Yamaha XV 1100

Yamaha XV 1100
Recomendação:
Satisfação Geral:
Dirigibilidade:
Visual:
Consumo:
Conforto:
Custo X Benefício:
Performance:
Leia as Avaliações Deixe sua Avaliações
Sobre a Yamaha XV 1100
A XV 1100 Virago foi uma cruiser topo de linha da Yamaha. O modelo tinha no seu visual o perfil chopper das criuiser da época, com entre-eixos curto, pneu dianteiro estreito e tanque relativamente pequeno. A motocicleta foi descontinuada em 1999, quando substituída pela XVS 1100 Dragstar.

Ficha Técnica

Cilindrada: 1063
Tipo de Motor: 4 tempos
Arrefecimento: Ar
Combustível: Gasolina
Potência Máxima: 61.7 hp a 5.600 rpm
Torque Máximo: 8.7 kgf.m a 3.000 rpm
Transmissão: 5 velocidades
Injeção: Carburada
Suspensão dianteira: Telescópica, 150 mm
Partida: Elétrica
Chassi: Aço
Suspensão traseira: Duplo amortecedor, 96 mm
Peso (seco): 221
Comprimento: 2285
Largura: 840
Altura: 1190
Altura do Banco: 715
Distância entre Eixos: 1525
Pneu Dianteiro: 100/90-19
Pneu Traseiro: 140/60-15
Capacidade do tanque: 16
Balança: Convencional

Outras Versões

XV 1100 Virago:   1999 / 1998 / 1997 / 1996 / 1995 / 1994 / 1993 / 1992
mais opções

Todas as Avaliações da Yamaha XV 1100

Recomendo
Classificação
Prós:
Posição de dirigir muito boa, muito potente, visual bom.
Contras:
Muito pesada, consome muito.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Menos de um ano
Tipo de Uso:
Utilitário (Trabalho)
Terreno Testado:
Urbano
Quilometragem:
98000
Manutenção:
Dentro do esperado
Custo de Mantenção:
Alto
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 25/09/2021
SIM
Esta análise foi útil para você?
3 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Prós:
Design incrível para quem gosta do estilo, conforto, prazer ao pilotar.
Contras:
Os contras não existem, é uma 1100 Cruiser de 95, portanto não dá para se esperar consumo de Bis, a moto é para quem preza o prazer e um estilo diferenciado a das motos de plástico e Custom moderninhas.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Menos de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Estrada
Quilometragem:
80000
Manutenção:
Dentro do esperado
Custo de Mantenção:
Normal
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Enviada em 20/11/2021
SIM
Esta análise foi útil para você?
3 pessoas gostaram
Recomendo
Classificação
Prós:
Moto muito forte, anda muito, torque ótimo, transmissão via cardã, trata-se de uma Cruiser raiz, com muito estilo e transmite prazer ao pilotar.
Contras:
Atualmente já é meio complicado para encontrar peças, e os preços são altos.
Condições do Teste:
Tempo de uso:
Menos de um ano
Tipo de Uso:
Lazer
Terreno Testado:
Urbano, Terra, Estrada
Quilometragem:
54100
Manutenção:
Difício
Custo de Mantenção:
Alto
Satisfação Geral
Dirigibilidade
Visual
Consumo
Conforto
Custo X Benefício
Perfomance
Avaliação de RAMON MARTINO MONTANARI
Enviada em 24/02/2023
SIM
Esta análise foi útil para você?
0 pessoa gostou
mais opções

Guias de motos Yamaha

foto moto yamaha/xtz-150-crosser Yamaha XTZ 150 Crosser
Yamaha XTZ 150 Crosser
foto moto yamaha/crypton Yamaha Crypton
Yamaha Crypton
foto moto yamaha/wr-426f Yamaha WR 426F
Yamaha WR 426F
foto moto yamaha/ybr-125 Yamaha YBR 125
Yamaha YBR 125
foto moto yamaha/xt-660-r Yamaha XT 660 R
Yamaha XT 660 R

Notícias sobre motos da Yamaha

capa noticia Yamaha R 1: porque ícone da Yamaha deve sair de linha
Yamaha R 1: porque ícone da Yamaha deve sair de linha
Yamaha R 1: porque ícone da Yamaha deve sair de linha
capa noticia Exclusivo: apenas um país tem esta icônica moto Yamaha à venda
Exclusivo: apenas um país tem esta icônica moto Yamaha à venda
Exclusivo: apenas um país tem esta icônica moto Yamaha à venda
capa noticia Após Honda e Yamaha, outra marca lança 'aventureira incomum'
Após Honda e Yamaha, outra marca lança 'aventureira incomum'
Após Honda e Yamaha, outra marca lança 'aventureira incomum'
capa noticia Motos elétricas: Yamaha injetou R$ 100 MI em 'marca parceira'
Motos elétricas: Yamaha injetou R$ 100 MI em 'marca parceira'
Motos elétricas: Yamaha injetou R$ 100 MI em 'marca parceira'