Notícias e Conteúdo
Sustentabilidade

Moto a hidrogênio: Bosch vai investir valor bilionário na tecnologia

02/08/2022 - por

As principais marcas de motos apontam para um futuro descarbonizado, com isso, investem pesado no desenvolvimento da sua frota de elétricas. No entanto, as eletrificadas não são uma unanimidade, especialmente pela estrutura básica de serviço de abastecimento e limitações de projetos.

Por isso, alternativas de combustíveis renováveis com zero emissão de carbono dividem espaço e uma moto a hidrogênio parece ser uma opção interessante. O assunto é tão relevante que despertou o interesse da Bosch, que planeja investir uma quantia bilionária para o desenvolvimento de uma infraestrutura de produção de hidrogênio. Confira!

bosch e a moto a hidrogênio
Publicidade

De baterias a radares ultra modernos – sem esquecer do ABS -, a Bosch é uma velha conhecida dos motociclistas. Agora a marca prova que está comprometida com o desenvolvimento da moto a hidrogênio

Bosch e a moto a hidrogênio

A marca alemã especializada na produção de ferramentas e equipamentos de engenharia aposta na expansão dos veículos movidos a hidrogênio. Uma aposta de risco, visto que eles ainda estão em fase de desenvolvimento. Mas para a Bosch, a ideia é que até 2030 carros e motos a hdrogênio já estejam circulando em diversas regiões do mundo.

Publicidade
moto a hidrogênio da xiomi

Muitas marcas vem investindo na criação de motos a hidrogênio – em sua maioria, ainda em fase de desenvolvimento. Até a Xiaomi, gigante da eletrônica, entrou na dança com a Segway Apex H2

Em entrevista ao Le Repaire Des Motards, Rolf Najork, membro do conselho da Bosch afirmou que “no caminho para um futuro neutro em termos climáticos, devemos permitir que as indústrias de uso intensivo de energia mudem para energia renovável. O hidrogênio será um elemento-chave na segurança do abastecimento.”

Publicidade

A ideia é que apenas mudando o tipo de combustível utilizado, os países poderiam aproveitar a sua estrutura de abastecimento já existente. Além disso, a queima do hidrogênio emite ar quente e vapor de água, ou seja, poluição zero. Já em termos de desempenho do veículo, o hidrogênio pode oferecer a mesma autonomia de um combustível não renovável.

Veja também:

Investimento bilionário

A Bosch planeja desembolsar a quantia de 1 bilhão de euros (mais de R$ 5,3 bilhões), para desenvolver uma infraestrutura de criação de combustível. Sendo assim, a marca vai colocar em operação o primeiro ciclo de hidrogênio de acoplamento setorial na sua fábrica líder da Indústria 4.0, em Homburg.

Publicidade

A princípio, a ideia é criar um sistema capaz de compactar o hidrogênio, armazenar e posteriormente distribuir entre as estações de serviço de hidrogênio. Por fim, a Bosch planeja instalar 4 mil estações desse modelo em diversas regiões do mundo até 2030.

buscar conteúdo

Encontre anúncios, guias, notícias e conteúdos sobre motos.

É expressamente proibida a reprodução de qualquer matéria sem a prévia autorização do Motonline e dos autores (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98).
Proibida a reprodução parcial ou integral mesmo que citada a fonte. Todos os direitos reservados. As matérias assinadas são de exclusiva responsabilidade de seus autores.
© 1999 a 2015. WEBTRENDS NEGOCIOS DE INTERNET LTDA.