As bengalas italianas Ceriani fizeram tanto sucesso que virou padrão da indústria por vários anos e o sistema dela ainda hoje é usado nas motos mais populares

Garfo dianteiro, como ajustar

Se você tem uma 125 ou 150 street que tem suspensão dianteira mole demais, ou ainda uma trail 125 ou até 300 que use garfo tipo Ceriani, e quer melhorar a suspensão dianteira para uma tocada mais equilibrada, saiba que é fácil consertar isso.

As bengalas italianas Ceriani fizeram tanto sucesso que virou padrão da indústria por vários anos e o sistema dela ainda hoje é usado nas motos mais populares

As bengalas italianas Ceriani fizeram tanto sucesso que virou padrão da indústria por vários anos e o sistema dela ainda hoje é usado nas motos mais populares

Para saber se sua moto tem a dianteira deficiente, necessitando desse procedimento, saiba aqui como verificar o sag da sua moto. Se ela atuar na frente de forma desequilibrada, diferente da traseira, um ajuste será necessário.

Defina também o tipo e viscosidade do óleo que você vai usar. Quase sempre esse tipo de suspensão não tem ajuste no sistema hidráulico, portanto a única opção para mudar a ação do amortecimento é na viscosidade do óleo. O mais recomendado para garfos dianteiros de motos tipo Ceriani é o ATF (Fluido para transmissões automáticas). Há também lubrificantes especiais para sistemas hidráulicos de máquinas com variados graus de viscosidade. Use um grau a mais se necessitar de uma suspensão mais dura, mas não ultrapasse o grau 20.

Muitas montadoras não ajustam a calibração da suspensão de suas motos. Elas vem com “set up” para as ruas do exterior e por aqui sofrem por mergulhar demais nas frenagens e por repicar nas irregularidades do péssimo asfalto brasileiro. Um pouco de destreza mecânica e ferramentas adequadas é tudo que você precisa para corrigir isso.

Figura 2

Figura 2

Figura 1

Normalmente, geral a quantidade de óleo no garfo é mínima, apenas o suficiente para não entrar ar pelas válvulas. Isso deixa a suspensão sujeita exclusivamente à força de retorno da mola. Essa força pode diminuir com o tempo, e mais ainda: não é dura o suficiente para o uso no Brasil. Há quem coloque calços (use pequenos tubos de PVC marrom) nas molas mas o aumento da pré carga nas bengalas, raramente resolvem o problema, pois costumam reduzir demais o sag. Entretanto, você pode transformar a suspensão da sua moto em um sistema hidropneumático. Desde que ela não tenha cartucho interno. Ou melhor, que use o sistema de flauta (um tubo com pequenos furos por onde passa o óleo do amortecedor) estilo Ceriani.

Figura 3

Figura 3

Figura 4

Figura 4

Procedendo ao que indicam as ilustrações você terá uma moto mais equilibrada, mais preparada para transpor os obstáculos das vias com mais conforto e segurança.

Coloque a moto sobre um cavalete ou similar, para que a roda dianteira fique fora do chão, em segurança.

Figura 5

Figura 5

Depois verifique se será necessário retirar o para lama dianteiro, pinça ou sistema de freio para retirar a roda.Se necessário (motos street) faça isso (confira o método correto no manual da sua moto).

Retire a roda e em seguida solte os grampos das mesas de cada bengala.

Coloque uma chave de fenda no vão da presilha da mesa inferior para abrir o grampo e deslize com cuidado a bengala. Siga o mesmo procedimento para a outra.

Com as duas bengalas retiradas siga o procedimento indicado nas figuras.

Para verificar qual o nível do óleo que você vai deixar, você vai ter que medir o curso da bengala. Para isso marque um ponto visual (não risque) no tubo quando ele estiver todo comprimido e meça a distância desse ponto ao outro correspondente quando em extensão máxima. Anote essa medida.

Tabela do nível do óleo

Tabela do nível do óleo

Veja na tabela abaixo qual o nível de óleo mais aproximado da sua medida e preencha os dois tubos com o óleo necessário até atingir esse nível. Não ultrapasse esse nível pois você corre o risco de causar calço hidráulico e danificar sua suspensão ou ainda causar um acidente.

Ao fechar a tampa dos tubos, teste o funcionamento e monte de volta as bengalas na moto.

Faça um teste em um trecho acidentado onde verificava o problema que tinha a sua frente e verifique a melhora. Se estiver progressiva demais, você pode verificar pode ter um sag muito reduzido, então abaixe o nível alguns milímetros para um ajuste perfeito (use uma seringa).

Esse método de ajuste de suspensão dianteira presume que o sistema esteja em boas condições. Retentores, buchas, superfície do cromo dos tubos, tudo deve estar em boas condições para não haver problema de vazamento, pois a pressão interna agora é bem mais alta e qualquer defeito pode-se agravar.