Notícias e Conteúdo
Competições

Dakar 2020 terá 7,8 mil km e só um brasileiro nas motos

04/01/2020 - por

A 42ª edição do maior rali do mundo está pronta para iniciar. Neste domingo, 5 de janeiro, ocorre a largada oficial do Dakar 2020, que marcará o início de uma nova história, escrita sobre as areias do Oriente Médio. A primeira realização do evento na Arábia Saudita terá a participação de apenas um brasileiro nas motos, o paranaense Lincoln Berrocal.

O Dakar 2020 irá desafiar o deserto da Arábia Saudita! Nas motos, a KTM (aqui representada pelo atual campeão Toby Price) busca o 19º título consecutivo

O Dakar 2020 irá desafiar o deserto da Arábia Saudita! Nas motos, a KTM (aqui representada pelo atual campeão Toby Price) busca o 19º título consecutivo

Publicidade

Segundo a organização, essa será uma das edições mais desafiadoras da história do evento e, certamente, a que mais fará com que os competidores comam areia – afinal 65% do trajeto será sobre dunas, algumas com mais de 200 metros de altura. Ao todo, serão 12 etapas, disputadas de 5 a 17 de janeiro, com apenas um dia de descanso. Ao final do percurso seus sobreviventes terão percorrido 7.855 quilômetros, sendo mais de 5.097 apenas de cronometrados.

Pilotos irão encarar duas de até 200 metros. Du-zen-tos.

Pilotos irão encarar duas de até 200 metros. Du-zen-tos.

Publicidade

Rali Dakar 2020

Tudo começa em Jidá, no litoral oeste do país (o Mar Vermelho), a 950 quilômetros da capital Riad. Depois, sobe até o Norte da Arábia Saudita, próximo à Jordânia, cruza ao Sul, se aproxima da fronteira com os Emirados Árabes Unidos e retorna à região Central. A chegada será em Qiddiya, projeto de turismo desenvolvido no território de Riad.

Roteiro terá 12 etapas e apenas um dia de descanso, depois de uma prova com 800 quilômetros

Roteiro terá 12 etapas e apenas um dia de descanso, depois de uma prova com 800 quilômetros

Roteiro Dakar

Publicidade

1ª etapa: 05/01 –  Jidá até Al Wajh – 319km de especiais, 752km de percurso total
2ª etapa: 06/01 – Al Wajh até Neom – 367km de especiais, total de 401km
3ª etapa: 07/01 –  Neom – 404km de especiais, 489km no total
4ª etapa: 08/01 – Neom até Al Ula – 453km de especiais, total de 676km
5ª etapa: 09/07 – Al Ula até Ha’il – 353km de especiais, total de 563km
6ª etapa: 10/01 – Ha’il até Riad – 478km de especiais, 830km no total
Descanso: 11/01 – Competidores recarregam as energias na capital do país
7ª etapa: 12/01 – Riad até Wadi Al-Dawasir – 546km de especiais, 741km no total
8ª etapa: 13/01 – Wadi Al-Dawasir – 474km de especiais, 713km no total
9ª etapa: 14/01 – Wadi Al-Dawasir até Haradh – 415km de especiais, 891km no total
10ª etapa: 15/01 – Haradh até Shubayatah – 534km de especiais, total de 608km
11ª etapa: 16/01 – Shubayatah até Haradh – 379km de especiais, 744km no total
12ª etapa: 17/01 – Haradh até Qiddiya – 374km de especiais, 447km no total

Participantes Dakar 2020

Ao todo, 351 veículos irão acelerar no Dakar 2020, guiados por competidores de 53 países. Falando em nações, a Arábia Saudita será o 30º país a receber o evento, que desbravou a Europa (3 países), África (21) e América do Sul (5) anteiormente. A prova será a mais longa de toda a história e marcará a estreia de 85 participantes.

Motos: 147 pilotos
Carros: 87 veículos
UTVs: 47 duplas
Caminhões: 47 competidores
Quadriciclos: 23 atletas

Competidores representam 54 países na disputa, em cinco categorias

Competidores representam 54 países na disputa, em cinco categorias

Publicidade

O Brasil no Dakar 2020

Nosso país estará representado por três atletas. A dupla Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin acelera nos UTVs e busca o bicampeonato, desejando repetir o feito histórico de 2018, quando colocaram a bandeira verde e amarela no topo do pódio – relembre. Eles correm com um Can-Am Maverick X3, com o numeral 402.

Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin, campeões em 2018, vão em busca do bi. O bi para o Brasil!

Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin, campeões em 2018, vão em busca do bi. O bi para o Brasil!

Já nas motos iremos acompanhar o desempenho de Lincoln Berrocal. O piloto de 61 anos realizou sua estreia no Dakar no ano passado, quando teve uma série de problemas com a moto e não conseguiu cumprir seu objetivo de concluir a prova. Agora, o piloto mais velho entre os motociclistas desta edição irá acelerar uma KTM Réplica 450 e está confiante de que atingirá sua meta. Estamos na torcida.

Lincoln é o único brasileiro nas motos. Objetivo do piloto de 61 anos é concluir todas as etapas - e seus respectivos 7.855 quilômetros de desafios

Lincoln é o único brasileiro nas motos. Objetivo do piloto de 61 anos é concluir todas as etapas – e seus respectivos 7.855 quilômetros de desafios

Publicidade

vinheta-instagram_1

buscar conteúdo

Encontre anúncios, guias, notícias e conteúdos sobre motos.

É expressamente proibida a reprodução de qualquer matéria sem a prévia autorização do Motonline e dos autores (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98).
Proibida a reprodução parcial ou integral mesmo que citada a fonte. Todos os direitos reservados. As matérias assinadas são de exclusiva responsabilidade de seus autores.
© 1999 a 2015. WEBTRENDS NEGOCIOS DE INTERNET LTDA.