Fabrini: missão é dar continuidade à expansão da Triumph no mercado brasileiro

Triumph tem novo diretor: Renato Fabrini

Com a saída de Waldyr Ferreira para a Harley-Davidson no início deste mês, a Triumph contratou Renato Fabrini para comandar a operação da marca no Brasil. O novo executivo assumiu a posição na semana passada e já anunciou que nada muda na gestão da empresa. Aos 44 anos, Fabrini é formado em Economia pela PUC de Campinas, tem especialização em Marketing de Varejo e traz na bagagem mais de 23 anos de experiência em empresas como Toyota, BMW e Renault.

Fabrini: missão é dar continuidade à expansão da Triumph no mercado brasileiro

Fabrini: missão é dar continuidade à expansão da Triumph no mercado brasileiro

O novo diretor é fã da história da fabricante inglesa, em particular das motos clássicas da marca. “Sempre acompanhei com muito interesse a rica história da Triumph, na qual se destaca a família Bonneville, lançada em 1959, e que se tornou uma referência mundial no segmento das motos clássicas”, conta Fabrini. “A Triumph tem um DNA inconfundível porque traz para o consumidor uma linha de motos que resgatam a história, mas sem perder o foco na tecnologia e no design”, complementa.

Fabrini assume a empresa num ótimo momento de mercado, no qual a marca inglesa conta com o mais completo portfólio de motocicletas na pequena, mas significativa parcela premium (motos acima de 500 cc) do mercado brasileiro, e com produtos nos segmentos clássico, bigtrail e custom (roadster). A Triumph se esforça para desenvolver o segmento de motos clássicas, algo fundamental para a empresa em todo o mundo, onde a linha é variada e bem competitiva.

E tem ainda o sucesso da família Tiger 800 com suas variações, modelo de moto que assumiu a liderança do segmento bigtrail nesse ano e ainda mantém boa posição no ranking de vendas. É neste cenário que chega Fabrini, com o desafio de manter a empresa em ritmo crescente (de mercado e de lucratividade). “Meu grande desafio é dar continuidade à expansão da trajetória de sucesso da empresa no Brasil, mas garantindo a sustentabilidade da rede de concessionárias por meio de um negócio lucrativo”, finaliza Fabrini.

vinheta-instagram_10

 



Sidney Levy

Motociclista e jornalista paulistano, une na atividade profissional a paixão pelo mundo das motos e a larga experiência na indústria e na imprensa. Acredita que a moto é a cura para muitos males da sociedade moderna.