

Motociclista apaixonado por motos há 42 anos, começou a escrever sobre motos como hobby em um blog para tentar transmitir à nova geração a experiência acumulada durante esses tantos anos. Sua primeira moto foi a primeira fabricada no Brasil, a Yamaha RD 50.