Simplicidade com conforto: a Fat Boy Special é fiel ao estilo

Teste Harley Davidson Fat Boy Special

“Fat Boy” – Menino gordo, “Iron” – Ferro, “Super Glide” – Super vôo sem motor, “Switchback” – A primeira montanha russa de que se tem conhecimento, em Coney Island, na verdade uma peninsula ao sul do Brooklin, Nova York.

Simplicidade com conforto: a Fat Boy Special é fiel ao estilo

Simplicidade com conforto: a Fat Boy Special é fiel ao estilo

Os nomes das motocicletas Harley-Davidson sempre tem algo de inspirador. Tinha que ser assim, porque o nome do modelo, que vem nos manuais ou nas fichas técnicas são de difícil tradução. É uma sopa de letras.

A designação XL se refere aos modelos de motor menor, começando com a 883, até as 1200, ou às Sportster. Em seguida vem as que contam com motores “Big-twin” (letra F) e chassi Dyna (D), com a designação FXD como as FXDWG -Dyna Wide Glide e FXDL – Dyna Low Rider.

O chassi Softail tem a aparência do clássico "hardtail" ou rabo duro

O chassi Softail tem a aparência do clássico "hardtail" ou rabo duro -

Depois vem a linha “Softail” que significa rabo fofo, em contraponto às classicas “hardtail” ou rabo duro, que não tinham suspensão traseira. Essas tem a mesma aparência, o amortecedor é escondido e usam o motor Big-twin (F) com esse chassi “soft tail” (ST). Diferenciando o tipo de suspensão dianteira, a letra X representa as motos que usam a mesma suspensão da linha Sportster. Se utilizarem as bengalas mais pesadas, similares às das motos turismo levam a letra L no nome. Assim, temos as FLSTC (Heritage Softail Classic), FLSTN (Softail Deluxe) e FLS (Softail Slim).

Então, FLSTF designa o modelo Fat Boy e essa é a Special, avaliada pelo Motonline.  As diferenças são notáveis nos escapamentos estilo “Shotgun”, que parecem duas espingardas, destacados pelos tubos e várias outras peças em preto que fazem sobressair as partes claras, como as ponteiras. O corpo das rodas também são pretos, para fazer mais diferença às Fat Boys normais.

A moto é gorda, se impõe nesse visual de motocicleta pesada e de grande presença. Colaboram as rodas em discos de alumínio fundido complementando a imagem “fat”.

Harley-Davidson Fat Boy Special - Simplicidade e estilo

Rodas grandes em disco de alumínio suportadas por bengalas grossas como nas touring

Andando nela a sua simplicidade é o que transparece. Painel mínimo mas completo, tem as informações disponíveis a um toque de botão. Até a chave, por aproximação simplifica o acesso. Com o pequeno transponder no bolso você se identifica e é autorizado para dar a partida e sair andando com ela. Caso contrário é acionado um alarme e a moto fica bloqueada.

Em marcha, a facilidade de pilotar é intensificada pelo largo guidão, pedaleiras com plataformas e comandos bem à mão. A posição confortável desperta atenção com o contato que o filtro de ar faz com a perna direita. Coisas de Harley-Davidson.

Geometria lenta ao extremo, dá primazia ao conforto. mas não se engane ela sabe fazer curvas, removendo as plataformas

Geometria lenta ao extremo, dá primazia ao conforto. mas não se engane ela sabe fazer curvas, substituindo as plataformas que raspam com facilidade

Novo ABS, potência com controle

Novo ABS, potência com controle

Particularidades à parte, chama também atenção o grande torque do motor, seu ronco típico enaltece o rodar tranquilo, sem pressa, desfilando pelas alamedas. Mas ao acelerar ela empurra rápido, faz do seu câmbio de seis marchas a peça principal para se ganhar velocidade. A faixa curta de giro útil pede mudança de marcha cedo, em giro baixo para aproveitar todo esse torque. Na sexta, o motor cai para um giro confortável em velocidades de cruzeiro e assim dá a impressão que o fim da estrada é muito mais perto do que parece. Devoradora de asfalto, uma autêntica “cruiser”. O tempo pára para ela passar.

Plataformas raspam fácilmente nas curvas

Plataformas raspam fácilmente nas curvas

Curvas ela faz, deixando rastro das plataformas que raspam com muita facilidade. Falta espaço para a inclinação, mas há vários acessórios para ajudar a resolver esse problema. Ou, se quiser viver com isso, usa-se a plataforma como um sensor de inclinação. À noite fica bem bonito: a cada curva, faíscas pra iluminar o lado de dentro da curva.

Os freios são bem dimensionados e com boa sensibilidade param a moto com rapidez e precisão por causa do novo ABS. Ele responde com boa velocidade, evita travar as rodas e mantém boa capacidade de frenagem. Potência com controle.

Fat Boy: vendas a prova de instabilidade do mercado

Fat Boy: vendas a prova de instabilidade do mercado

A Harley-Davidson Fat Boy Special é uma moto que se posiciona como o degrau imediatamente superior aos consumidores que deixam as sportster (883 a 1200). Apesar de seu preço estar razoavelmente distante – R$50.767,00 (Special) e R$48.300,00 -os números de venda da Fat Boy mostram que a estabilidade é sua marca registrada, praticamente imune aos altos e baixos do mercado. Apesar do tamanho avantajado, ela tem boa dirigibilidade, é fácil de conduzir e a suspensão absorve bem os buracos para uma moto dessa classe. Coloque os acessórios, transformando-a ao seu gosto e vá para a estrada com os amigos. É disso que ela gosta.

consumo

Consumo

ficha tecnica

ficha tecnica

Obs.: Para facilitar a discussão sobre esse assunto, criamos um tópico no fórum para os motonliners. Clique aqui para acessar o tópico.