bmw-s-1000-rr-2020-1

Terceira geração da BMW S 1000 RR chega ao Brasil

O mercado das superesportivas segue movimentado, com novas opções desembarcando no cenário nacional. É neste embate de atualizações que a terceira geração da BMW S 1000 RR chega ao Brasil. A terceira geração do modelo estreia aqui na sequência da Ducati, que mostrou a Panigale V4S e da Kawasaki, que apresentou a nova Ninja ZX-10R SE 2020.

Com 8 cv a mais e 11 kg a menos, a nova geração da BMW S 1000 RR está disponível nas lojas brasileiras. O preço: R$ 91.950

Com 8 cv a mais e 11 kg a menos, a nova geração da BMW S 1000 RR está disponível nas lojas brasileiras. O preço: R$ 91.950

O novo motor de quatro cilindros em linha oferece agora 207cv a 13.500 rpm11,52 kgf.m de torque. Com um aumento de 8 cv em relação a geração anterior, a superesportiva teve todos os elementos reprojetadas. A nova receita conta com um propulsor mais leve em uma moto com o total de 11 quilos a menos que o modelo antecessor: agora são 197 kg.

O preço da BMW S 1000 RR

O modelo já pode ser reservado nas concessionárias pelo preço sugerido de R$ 91.950. Vale lembrar que recentemente a BMW Group Brasil anunciou investimento de R$ 4,7 milhões na fábrica de Manaus, a única unidade de produção exclusivamente voltada à montagem de motocicletas fora da Alemanha.

Modos de pilotagem e outros recursos eletrônicos 'amansam' a moto para uso nas ruas, mas é para as pistas que ela foi feita

Modos de pilotagem e outros recursos eletrônicos ‘amansam’ a moto para uso nas ruas, mas é para as pistas que ela foi feita

Mais leve e potente

Apesar da BMW S 1000 RR manter a configuração tradicional de quatro cilindros em linha, adota o sistema de válvulas variáveis ShiftCam. A ideia é extrair máxima potência e torque, não apenas em altas rotações, mas em faixas baixas/médias de giro. Com uma entrega mais uniforme, linear, o modelo tende a ser mais fácil de controlar para quem a utiliza nas ruas.

Quase 50% da redução total de peso da motocicleta, que emagreceu 11 kg, deve-se ao novo chassi. Somado a isso, uma nova combinação de amortecedor na suspensão traseira Full Floater Pro e braço oscilante mais leve, prometem maior rigidez e aderência.

Painel TFT de 6,5"

Painel TFT de 6,5"

Chassi garantiu redução de pso

Chassi garantiu redução de pso

Nova dianteira, sem os faróis assimétricos

Nova dianteira, sem os faróis assimétricos

Com novo comando de válvulas, motor produz 207 cv

Com novo comando de válvulas, motor produz 207 cv

Visual totalmente novo - com novo sub chassi, inclusive

Visual totalmente novo - com novo sub chassi, inclusive

Modos de pilotagem para pista e ruas

Pensando no uso em estrada, a terceira geração da BMW S 1000 RR oferece os modos de pilotagem RAIN, ROAD, DYNAMIC e RACE. Claro, mantendo o objetivo de uma superesportiva, a marca apresenta possibilidades para as pistas.

Na opção Modo Pro, que oferece três opções adicionais de pilotagem (Race Pro 1-3), é possível um ajuste individual de funções de gerenciamento de sistemas como controle dinâmico de tração DTC, ABS e deslizamento das rodas, bem como a curva do acelerador (ajuste de torque).

Outros recursos do Modo Pro são o Launch Control (controle de tração) e o Limitador de Pit Lane configurável. O HP Shift Assistant Pro (assistente de troca de marchas) também é item de série. Para segurar tudo isso, freios ABS.

bmw-s-1000-rr-2020-4

Painel tecnológico e visual renovado

O painel de instrumentos da S 1000 RR foi revisado, com a tela TFT de 6,5 polegadas. Opções de display como Pure Ride mostram informações para o uso regular na estrada, enquanto três telas “Core” são projetadas para uso nas pistas de corrida.

Desde o lançamento da primeira geração, há 10 anos, o farol dianteiro assimétrico (distinto em tamanho) se estabeleceu como uma marca da superesportiva e o novo modelo rompe com essa proposta. Segundo a marca a ideia busca agora “revolucionar em termos de estilo” apresentando novas luzes de LED em formato agressivo.

Geração anterior era caracterizada pelos faróis assimétricos e 'brânquias de tubarão' na carenagem

Geração anterior era caracterizada pelos faróis assimétricos e ‘brânquias de tubarão’ na carenagem

Na lanterna traseira, as luzes de mudança de direção (pisca) e de freio estão integradas em uma única unidade de LED. O tanque de combustível mais estreito e uma angulação do guidão mais ampla fecham o pacote que apresenta uma nova abordagem para a BMW S 1000 RR.

vinheta-instagram_9



Guilherme Augusto

@obomguiaugusto >> Amante de motos em todas suas formas e sons (se for de 2T, melhor). Fã de viagens, competições, do Hugh Jackman e de praias. Viciado em café desde quando comecei a escrever