nos-somos-o-transito

Você já fez algo no Maio Amarelo para melhorar o trânsito?

Se a sua resposta ao título desta noticia é não, pense seriamente no assunto, porque temos um mês inteiro para falar de segurança, pilotagem preventiva, civilidade no trânsito e outros temas assemelhados. Assim é o Maio Amarelo, movimento mundial que tem o objetivo de chamar a atenção para o alto índice de mortes e feridos no trânsito através de ações do poder público e da iniciativa privada que coloquem o tema no dia-a-dia de todos nós. E a razão é bem simples: o trânsito é feito por todos nós.nos-somos-o-transito

A origem deste mês especial é um decreto da ONU (Organização das Nações Unidas) de 11 de maio de 2011 que estabeleceu a Década de Ação para Segurança no Trânsito. Assim surgiu o Maio Amarelo. Por isso a Abraciclo – associação que reúne os fabricantes de motos e bicicletas – realiza neste mês a 24ª edição do MotoCheck-Up em Brasília e a Honda apresenta ao longo deste mês diversas ações especiais em celebração ao programa deste ano denominado Maio Amarelo – Atenção Pela Vida.

Uma das ações mais interessantes é a campanha “Maio Amarelo de Capacete”, na qual o jornalista Celso Miranda percorre as ruas em busca de motociclistas exemplares quando o assunto é segurança. Desta vez Miranda vai percorrer as ruas de Indaiatuba (SP), uma das cidades onde a Honda tem o CETH (Centro de Educação de Trânsito Honda) e, ao encontrar (assim se espera) estes motociclistas modelo, ele os abordará e, após o devido reconhecimento, os premiará com um capacete Honda por sua boa conduta no trânsito. Esta ação já é desenvolvida permanentemente em São Paulo pelo jornalista e busca estimular as boas práticas no trânsito.logo-maio-amarelo-4

Maio Amarelo e Harmonia no Trânsito: tudo a ver

Além desta ação, as equipes de instrutores dos Centros Educacionais de Trânsito Honda – CETH de Indaiatuba-SP, Recife-PE e Manaus-AM percorrerão nove estados brasileiros para promover cursos de pilotagem segura e palestras sobre harmonia no trânsito. Foram escolhidas cidades cujos índices de acidentes de trânsito são mais altos. A Honda estima alcançar mais de 3.500 participantes nos treinamentos, nos quais serão oferecidas informações técnicas e comportamentais de pilotagem, como dicas dicas de postura, aceleração e desaceleração, pilotagem em curvas, métodos de frenagem, manuseio de comandos e estratégias de condução.

As palestras seguem o padrão do programa permanente da Honda –  Harmonia no Trânsito – e tem o objetivo de provocar uma reflexão em cada um dos participantes, convocando-os a fazer uma avaliação pessoal sobre a forma como se comportam no trânsito no dia-a-dia. Dessa forma, o tema segurança viária é apresentado de maneira convidativa, dialogando com todos os públicos: pedestres, ciclistas, motociclistas e motoristas. Novamente perguntamos: você já fez algo hoje para ajudar a melhorar o trânsito?

maio-amarelo-2019-horizontal-black



Sidney Levy

Motociclista e jornalista paulistano, une na atividade profissional a paixão pelo mundo das motos e a larga experiência na indústria e na imprensa. Acredita que a moto é a cura para muitos males da sociedade moderna.