Yamaha XT 660 Z Ténéré

Yamaha XT 660 Z Ténéré
Recomendação:
Satisfação Geral:
Dirigibilidade:
Visual:
Consumo:
Conforto:
Custo X Benefício:
Performance:
Leia as Avaliações Deixe sua Avaliações
Sobre a Yamaha XT 660 Z Ténéré
A Yamaha XT 660Z Ténéré completa a chamada “família Ténéré”, composta por XTZ 250 Ténéré e a XT 1200Z Super Ténéré. Com visual que remete às motos de rali, o modelo brigava no segmento das trail de média cilindrada, com concorrentes como BMW G 650 GS e a Yamaha XT 660R, moto com a qual a Ténéré compartilhava o mesmo motor.

Ficha Técnica

Cilindrada: 660
Tipo de Motor: 4 tempos
Arrefecimento: Líquido
Combustível: Gasolina
Potência Máxima: 48 cv a 6.000 rpm
Torque Máximo: 5,95 kgf.m a 5.500 rpm
Transmissão: 5 velocidades
Injeção: Eletrônica
Suspensão dianteira: Garfo telescópico com 160 mm de curso
Partida: Elétrica
Chassi: Tipo Diamante em aço
Suspensão traseira: Monoamortecedor, ajustável para pré-carga e retorno e 145 mm de curso
Peso em movimento: 215 (MVOM)
Comprimento: 2260
Largura: 900
Altura: 1450
Altura do Banco: 865
Distância entre Eixos: 1505
Pneu Dianteiro: Scorpion Trail 90/90R 21M/C 54S
Pneu Traseiro: Scorpion Trail 130/80R17M/C 65S
Capacidade do tanque: 23
Balança: Convencional

Outras Versões

XT 660 Z Ténéré:   2016 / 2015 / 2014 / 2013 / 2012 / 2011
XT 660 Z Ténéré (ABS):   2017 / 2016 / 2015 / 2014
mais opções

Todas as Avaliações da Yamaha XT 660 Z Ténéré

Recomendo
Classificação
Prós:
Altura da moto
Proteção aerodinâmica
Banco confortável
Torque em baixa
Contras:
Um cilindro - vibração
Esquenta muito
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Meio de Transporte
Terreno Testado:
Urbano, Terra, Estrada, Pista
Quilometragem:
16000
Manutenção:
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 22/03/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
42 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Prós:
- estilo (gosto pessoal, acho matadora);
- autonomia (tancão de 23l) e jeitão off-road (aro 21 + curso de suspensões longo) sem concorrentes;
- posição de pilotagem;
- curso e calibragem da suspensão;
- freios excelentes, muito potentes - duplo disco dianteiro.
Contras:
-diversos problemas com plásticos (sinaleiras e carenagens laterais do tanque que quebram, vibração na carenagem frontal / parabrisa) que não se resolve com a troca em garantia de peças, exigem "artifícios" ou mesmo a troca por outras fabricadas sob medida (ex. a carenagem lateral do tanque que já existe fabricação em fibra de carbono);
- facho do farol alto fraco - espalha bem a luz mas a intensidade é baixa;
- apagões do motorzão no trânsito urbano - nunca se resolve 100%;
- potência razoável, mas poderia ser melhor com um aprimoramento principalmente no mapeamento da injeção eletrônica;
- consumo poderia ser melhor (BMW Sertão dá um banho);
- apesar de ter o jeitão OFF, andar com ela no off exige coragem, braço e bolso ($$);
- pior de todos os defeitos: má vedação das peças plásticas que compõem a admissão (snorkel e tampas da caixa do filtro de ar), junto com um filtro que não filtra em uso off mais intenso: o motor "chupa" poeira e vai, literalmente, pro saco. Muitas unidades queimando óleo com 20 mil km ou até menos. Pelo menos a fábrica está arrumando, mas não sei dizer dos casos em as revisões não são feitas na CC;
- custo do seguro;
- pós-venda Yamaha (não é exclusivo deste modelo)
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Urbano, Terra, Estrada
Quilometragem:
36000
Manutenção:
Dentro do esperado
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 22/03/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
46 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Prós:
conforto, mecânica, força, resistência
Contras:
valor de manutenção, peças plásticas que quebram de maneira recorrente, excesso de calor nas pernas por conta do posicionamento da saída de escape
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Utilitário (Trabalho)
Terreno Testado:
Urbano, Terra, Estrada, Pista
Quilometragem:
7000
Manutenção:
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção:
Alto
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 12/04/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
32 pessoas gostaram
mais opções

Guias de motos Yamaha

foto moto yamaha/factor-125i Yamaha Factor 125i
Yamaha Factor 125i
foto moto yamaha/xv-250-virago Yamaha XV 250 (Virago)
Yamaha XV 250 (Virago)
foto moto yamaha/n-max Yamaha N Max
Yamaha N Max
foto moto yamaha/fazer-fz15 Yamaha Fazer FZ15
Yamaha Fazer FZ15
foto moto yamaha/ybr-125 Yamaha YBR 125
Yamaha YBR 125

Notícias sobre motos da Yamaha

capa noticia Yamaha R 1: porque ícone da Yamaha deve sair de linha
Yamaha R 1: porque ícone da Yamaha deve sair de linha
Yamaha R 1: porque ícone da Yamaha deve sair de linha
capa noticia Exclusivo: apenas um país tem esta icônica moto Yamaha à venda
Exclusivo: apenas um país tem esta icônica moto Yamaha à venda
Exclusivo: apenas um país tem esta icônica moto Yamaha à venda
capa noticia Após Honda e Yamaha, outra marca lança 'aventureira incomum'
Após Honda e Yamaha, outra marca lança 'aventureira incomum'
Após Honda e Yamaha, outra marca lança 'aventureira incomum'
capa noticia Motos elétricas: Yamaha injetou R$ 100 MI em 'marca parceira'
Motos elétricas: Yamaha injetou R$ 100 MI em 'marca parceira'
Motos elétricas: Yamaha injetou R$ 100 MI em 'marca parceira'