Notícias e Conteúdo
Gerais

Moto híbrida já existe: veja opções Honda e Yamaha

20/09/2021 - por

Já imaginou poder aliar ainda mais economia para as motos convencionais? A proposta do veículo híbrido é essa, trazer o tradicional motor a combustão e outro propulsor elétrico. Dessa forma, vamos apresentar motos híbridas da Yamaha e da Honda.

pcx é a primeira moto híbrida do mundo

A Honda apresentou em 2017 a primeira moto híbrida do mundo

Publicidade

Automóveis híbridos já são uma realidade em diversos país, incluindo o Brasil. Porém, as motos ainda caminham muito devagar nesta tecnologia. Por isso, antes de mostrar motos híbridas já existentes no exterior vamos apresentar o que é um híbrido e os principais modelos presentes por aqui.

 

Publicidade

O que é um veículo híbrido?

Para entender o que é um veículo híbrido é importante compreender que sua principal função é proporcionar economia e melhor eficiência energética. Isto é ainda mais interessante se consideramos o preço atual da nossa gasolina.

A Toyota traz o Prius e o Corolla como opções de carros híbridos no Brasil

Publicidade

Dessa forma, um veículo híbrido funciona através de duas fontes de força, ou seja, um motor tradicional à combustão movido a gasolina, diesel ou etanol, e também outro propulsor movido a eletricidade.

Assim, as montadoras misturam as duas energias para ter ganho na economia, sem qualquer ônus ao desempenho. Além disso, outra vantagem é na autonomia.

Veículos elétricos funcionam com propulsor a combustão e motor elétrico

No Brasil, um dos benefícios para um carro híbrido ou elétrico é ficar fora do rodízio estabelecido em São Paulo, juntamente com as motos, táxis, de serviço e aqueles utilizados para o transporte de pessoas com deficiência. 

Publicidade

Veja também:

Moto híbrida da Yamaha

O modelo híbrido da Yamaha tem visual retrô, mas conta com conectividade Bluetooth e iluminação em LED

Na Índia a Yamaha lançou uma moto híbrida, o scooter Fascino 125 Fi. Assim, o modelo recebeu um motor elétrico e um propulsor de 125 cc à combustão. O principal objetivo da marca é promover economia de combustível e menor emissão de gases.

O scooter Fascino 125 Fi da Yamaha 

Publicidade

O scooter híbrido da Yamaha funciona com um motor de partida inteligente chamado de Smart Motor Generator (SMG). Dessa forma, esse sistema elétrico é o responsável por partidas mais silenciosas – algo típico de motos elétricas – e também pelo sistema Start & Stop, que desliga o motor a combustão em paradas mais longas e retorna após acelerar.

moto híbrida

Assim, o scooter tem um motor a combustão e outro movido a energia elétrica

A moto híbrida da Yamaha também sai na frente de scooter com apenas motor a combustão. Após o acionamento do sistema Start & Stop, a moto híbrida conta com a ajudinha da resposta rápida do propulsor elétrico para retornar o funcionamento da moto. 

Publicidade

 

Resposta rápida na aceleração

Assim, o scooter custa R$ 6.000 na Índia

Desse modo, o scooter híbrido da Yamaha tem uma resposta mais rápida em arrancadas. Isso é possível porque a força elétrica possibilita a entrega de energia imediata, diferentemente do motor a combustão.

Por fim, a Yamaha Índia  afirma que o sistema híbrido proporciona cerca de 30% a mais de economia de combustível e que o modelo chega ao mercado indiano pelo equivalente a R$ 6 mil. Por esse preço, a moto híbrida da Yamaha faria sucesso no Brasil. 

 

Moto híbrida da Honda

moto híbrida da honda

Apenas o Japão recebeu a PCX híbrida

A Honda apresentou a versão híbrida de seu sucesso global PCX no Salão de Tóquio de 2017. Dessa forma, o scooter foi lançado no Japão em 2018 com motor de 125 cc e 12 cv a um elétrico de 0,48 cv. Ou, esta foi a primeira moto híbrida do mundo.

moto híbrida

O modelo recebe o mesmo sistema de freios, câmbio CVT e sistema Idling Stop da PCX tradicional

Dessa forma, o modelo começou a ser comercializado no Japão prometendo trazer grande economia, rodando ao menos 55 km com um litro de gasolina. Por lá, ela custa o equivalente a R$ 15 mil.

O consumo do Honda PCX híbrido pode chegar até 55 km/l

O modelo híbrido da Honda continua no catálogo de motos no Japão e se torna uma alternativa econômica e menos poluente. Além disso, o seu funcionamento econômico também se deve ao velho conhecido sistema Idling Stop, que desliga a PCX e a aciona mais rapidamente com o motor elétrico.

Uma curiosidade do sistema híbrido da PCX é que a bateria elétrica que impulsiona o motor elétrico se recarrega por meio da recuperação da energia cinética das frenagens, como acontece com alguns carros híbridos, estendendo seu tempo de utilização.

buscar conteúdo

Encontre anúncios, guias, notícias e conteúdos sobre motos.

É expressamente proibida a reprodução de qualquer matéria sem a prévia autorização do Motonline e dos autores (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98).
Proibida a reprodução parcial ou integral mesmo que citada a fonte. Todos os direitos reservados. As matérias assinadas são de exclusiva responsabilidade de seus autores.
© 1999 a 2015. WEBTRENDS NEGOCIOS DE INTERNET LTDA.