Publicidade

A Honda pretende apresentar 30 novos modelos de motos elétricas até 2030. Segundo a marca, a meta global de vendas anuais será de 4 milhões de unidades. Os planos futuros incluem até fábricas exclusivas para produtos eletrificados. Conheça os planos da japonesa.

30 novas motos elétricas até 2030

A Honda comunicou recentemente suas iniciativas de negócios para as motos elétricas. Como destaque, a marca revisou sua meta anual de vendas para 2030, passando para 4 milhões de unidades. Trata-se de um aumento de 500 mil unidades em relação ao anunciado em setembro do ano passado.

E para alcançar tudo isso, a Honda pretende acelerar ainda mais seus esforços para popularizar as motos elétricas. A marca deve investir aproximadamente 500 bilhões de ienes (R$ 16 bilhões) ao longo de 10 anos, antes do final da década.

 motos elétricas da honda

Honda promete 30 novas elétricas até 2030

Publicidade

Já a partir de 2031, a Honda vai investir no estabelecimento de um sistema e capacidade de produção, numa base global. A partir de 2027, a marca iniciará a operação de fábricas dedicadas à produção de motos elétricas, globalmente. Contudo, a marca ainda não esclareceu como estes planos abrangem a unidade fabril nacional em Manaus, AM.

Porém, a Honda já pretende apresentar modelos elétricos em diversas categorias, como superesportivas, naked, off-road, bicicletas infantis e ATVs. Uma abordagem que pretende introduzir um total de mais de 30 modelos elétricos até 2030.

Honda Manaus

Empresa japonesa ainda não divulgou como a fábrica de Manaus vai entrar nos planos para o futuro elétrico da marca…

Veja também:

Publicidade

Quais novidades serão apresentadas? 

Já neste ano, a Honda iniciou as vendas de três novos modelos EB (Electric Bicycle, bicicleta elétrica), incluindo a Honda Cub e: na China, e a EM1e: scooter elétrica no Japão e na Europa.

Cub e é uma das primeiras motos elétricas da honda

Modelos como a Cub e já estão chegando no exterior

A princípio, para 2025 a marca vem desenvolvendo baterias de lítio-fosfato de ferro. Um esforço além das baterias de íon-lítio ternárias, utilizadas nos modelos elétricos atualmente disponíveis no mercado.

Para os novos modelos, a serem lançados em 2026, a Honda vai instalar uma unidade de controle telemático (TCU, telematics control unit) e avançará ainda mais no seu serviço de conectividade.

Publicidade

Fernando Santos
Jornalista amante do mundo da moto, vivendo destinos e sons. Ávido por novidades e crescido com o cheiro de motor dois tempos. [email protected]