customizacao-de-moto-2

Com motor de avião, moto brasileira vence evento de customização nos EUA

Mais um título do Daytona Bike Week (considerado o maior evento de customização do mundo) para o brasileiro Tarso Marques. Desta vez, a conquista veio através da motocicleta TMC Dumont, modelo futurista equipado com motor aeronáutico Rolls-Royce Continental V6 com 300 cv e rodas de 36 polegadas totalmente vazadas concebidas especialmente para esta criação.

Criador e criatura. Tarso Marques, ex-piloto de F1 (Stock e Indy) e renomado customizador ao lado da TMC Dumont - modelo futurista equipado com motor de Rolls-Royce com 300 cv e rodas de 36 polegadas, que venceu prêmio de customização nos EUA

Criador e criatura. Tarso Marques, ex-piloto de F1 (Stock e Indy) e renomado customizador ao lado da TMC Dumont – modelo futurista equipado com motor de Rolls-Royce com 300 cv e rodas de 36 polegadas, que venceu prêmio de customização nos EUA

Este foi o sexto troféu Tarso Marques Concept no evento, mas teve um gosto especial por se tratar da primeira vez em que o customizador (e ex-piloto de Fórmula, Stock Car e Indy) concorreu com uma motocicleta criada e desenvolvida totalmente no Brasil. O nome TMC Dumont é alusivo a seu estúdio e uma homenagem ao pai da aviação nacional, o brasileiro Alberto Santos Dumont.

TMC Dumont, como se uma moto com motor de avião Rolls-Royce de 300 cv não bastasse…

O visual da TMC Dumont é tão futurista e fora do convencional que o design quase (nota, quase) ofusca o fato do modelo ser equipado com um motor de avião do anos 1960. A moto emprega muita fibra de carbono, cromados e ligas metálicas nobres em todo o conjunto, além das enormes rodas vazadas. O resultado é um perturbador produto de ficção científica… e totalmente nacional.

Um dos critérios no Daytona Bike Week é que os protótipos andem normalmente (ou simplesmente andem...). O que você acharia de um rolê com esta máquina futurista?

Um dos critérios no Daytona Bike Week é que os protótipos andem normalmente (ou simplesmente andem…). O que você acharia de um rolê com esta máquina futurista?

O estúdio de Tarso é multipremiado internacionalmente e tido como uma das maiores referências em design de veículos (carros, motos, embarcações e aeronaves) da América Latina, mas fora consumido de uma forma especial neste projeto. Segundo o próprio Tarso, foi uma ideia que amadureceu por 15 anos. “Não o desenvolvi antes pois era muito difícil de concretizá-lo sem auxilio tecnológico de parceiros de fora. E eu queria que este fosse um projeto 100% brasileiro. Sem qualquer fornecedor estrangeiro. Tudo nela foi desenvolvido e fabricado no Brasil, da pintura repleta de areografia à usinagem das rodas e chassi”, destacou o artista.

Mais do que design, soluções em engenharia... esqueça balança ou garfo convencionais para dar suporte às rodas neste conceito

Mais do que design, soluções em engenharia… esqueça balança ou garfo convencionais para dar suporte às rodas neste conceito

Um destes desafios estava em fazer o motor aeronáutico funcionar numa motocicleta de forma eficiente (uma regra do concurso, naturalmente, é que as motos funcionem normalmente). Segundo Tarso, o propulsor foi encontrado totalmente acabado em um aeroclube no Paraná, e por isso projeto precisou abrir o motor inteiro e praticamente refazê-lo, desde refrigeração, bomba de combustível, até usinagem de algumas peças específicas. A parte de transmissão do tipo CVT utilizada, por exemplo, teve que ser desenvolvida pela própria TMC, projeto e fabricação. “Na restauração do motor, tivemos total apoio da Universidade Tuiuti (PR), com equipe formada por alunos e professores do curso de engenharia. Para se ter ideia, até mesmo o conjunto de freios, formado pelas pinças e discos, foram totalmente fabricados por nós, no corte a laser e usinagem na TMC”, explica.

As rodas de 36 polegadas de diâmetro (quase 1,5 metro) também imprimiram um desafio à parte. Elas foram criadas pela TMC e requisitaram o desenvolvimento de pneus próprios, o que também ficou a cargo do estúdio. Mais que design, ‘as maiores rodas do mundo já fabricadas para uma moto’ (segundo Tarso) significaram um desafio de engenharia, pois são fixadas ao veículo sem aros ou cubo central, e também dispensam bengala na suspensão e roda traseira ou garfo dianteiro – também para fixação da suspensão, guidão e roda dianteira. As rodas estão fixadas em uma seção inferior de forma sutil, para que a ideia de que o modelo rode “flutuando” fique evidente, solução que pesou para que o projeto fosse vencedor do Daytona Bike Week 2018.

O design do protótipo é complementado por outros elementos – que funcionam de forma quase mágica, totalmente distante do convencional das motos produzidas em série. Do cabeamento do guidão, velocímetro, iluminação retrátil, até tanque de combustível em alumínio (16 litros), reservatório de óleo (8 litros) e conjunto de suspensões (reguladas eletronicamente por um botão ou controle remoto),  é praticamente impossível dizer qual componente é o que. Há fluidez e beleza, independente do lugar para o qual se olhe.

Orgulho brasileiro e homenagem ao pai da aviação

Moto foi totalmente desenvolvida no Brasil e se mostrou a concretização de um sonho que acompanhou Tarso por mais de 15 anos

Moto foi totalmente desenvolvida no Brasil e se mostrou a concretização de um sonho que acompanhou Tarso por mais de 15 anos

Tarso conta que o processo de fabricação e montagem da moto levou cerca de três meses, se tratando de um trabalho guardado a sete chaves mas que obteve um resultado surpreendente. “O modelo é inovador e representa fielmente agora a capacidade que nosso país tem em concretizar projetos únicos. O motor de avião, o visual futurista e até o guidão e painel inspirados na aerodinâmica dos aviões, fizeram com que este projeto da TMC Dumont homenageasse um brasileiro visionário: Alberto Santos Dumont. Minha maior motivação foi mostrar para os americanos a nossa capacidade de criação e inovação com um projeto 100% nacional. E acho que esses troféus das fotos respondem bem essa dúvida e comprovam que, não apenas tivemos sucesso, mas que o sonho valeu a pena”, finaliza.

O que o Daytona Bike Week representa no universo da customizaçãocustomizacao-de-moto-3

Organizado todos os anos em Daytona Beach, na Flórida, o local se transforma em uma verdadeira meca para os motociclistas durante essa época do ano, especialmente em março, quando costuma ocorrer o evento. Com 77 anos de tradição e reconhecimento mundial, o Daytona Bike Week reúne sempre os maiores fabricantes e customizadores do mundo nas ruas da famosa praia americana. Para ter ideia de sua dimensão, são mais de 500 mil pessoas que participam da festa, todos com um mesmo gosto: a paixão pelas motos. Não por menos, por lá já saíram nomes famosos da fabricação e customização de motocicletas, como os integrantes da família Teutul, da Orange County Choppers; além de Dave Perewitz, Indian Larry, Cyril Huze, entre outros.

Separador_motos



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.