kawasaki-z400-1

Z 400: Kawasaki apresenta naked de 48 cv no Salão de Milão

A Kawasaki escolheu o Salão de Milão (o EICMA), o principal evento mundial do segmento, para apresentar mais um modelo aguardado pelo público. Enfim, o novo motor de 399 cm³ despiu-se de carenagens e foi apresentado na naked Z 400, que divide a mesma plataforma da divertida (e rápida) Ninja 400.

Enfim, a Kawasaki mostrou a Z400! O modelo herda o motor de 48 cv e 3,9 kgf.m da irmã Ninja 400

Enfim, a Kawasaki mostrou a Z400! O modelo herda o motor de 48 cv e 3,9 kgf.m da irmã Ninja 400

A Kawasaki Z 400 é equipada com sistema de iluminação em LED, freios ABS (com disco de 310 mm na frente e 220 mm atrás), painel digital (herdado da Z650) e embreagem deslizante. O motor de dois cilindros, segundo a japonesa, produz os mesmos 48 cv de potência máxima (10.000 rpm) e espertos 3,9 kgf.m de torque (8.000 rpm) que desenvolve na Ninja, números para fazer frente às concorrentes, como a nova KTM DUKE 390 (44 cv e 3,9 kgf.m).

Desempenho e design aproximam a Z400 de sua irmã maior, a Z650, também bicilíndrica

Desempenho e design aproximam a Z400 de sua irmã maior, a Z650, também bicilíndrica

Da Z300 a 400: evolução

Assim como aconteceu com Ninja 300 e Ninja 400, há um degrau de desempenho que separa a Z300 da nova Z 400. A diferença está no chassi, na embreagem deslizante com alavanca mais leve, no peso, que caiu de 173kg para 167 kg (em ordem de marcha).

Da Z300 (foto), a 400 recebeu alguns traços no design, especialmente na dianteira

Da Z300 (foto), a 400 recebeu alguns traços no design, especialmente na dianteira

Mas o principal fator é o novo motor. Compacto (quase como um 250cc), desenvolvido especialmente para a nova família 400. Se antes ele gerava modestos 2,8 kgf.m de torque (mesmo número da XRE 300, por exemplo), a distantes 10 mil rpm, agora entrega praticamente 4 kfg.m a plenos pulmões e média rotação. Isso faz a diferença nas ruas e nas pistas – não é à toa que a Ninja 400 dominou o Mundial da categoria em 2018.

No visual, a Kawa Z 400 herdou linhas das Z650, especialmente na traseira, ao mesmo tempo em que não se distanciou tanto da Z300 como a Ninja 400 fez com sua antecessora de 300 cilindradas. De acordo com a Kawasaki, ele segue inspirado na ‘filosofia Sugomi’, marca da lendária família Z.

Modelo já está à venda no site da marca nos Estados Unidos. Diante da agressividade da Kawasaki no Brasil, deixando o País atualizado com seus principais lançamentos, podemos crer que em breve ela estará disponível aqui também

Modelo já está à venda no site da marca nos Estados Unidos. Diante da agressividade da Kawasaki no Brasil, deixando o País atualizado com seus principais lançamentos, podemos crer que em breve ela estará disponível aqui também

Z 400 preço e venda

Painel digital é o mesmo da Z650

Painel digital é o mesmo da Z650

Sem citar prazos, a Kawasaki afirmou que em breve iniciará as vendas da Z 400, começando pelos mercados europeu e americano. Depois, deve repetir o mesmo movimento que fez com outros lançamentos recentes (como a clássica Z 900RS e a naked Z650), expandido para mercados emergentes, como o Brasil.

A Z400 já está à venda no site da marca nos Estados Unidos com preço sugerido de $4,799 (cerca de R$ 17,920 em conversão direta), lembrando que a Z300 tem preço sugerido de R$ 20.990,00 por aqui. Além disso, a Kawa tem se esforçado para trazer todos seus lançamentos globais ao Brasil (como aconteceu até mesmo com a Z 900RS Café e ZX10-R SE) então, muito em breve, devemos ter a Z400 por aqui, também!

 

separador_kawasaki



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.