Gean Neide vai pilotar uma Honda NC 700 X

Rosas do Deserto: dez mulheres viajam de moto ao Atacama

Que tal realizar aquele sonho de fazer uma longa viagem de moto? E se for ao melhor estilo Easy Rider, indo até Deserto do Atacama, no Chile. Parece desafiador? Não para um grupo de mulheres entre 37 e 69 anos que se conheceu pela internet. Saiba quem são as Rosas do Deserto.

Telma Crummenauer começou a pilotar motos aos 46 e, para celebrar os 50, está pronta para conhecer o Atacama

Telma Crummenauer começou a pilotar motos aos 46 e, para celebrar os 50, está pronta para conhecer o Atacama

Tudo começou quando Telma Crummenauer adquiriu uma moto. A dona de casa curitibana rodou na garupa do marido por mais de duas décadas até se permitir assumir o guidão, logo após ganhar uma motocicleta. Aos 46 anos o presente a levou para longe da depressão, proporcionou encontros e novas amizades, culminando com a criação do  motoclube de mulheres Filhas do Vento e da Liberdade. Interagindo pelo Facebook, elas já são mais de seis mil.

Aí surgiu a ideia de rodarem juntas. Para celebrar seus 50 anos, Telma encontrou outras participantes do grupo e deram início à Expedição Rosas do Deserto. Dez mulheres com profissões, estilos de vida e motos diferentes e que nunca se viram pessoalmente estão de malas prontas para conhecer o mais famoso deserto do continente. Elas se encontram no dia 3 de outubro, em Foz do Iguaçu, para iniciar a viagem.

Com 65 países no currículo, Gean Neide é a mais experiente do grupo e tem a missão de conduzir as Rosas do Deserto

Com 65 países no currículo, Gean Neide é a mais experiente do grupo e tem a missão de conduzir as Rosas do Deserto

Dez mulheres viajam de moto ao Atacama

Pensando na viajem, Telma encontrou Gean Neide, militar de 51 anos, que fez sua carteira de habilitação apenas aos 46. O plano inicial de Gean era economizar no dia a dia, mas logo veio o sonho de viajar e ela acabou rodando por 65 países sozinha. A primeira rota foi do Natal (RN) até o Atacama. Gean será a guia responsável pela aventura e pretende quebrar paradigmas, mostrar que mulheres são capazes de grandes colaborações mútuas como uma longa viagem.

Com uma CB 500 e muita disposição, a professora Graça Santos é uma das dez mulheres que irá encarar essa viajem de moto ao Atacama

Com uma CB 500 e muita disposição, a professora Graça Santos é uma das dez mulheres que irá encarar essa viajem de moto ao Atacama

Se para a militar o destino já é conhecido, às outras motociclistas será tudo novidade. Assim como Telma, a maioria nunca percorreu longas distâncias – e tera pela frente sete mil quilômetros, em 26 dias, com temperaturas que podem variar de 8 a 40 graus. Outra presença confirmada para a aventura é a professora Graça Santos. Ela está pronta para rodar até o Chile com sua CB 500, no auge de seus 69 anos.

Conheça as Rosas do Deserto

Os objetivos descritos são andar em grupo, sem deixar ninguém para trás, é importante respeitar o tempo de cada uma. As motociclistas vão acampar pelo caminho, dormir em barracas, se aventurar. Uma oportunidade única de aprendizado, segundo a curitibana Telma.

  • Kátia de Lima Silva – 53 anos, servidora pública aposentada, de Brasília (DF). Irá pilotar uma Tiger 1200 Explorer
  • Sulamita Morini – 58 anos, dona de casa, de Florianópolis (SC). Irá pilotar uma Kawasaki Vulcan 650
  • Sonia Anfuso – 56 anos, comerciante, de Tucumán – Argentina. Irá pilotar uma BMW GS1200
  • Telma Crummenauer – 50 anos, dona de casa, de Curitiba (PR). Irá pilotar uma Shadow 750cc
  • Simone Freire – 56 anos, engenheira, de Natal (RN). Irá pilotar uma Honda NC750
  • Polyana Iark – 39 anos, médica veterinária, de Curitiba (PR). Irá pilotar uma Honda NC 700
  • Gean Neide – 51 anos, militar, de Natal (RN). Irá pilotar uma Honda NC 700X
  • Silvana da Costa Santiago – 53 anos, advogada, de São Paulo. Irá pilotar uma Kawasaki Vulcan 650S
  • Luciana Nicoforenko – 37 anos, servidora pública, de Foz do Iguaçu (PR). Irá pilotar uma Kawasaki Versys 650
  • Graça Santos – 69 anos, professora, de Natal (RN). Irá pilotar uma CB 500

 

vinheta-instagram_10

 

.



Guilherme Augusto

@obomguiaugusto >> Amante de motos em todas suas formas e sons (se for de 2T, melhor). Fã de viagens, competições, do Hugh Jackman e de praias. Viciado em café desde quando comecei a escrever