Honda CBR 1000RR Fireblade

CBR 1000RR Fireblade tem edição comemorativa dos 25 anos

A Honda anunciou a chegada da nova e exclusivíssima CBR 1000RR Fireblade, versão comemorativa da sua superesportiva, que completou 25 anos desde o seu lançamento mundial, em 1992. São apenas 25 unidades importadas do Japão que estão disponíveis na rede Honda Dream em duas versões: Fireblade ABS e Fireblade SP (Sport Package), por preços sugeridos de R$69.990,00 e R$79.990,00, respectivamente.honda-cbr-1000-rr-fireblade_5

O projeto da CBR 1000RR Fireblade segue o mesmo conceito desde sempre, que procura construir motocicletas capazes de conciliar potência com maneabilidade em doses exatas. Os fãs das Fireblade defendem um pouco do purismo das motos esportivas mais antigas, que não gostam de abusar da eletrônica para permitir que o talento sobressaia na pilotagem da moto. Mas nessa nova versão que celebra os 25 anos da superbike da Honda, o conceito “Controle Total” se faz presente justamente pela eletrônica.

A Fireblade foi 100% renovada em 2017, ano de seu 25º aniversário, porém manteve intocado seu DNA. A versão mais sofisticada, a SP “Sport Package”, será oferecida em versão comemorativa com placas de numeração (01 a 25) limitadas à apenas 25 exemplares para o mercado brasileiro. A moto da versão SP exalta de maneira clara a tal da filosofia “Controle Total”: a relação peso/potência de 1 kg / 1 cv, ou seja, o motor dispõe de 1 cavalo para empurrar cada kg da moto, o que resulta em um desempenho invejável, sem abusar de qualquer recurso extra para alcançar esta cavalaria.

O peso desta edição comemorativa dos 25 anos reduziu 15 kg em relação à versão ABS e o motor de 4 cilindros ganhou 11 cv, chegando a 192 cv a 13 mil rpm e exatos 998 cm³. Para gerenciar tal cavalaria a Honda afinou a eletrônica da Fireblade à um nível de estado de arte através do RMSS (Riding Mode Selectable System – Sistema Selecionável de Modo de Pilotagem)que permite ao piloto escolher vários modos adequados às condições de uso e suas necessidades específicas.

Através da unidade de medição inercial IMU ocorre a análise em tempo real com leitura em cinco eixos (três de aceleração e dois de velocidade angular), determinando assim a ação do controle de tração HSTC em nove níveis e a exata gestão da derrapagem da roda traseira sob a ação do acelerador eletrônicoA plataforma inercial IMU está integrada ao ABS e limita a elevação da roda traseira em frenagem bem como o levantamento da roda dianteira sob aceleração. Os três modos de gestão eletrônica selecionáveis (Street – estrada, Circuit – pista e Mechanic – mecânico, podem ser ajustados durante a condução através de controles no punho esquerdo e todas as operações podem ser observadas através do painel LCD colorido.

Detalhe da placa comemorativa das 25 unidades para celebrar os 25 anos desde seu lançamento

Detalhe da placa comemorativa das 25 unidades para celebrar os 25 anos desde seu lançamento

CBR 1000RR Fireblade SP: versão fitness

O uso de materiais nobres, como o magnésio, resultou na redução de 2 kg apenas no motor. O escape de titânio 4-2-1 é 2,8 kg mais leve e o tanque de combustível construído no mesmo material perdeu 1,3 kg. Tais componentes, exclusivos da versão SP, resultaram no peso de apenas 195 kg em ordem de marcha, 15 kg a menos se comparada à Fireblade ABS.

Um grande diferencial da versão SP está no sistema de suspensões: trata-se das semiativas Öhlins S-EC, com o garfo NIX30 e amortecedor traseiro TTX36, que atuam integrados ao “electronic pack”. De acordo com a seleção do modo de pilotagem escolhido pelo piloto, o sistema informa ao sistema que controla as suspensões e os diversos parâmetros dinâmicos que definem ajustes de compressão e extensão adequados às condições específicas de uso passam a ser monitorados em tempo real, durante a pilotagem.

Duas versões, mas a mesma exclusividade de uma genuína superbike

Duas versões, mas a mesma exclusividade de uma genuína superbike

Também no sistema de frenagem a Fireblade da versão SP se destaca, com o sistema ABS de última geração associado à cálipers de fixação radial Brembo de quatro pistões em vez dos Tokico da Fireblade ABS. A Fireblade SP ainda conta com exclusivas rodas de alumínio com cinco raios em Y calçadas com pneus de especificação 120/70 R17 na dianteira e 190/50 R17 na traseira.

A nova CBR 1000RR Fireblade está disponível nas duas versões nas cores vermelha (Fireblade ABS) ou nas cores da HRC em vermelho, preto e branco (Fireblade SP).

separador_honda

 



Sidney Levy

Motociclista e jornalista paulistano, une na atividade profissional a paixão pelo mundo das motos e a larga experiência na indústria e na imprensa. Acredita que a moto é a cura para muitos males da sociedade moderna.