Notícias e Conteúdo
Mercado

Honda XRE 300: história de sucesso – e algumas polêmicas

01/02/2022 - por

A XRE 300 está presente no mercado nacional como a autêntica herdeira da linhagem de motos de uso misto da Honda, numa história que começou com a chegada da XL 250R no Brasil. Desde então, a fabricante colocou uma gama de motos de uso misto no país, com XLX, NX… Mas atualmente quem segura a missão é a XRE 300, que deve continuar ainda por mais um bom tempo.

Honda XRE 300 – lançamento

A XRE 300 foi lançada no mercado nacional em 2009, apresentada junto da CB 300R. Em comum, além do motor, ambas as motos tinham a responsabilidade de substituir produtos fortes no mercado.

Publicidade

Enquanto a nova naked ocupava o lugar da CBX 250 Twister, a XRE 300 substituiu a XR 250 Tornado e também a NX4 Falcon 400, tudo de uma vez só. A CB 300R se apresentava como uma evolução da antiga Twister, mas a XRE 300 rompia com o conceito já visto nas antecessoras. Era uma motocicleta totalmente nova, de proposta inédita até então.

Publicidade

O grande destaque era o seu visual, com o farol e o para-lama superior fixados no chassi.  O motor também era novo, um monocilíndrico refrigerado a ar, alimentado por injeção eletrônica e com 291 cm³, com heranças do antigo conjunto da Tornado. Assim, entregava potência de 26,1 cv, a 7.500 rpm e 2,81 kgfm aos 6.000 giros, com câmbio de cinco marchas.

honda xre 300 2009

A XRE 300 chegou ao mercado com uma nova proposta, diferente das trail anteriores da marca. E também com um ‘bico de mosquito’, que logo se tornaria sua marca registrada

Publicidade

Inicialmente, a XRE custava R$ 12.890 – em tempos de salário mínimo de R$ 465. O modelo estava disponível nas cores metálicas amarelo, preto e vermelho.

Atualizações na Honda XRE 300

Em 2013 XRE 300 ganhou suas primeiras grandes mudanças, especialmente com uma atualização no visual. Os painéis laterais foram redesenhados, junto do novo tanque de combustível, com capacidade para 13,4 litros.

Na parte técnica a novidade era a chegada do motor flex. O novo propulsor ainda rendia os mesmos 26,1 cv e 2,81 kgfm com gasolina, enquanto com etanol eram 26,3 cv e 2,85 kgfm. O modelo era disponível ainda nas versões com e sem ABS.

Trail da Honda ganhou suas primeiras mudanças em 2013

Publicidade

Em 2016 a moto ganhou um novo painel de instrumentos e novos comandos no guidão. A capacidade do tanque de combustível aumentou sutilmente, para 13,8 litros. Além disso, o motor flex teve uma redução de potência e torque para 25,6 cv e 2,8 kgfm, para atender às novas normas de emissões de poluentes.

Veja também:

XRE 300 e os problemas no cabeçote

A Honda XRE 300 nasceu compartilhando o motor com a CB 300R. Segundo a marca, um novo motor baseado no das antigas Tornado e Twister 250, porém redimensionado, partindo dos 249 cc para os 291 cc. Para atender às exigências de emissões, o conjunto ganhou ainda a injeção eletrônica.

honda xre 300 2016

Depois de muitas polêmicas envolvendo problemas mecânicos e quebras, em 2016 a XRE recebeu importantes atualizações mecânicas

Publicidade

As novidades do propulsor incluíam também o aumento das válvulas de admissão e escape. No entanto, isso resultava em uma menor espessura das paredes do cabeçote, onde as velas ficam alojadas. O resultado foi superaquecimento e outros problemas no conjunto. Mas tarde, inúmeros proprietários relatariam problemas com trincas nos cabeçotes, o que acabaria manchando a imagem do modelo.

Segundo a Honda, em 2016 o problema foi sanado. A lista de melhorias da fabricante incluiu uma série de pequenos ajustes, incluindo a adoção de componentes redimensionados e o desenvolvimento de um novo cabeçote. Assim, as melhorias da marca incluíram uma melhora da ventilação do próprio cabeçote, novo reforço ao redor da vela e novo formato da coroa de pistão.

xre 300 e lander

A principal rival da XRE é a Yamaha Lander, que chegou ao mercado alguns anos antes. Há mais de uma década no mercado, ambos os modelos estão em sua segunda geração

Publicidade

 

A bem-vinda segunda geração

Em 2019 a XRE 300 teve sua atualização mais significativa, gerando praticamente uma segunda geração do modelo. A trail da Honda ganhou um conjunto visual completamente novo, com carenagens redesenhadas, bico menor, linhas mais compactas, ar mais moderno. Além disso, recebeu iluminação full LED e painel tipo Blackout, com informações de fácil e rápida visualização no conjunto.

A versão Rally tem visual inspirado nas grandes aventureiras da marca, como a Africa Twin. É a versão mais cara, junto da Adventure

O motor é o mesmo monocilíndrico, DOHC, de 291,6 cm³ e arrefecimento a ar, revisado e que gera 25,6 cv (com etanol, na gasolina são 25,4 cv) a 7.500 rpm e 2,80 kgf.m (2,76 kgf.m com gasolina) de torque a 6.000 rpm. O câmbio segue o mesmo, com cinco marchas, valorizando o torque.

Feita para enfrentar as adversidades de terreno, as suspensões têm 245 mm de curso na frente e 225 mm atrás. As rodas aro 21 na dianteira e 18 na traseira tem aros e a balança são em alumínio. Segurando o conjunto com peso seco de 148 kg está disponível o ABS de dois canais, mas sem a possibilidade de desligamento parcial ou total.

Nos últimos anos surgiram vários rumores de que a Honda aposentaria a XRE 300, colocando outro modelo em seu lugar. Talvez até a CRF, já disponível no exterior. Entretanto, a veterana nacional segue firme representando a marca no segmento – e liderando as vendas do nicho

Quanto custa a XRE 300 2022

Muito se falou sobre uma possível renovação da linha de uso misto da Honda. O provável mudança seria a inclusão das CRF 250 / 300, à venda no exterior, aqui no Brasil. No entanto, as importadas não devem ser nacionalizadas para substituir o projeto nacional da XRE tão cedo.

Nova XRE

Preço sugerido pelas XRE 300 Adventure e Rally é de R$ 22.310, porém o modelo acaba passando dos R$ 27 mil nas concessionárias

Prova disso é que a nova XRE 300 segue firme nas concessionárias, disponível em sua versão 2022 que tem como novidades apenas cores e grafismos inéditos. Mais do que isso, segue disponível nas três versões ABS, Rally e Adventure, com apenas diferenças no visual. Mais do que isso, trata-se de uma moto que sempre vendeu números volumosos sobre a concorrência.

Atualmente, uma XRE 300 custa a partir de R$ 21.800 de acordo com seu preço sugerido. É a versão ABS, à venda apenas em cinza. As Rally (vermelho) e Adventure (cinza fosco) saem por R$ 22.310. Entretanto o modelo acaba custando mais nas concessionárias. Segundo a Tabela Fipe, uma XRE ABS custa R$ 26.291, enquanto as Adventure e Rally têm preço logo acima dos R$ 27.100.

buscar conteúdo

Encontre anúncios, guias, notícias e conteúdos sobre motos.

É expressamente proibida a reprodução de qualquer matéria sem a prévia autorização do Motonline e dos autores (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98).
Proibida a reprodução parcial ou integral mesmo que citada a fonte. Todos os direitos reservados. As matérias assinadas são de exclusiva responsabilidade de seus autores.
© 1999 a 2015. WEBTRENDS NEGOCIOS DE INTERNET LTDA.