Yamaha XTZ 250 Tenere

Yamaha XTZ 250 Tenere
Recomendação:
Satisfação Geral:
Dirigibilidade:
Visual:
Consumo:
Conforto:
Custo X Benefício:
Performance:
Leia as Avaliações Deixe sua Avaliações
Sobre a Yamaha XTZ 250 Tenere
Guidão mais alto com amortizadores. Assento em degrau amplo e confortável para piloto e garupa. Pára-brisas, menos cansaço e proteção.

Ficha Técnica

Cilindrada: 249,00
Tipo de Motor: 4 tempos
Arrefecimento: Ar
Combustível: Gasolina
Potência Máxima: 21.00 a 8000 rpm
Torque Máximo: 2.10 a 6500 rpm
Transmissão: 5 marchas
Injeção: Eletrônica
Suspensão dianteira: Convencional
Partida: Elétrica
Chassi: Aço
Peso (seco): 137,00kg
Peso em movimento: 155,00kg (MVOM)
Largura: 830mm
Altura: 1370mm
Altura do Banco: 865mm
Distância entre Eixos: 1385
Pneu Dianteiro: 80/90-21 MT90 A/T 48S
Pneu Traseiro: 120/80-18 MT90 A/T 62S
Balança: Convencional

Outras Versões

XTZ 250 Tenere:   2020 / 2019 / 2018 / 2017 / 2016 / 2015 / 2014 / 2013 / 2012 / 2011 / 2010 / 1996
mais opções

Todas as Avaliações da Yamaha XTZ 250 Tenere

Recomendo
Classificação
Prós:
Visual, mecânica, consumo de combustível, agilidade, estabilidade, conforto
Contras:
freio dianteiro borrachudo, rodas de ferro, barulho do motor
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Menos de um ano
Tipo de Uso:
Meio de Transporte
Terreno Testado:
Urbano, Terra, Estrada, Pista
Quilometragem:
1500
Manutenção:
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 24/04/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
24 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Comentários:
Não tenho o que reclamar da moto. Jah fiz todos os testes possíveis e ela passou com louvor. Jah encarou passeios em rodovias, praias, lama, alagado, riacho só falta neve agora. Sem contar que a manutenção é relativamente barata. Resumindo, é uma moto topa tudo, pau pra toda obra. E faz presença onde chega (aparenta ter mais cc).
Prós:
Moto valente;
Confortável;
Econômica;
Visual old school e moderno ao mesmo tempo;
Contras:
Banco original duro;
Aros de aço aliado ao pneu dianteiro fino amassam com facilidade;
A moto original é "pelada", não tem nem um bagageiro;
Pouco torque e potência para estrada (um pouquinho a mais não fazia mal);
Apenas 5 marchas.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Meio de Transporte
Terreno Testado:
Urbano, Terra, Estrada, Pista
Quilometragem:
27000
Manutenção:
Dentro do esperado
Custo de Mantenção:
Baixo
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 08/07/2022
SIM
Esta análise foi útil para você?
4 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Comentários:
Moto muito boa. 12.000km rodados em 7 meses, e nenhum problema apresentado, aliás, só foram trocadas as flautas, problema resolvido na garantia.
Hj, 02/2013, está com 27.000 km, e sem problema algum. Troca do pneu traseiro com 18.500km, o dianteiro ainda é o original, assim como a relação.
Prós:
Uma moto com uma excelente autonomia, devido ao tamanho do tanque, 16 litros, aliádo à um consumo de combustível muito bom, em média de 30km/l na cidade com garupa. Fácil de pilotar, muito ágil.
Contras:
O Banco merecia uma espuma de melhor qualidade, após 1 hora sobre a moto, já começa a incomodar.
é uma moto que possui um motor, que gosta de trabalhar com giro alto.
Na estrada, senti a falta de uma 6ª marcha
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Meio de Transporte
Terreno Testado:
Urbano, Terra, Estrada
Quilometragem:
12000
Custo de Mantenção:
Baixo
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 08/07/2022
SIM
Esta análise foi útil para você?
2 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Prós:
Moto excelente, graças ao seu custo benefício eu ouso dizer que é a melhor de todas as motos abaixo de 500 cc. Não dá problemas à toa e não possui nenhum problema crônico; Mecânica 100% confiável que não deixa ninguém na mão (claro, isso se a moto for abastecida sempre com gasolina aditivada e tiver as revisões feitas na hora certa); Design muito bonito e imponente, além de ser bem diferenciado; Manutenção barata; Consumo EXCELENTE de 30 km/litro NA CIDADE! Na estrada a 90 km/h e na quinta marcha o consumo pode passar facilmente de 36 km/litro! É muito econômica para uma 250 cc. Recomendo a todos!
Contras:
Banco original meio duro, ausência de sexta marcha e falta de torque abaixo de 4000 rpm (a partir da terceira marcha). Nas curvas (principalmente com piso molhado) é melhor não abusar da velocidade e nem confiar muito no atrito dos pneus. Fora isso, a moto é perfeita!
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Menos de um ano
Tipo de Uso:
Meio de Transporte
Terreno Testado:
Urbano, Terra, Estrada, Pista
Quilometragem:
31500
Manutenção:
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 08/07/2022
SIM
Esta análise foi útil para você?
2 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Prós:
Suspensão, motor, conforto em trajetos curtos, ótima suspensão para terrenos ruins, resistente, bonita, inquebrável, não cai de preço e nem de público. Tenho uma BMW R1200 gs 2015 e comprei-a para andar no trânsito, a 330km de BH, tive que fazê-la a noite e nos 70km iniciais já estava de divertindo com ela, mas subidas e curvas sinuosas mas a dureza do banco judia e aos 250km já estava sofrendo. Fora isso é divertida e gostosa, agora é tentar acostumar com o barulho muito esquisito do motor.
Contras:
Freios (melhor instalar aeroquipe)
Barulho estranho e normal do motor
Banco duro.
O site não deixa pontuar os itens por isso vou fazer aqui:
Dirigibilidade 5
Demais 4
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Menos de um ano
Tipo de Uso:
Meio de Transporte
Terreno Testado:
Urbano
Quilometragem:
39000
Manutenção:
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção:
Baixo
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Avaliação de Webson Dantas Santos
Enviada em 17/12/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
0 pessoa gostou
Recomendo
Classificação
Prós:
Moto linda
Confortável
Ronco do motor é lindo lindo.
Consumo dentro do esperado
Confortável em viagens longas
Contras:
Banco duro( porém Confortável para viagens longas ).
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Menos de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Terra, Estrada
Quilometragem:
79000
Manutenção:
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção:
Baixo
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Avaliação de Davi lessa
Enviada em 28/07/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
0 pessoa gostou
Recomendo
Classificação
Prós:
Econômica, manutenção simples, motor resistente, macia, ótima moto pra uma pessoa ou duas pessoas leves, uso a minha para viagens, na última fizemos 3.500 km ida e volta com garupa e bágagem a moto cumpre muito bem o seu papel dentro das suas limitaçoes, por ser uma trail de 250 cc vai muito bem, o uso urbano dela e muito bom muito macia para quebra molas e as ruas esburacadas, na nossa aqui temos o banco do Pedrinho e bolha alongada em viagem o consumo fica na casa dos 24 já no uso do dia a dia já fez até 33 , isso com uma carga de dois passageiros e mais bagagem totalizando uns 200 kg o que passa do limite dela.
Contras:
No meu ponto de vista não há, tudo vai do projeto da moto no caso desta não foi projetada para viagens e sim para um dia a dia porém ajustamos elas para viagem por isso não reclamo não dentro do espaço dela ela não tem reclamação .
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Mais de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Urbano, Terra, Estrada, Pista
Quilometragem:
32000
Manutenção:
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 20/12/2021
SIM
Esta análise foi útil para você?
1 pessoa gostou
Recomendo
Classificação
Prós:
Consumo de 29,6 km/l dentro da cidade! Guidao alto ajuda a driblar no transito parado.
Contras:
Banco duro, principalmente para quem não tem muito recheio na retaguarda!! Vou trocar a espuma para melhorar.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Menos de um ano
Tipo de Uso:
Meio de Transporte
Terreno Testado:
Urbano, Estrada
Quilometragem:
3000
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 25/02/2021
SIM
Esta análise foi útil para você?
Recomendo
Classificação
Prós:
Economia - Dirigibilidade - Confiabilidade (a miserávi não quebra) - Feiúra (adoro motos feias) - tem detalhes agradáveis isoladamente, mas o conjunto da obra é medonho. Não paro de admirar.
Contras:
Banco duro, duríssimo. Motor barulhento, o que é bom só para quem sonha com uma Ducati Desmo.
Falta vergonhosa da 6a. marcha. Andar a 120/h com 8 mil RPM parece coisa das monocilíndricas indianas. Se for ressucitada com motor bicilíndrico venderá mais do que pão quente no inverno.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Menos de um ano
Tipo de Uso:
Meio de Transporte
Terreno Testado:
Urbano
Quilometragem:
35000
Manutenção:
Dentro do esperado
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 22/04/2020
SIM
Esta análise foi útil para você?
19 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Comentários:
Moto sem frescura, encara qualquer desafio urbano ou fora de estrada com muito conforto, economia e autonomia (+ de 400km). Tem porte e moto maior, parece muito com a irmã mais cara de 1200cc. A Yamaha poderia usar o motor de 350cc do quadriciclo dela YFM 350, porte a Tenerezinha tem!
A minha maior reclamação são a balança e rodas de aço (a maior concorrente usa a excelentes rodas de DID de alumínio e balança idem) a mangueira do freio traseiro passando por baixo da balança (mais fácil de danificar) e a facilidade de oxidação de alguns parafusos, molas mas isso deve ser porque moro em Natal/RN e muito próximo da praia, maresia aqui castiga muito, por isso não passo mais de que duas semanas sem lavar a Smurfette (Tenere) sempre com vaselina.
Prós:
-Consumo
-Autonomia
-Conforto
-Visual
Contras:
-Baixo torque
-Poderia usar balança e rodas de alumínio, como a principal concorrente
-A mangueira de freio traseiro passando por baixo da balança, num uso mais off road fica mais fácil danificar.
(Esses dois últimos contras que mencionei, a Yamaha poderia ter resolvido no lançamento da Tenere 250, pois era reclamação comum dos usuários e de revistas especializadas, com sua irmã mais magra e mais antiga, Lander)
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Menos de um ano
Tipo de Uso:
Meio de Transporte
Terreno Testado:
Urbano, Terra, Estrada
Quilometragem:
0
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 25/02/2021
SIM
Esta análise foi útil para você?
mais opções

Outras motos Yamaha à venda

De R$ 17.500,00 a R$ 17.500,00 entre 32 ofertas
Yamaha XTZ 250 Tenere
R$ 17.500,00
Yamaha XTZ 250 Tenere
Yamaha XTZ 250 Tenere
R$ 16.000,00
Yamaha XTZ 250 Tenere
Yamaha XTZ 250 Tenere
R$ 18.000,00
Yamaha XTZ 250 Tenere
Yamaha XTZ 250 Tenere
R$ 21.500,00
Yamaha XTZ 250 Tenere
Yamaha XTZ 250 Tenere
R$ 17.800,00
Yamaha XTZ 250 Tenere

Guias de motos Yamaha

foto moto yamaha/xt-225 Yamaha XT 225
Yamaha XT 225
foto moto yamaha/ybr-125 Yamaha YBR 125
Yamaha YBR 125
foto moto yamaha/royal-star-1300 Yamaha Royal Star 1300
Yamaha Royal Star 1300
foto moto yamaha/tmax Yamaha TMAX
Yamaha TMAX
foto moto yamaha/ybr-125-factor Yamaha YBR 125 Factor
Yamaha YBR 125 Factor

Notícias sobre motos da Yamaha

capa noticia Moto teste: Yamaha XTZ 250 Ténéré
Moto teste: Yamaha XTZ 250 Ténéré
Moto teste: Yamaha XTZ 250 Ténéré
capa noticia Yamaha XTZ 250 Ténéré inspirando aventureiros
Yamaha XTZ 250 Ténéré inspirando aventureiros
Yamaha XTZ 250 Ténéré inspirando aventureiros
capa noticia Yamaha XTZ 250 Ténéré invade web e redes sociais
Yamaha XTZ 250 Ténéré invade web e redes sociais
Yamaha XTZ 250 Ténéré invade web e redes sociais
capa noticia Yamaha R 1: porque ícone da Yamaha deve sair de linha
Yamaha R 1: porque ícone da Yamaha deve sair de linha
Yamaha R 1: porque ícone da Yamaha deve sair de linha