Notícias e Conteúdo
Motos Elétricas

Sem Voltz: 5 marcas de motos elétricas que apostam alto

04/08/2022 - por

Com as restrições aos combustíveis fosseis, um número cada vez maior de marcas aposta no segmento das motos elétricas. Mas quem está investindo mais alto neste novo nicho?

Motos eletrificadas não param de surgir em todo o mundo, mas nem todas as marcas têm custos expressivos com produção. Isso porque a maioria ‘apenas’ compra produtos de grandes fabricantes (especialmente da China), os adapta e vende no mercado local com o seu logotipo – num modelo similar ao que a própria Voltz fazia até então, ao menos antes de ter sua fábrica em Manaus.

Publicidade

 

1 – Kawasaki e as motos elétricas

As quatro grandes fabricantes de motocicletas japonesas são destaque quando o assunto é o futuro elétrico. No entanto, Honda e Yamaha ainda parecem um pouco tímidas quanto a lançamentos. A Suzuki recentemente se retirou do mundo das competições, e promete agora focar em outros rumos, ainda não confirmados.

Publicidade
Protótipo da primeira moto elétrica da kawasaki, a Elektrode

Protótipo da primeira moto elétrica da Kawasaki, a Elektrode

Com isso, a Kawasaki leva a dianteira, já tendo apresentado amplamente um plano claro para suas ambições de motos elétricas. Segundo a marca, serão 10 modelos com motores alternativos até 2025.

2 – Norton

Publicidade

A Triumph se aventurou em um grande projeto com sua primeira moto elétrica, a TE-1. Agora, deve ser a vez de outra tradicional fabricante britânica, a Norton, apostar na nova tecnologia. Mas do que isso, todo o desenvolvimento deve acontecer nos mesmos moldes do que foi feito com a TE-1.

Norton vai seguir a receita da TE-1 e lançar sua própria moto elétrica também

A Norton está atualmente sob nova administração e com o apoio financeiro seguro da empresa indiana TVS Motors. Com a marca reativada, agora o momento será de tentar ‘recuperar o atraso’, e pode ser nas elétricas uma área para roubar a cena novamente no mercado de motos.

3 – LiveWire – A Harley das motos elétricas

A Harley-Davidson lançou a sua primeira moto elétrica, LiveWire, ainda em 2019. Mas recentemente, a H-D transformou a LiveWire em marca e prometeu novos modelos sob essa nova frente exclusiva para produtos elétricos.

Publicidade
nova del mar, entras as motos elétricas da harley

LiveWire Del Mar é o primeiro lançamento da divisão elétrica da Harley

Com essa nova divisão, os norte-americanos já lançaram uma nova motocicleta, a LiveWire Del Mar. O modelo é uma esportiva acessível, inspirada em motos de flat track. Mas não para por aí. Com a plataforma da LiveWire e novíssima Del Mar, serão lançadas mais motos.

Veja também:

4 – Super Soco

A Super Soco pode ser considerada como uma das pioneiras no mercado de motos elétricas. A empresa de origem australiana tem sede atual na China e cresceu rapidamente nos últimos anos, estando presente também no Brasil. No entanto, é no Reino Unido que a marca deixa seu potencial mais evidente.

cpx, entre as motos elétricas mais famosas do mundo
Publicidade

Super Soco CPx cai no gosto dos britânicos

Na terra da Rainha, a Super Soco CPx tornou-se o primeiro veículo de duas rodas com motor elétrico a entrar no top dez – entre os mais vendidos de 2021. Agora, impulsionada por esse sucesso, a empresa está se dividindo entre Super Soco e Vmoto, marcas separadas de scooters e motocicletas, respectivamente. Diferente de concorrentes diretas, ela desenvolve seus produtos do zero e é responsável por todas as etapas da produção.

5 – Damon

A Damon Motorcycles é uma empresa nova e pequena, mas que já promete fazer barulho entre as grandes. Tudo começou com a ideia de desenvolver um sistema de assistência de radar de 360 ​​​​graus, chamado Co-Pilot. Mas então a marca decidiu criar sua própria moto elétrica.

motos elétricas esportivas, a damon
Publicidade

Damon Hypersport rendeu investimento para a empresa, cotada como a ‘Tesla das motos’

O resultado foi a esportiva Hypersport de alto desempenho e alta tecnologia! Um modelo dotado de toques inteligentes, incluindo IA que está constantemente aprendendo e atualizando seu software. Com isso, a Hypersport já permitiu que Damon atraísse 75 milhões de dólares em financiamento.

buscar conteúdo

Encontre anúncios, guias, notícias e conteúdos sobre motos.

É expressamente proibida a reprodução de qualquer matéria sem a prévia autorização do Motonline e dos autores (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98).
Proibida a reprodução parcial ou integral mesmo que citada a fonte. Todos os direitos reservados. As matérias assinadas são de exclusiva responsabilidade de seus autores.
© 1999 a 2015. WEBTRENDS NEGOCIOS DE INTERNET LTDA.