cordel_pop_destaque

Pop vira personagem de literatura de cordel

Com 91% de suas vendas concentradas nas regiões Norte e Nordeste – 21% e 70% respectivamente, a Honda Pop 110i virou personagem de literatura de cordel. Suas características de resistência e economia, a pequena moto é o único meio de transporte de muitas famílias em muitos municípios das duas regiões do Brasil. Para aproveitar o lançamento da nova Pop 110i equipada com CBS (Combined Brake System), a Honda, em parceria com a agência F.biz, criou um cordel, gênero literário que virou patrimônio cultural do Brasil.

A Pop no centro da trama da webserie "Conquistando a Popzinha"

A Pop no centro da trama da webserie “Conquistando a Popzinha”

A história, escrita pelos artistas pernambucanos Pedro Melo e Lucas Uellendahl, chama-se “Conquistando a Popzinha” e insere a Pop no contexto central da história de Silvério, Breno Mariano e Joana Beatriz. Serão 8 episódios revelados semanalmente. O primeiro capítulo já pode ser visualizado no Instagram Stories da Honda Motos Brasil (@hondamotosbr), a partir de hoje (26/02) ou aqui mesmo. Confira:

Essa é a primeira vez que a plataforma exibe um cordel em formato de websérie e a expectativa é engajar os oito mil vendedores distribuídos pelas 1,2 mil concessionárias da Honda Motos nacionalmente, transformando-os em multiplicadores da campanha. “A Pop é uma moto genuinamente brasileira, desenvolvida exclusivamente para o nosso mercado e acreditamos que utilizarmos a literatura de cordel toca o coração do público destas regiões, além de valorizar o trabalho de artistas locais, respeitando a cultura e a tradição do Norte e Nordeste do País”, fala Odair Dedicação Junior, gerente de Marketing da Honda Motos.

Pop e literatura de cordel: patrimônio cultural

O cordel foi tombado pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) como patrimônio cultural do Brasil no dia 19 de setembro de 2018, com o objetivo de preservar um gênero literário que vem se fortalecendo cada vez mais como um instrumento de educação. A sua origem remonta à colonização portuguesa, época em que os autores dos cordéis cantavam os seus versos na tentativa de atrair compradores. Mas foi no século XIX que os poemas ilustrados pela xilografia ganharam o Nordeste, chegando depois a São Paulo por meio da migração.

Separador_2



Sidney Levy

Motociclista e jornalista paulistano, une na atividade profissional a paixão pelo mundo das motos e a larga experiência na indústria e na imprensa. Acredita que a moto é a cura para muitos males da sociedade moderna.