A Renault-Nissan, o governo da Irlanda e a ESB aliam-se para gerar mobilidade sem emissões

A Renault-Nissan, o governo da Irlanda e a ESB aliam-se para gerar mobilidade sem emissões

A Renault-Nissan, o governo da Irlanda e a ESB aliam-se para gerar mobilidade sem emissões

O ministro de energia da Irlanda anunciou um plano de eletrificação automotiva irlandesa, resultado da colaboração entre o governo local, o fornecedor de eletricidade semi-estadual ESB e as montadoras Renault-Nissan.

Nas palavras do ministro Eamon Ryan, –Este histórico acordo prova que o governo tem a firme intenção de agir no sentido da eletrificação do transporte. Poucos meses atrás, anunciei o alvo governamental de passar para até 10% o número de veículos elétricos em 2010. O atual memorando de entendimento nos ajudará a não apenas atingir esse objetivo, mas sobrepujá-lo. Estamos bem nesse caminho e nossas ruas muito breve estarão vendo esta mudança–.

Em novembro do ano passado, a Irlanda deixou claro que estava aberta a automóveis elétricos. A Renault-Nissan atenderam à chamada, mas as intenções governamentais não dão exclusividade à montadora franco-nipônica.

Os memorandos de entendimento assinados pelo ministro Ryan pelo governo e por Padraig pela ESB criarão condições favoráveis para a distribuição de veículos elétricos ao mercado irlandês pela Renault-Nissan. Diz o ministro, –Esta colaboração dará ao mundo um modelo de como os veículos elétricos poderão ser aceitos globalmente–.

O executivo-chefe da ESB, Padraig McManus, vê o memorando como –Uma oportunidade para a Irlanda demonstrar sua liderança na revolução verde, inclusive no transporte elétrico. A ESB tem planos de se tornar neutra em carbono em 2035, e a eletricidade neutra em carbono acionará o sistema de transporte livre de emissões. A ESB fornecerá uma rede de carregamento para apoiar o desenvolvimento. Nós garantiremos acesso aberto a todos os fornecedores de eletricidade e fabricantes de automóveis, e podemos garantir aderência aos mais estritos padrões de segurança aos pontos de recarga. O aparecimento de veículos elétricos gerará grandes oportunidades de emprego em várias áreas.–

Andrew Palmer, vice-presidente sênior da Nissan Motor Company, diz que a Aliança Renault-Nissan encara a Irlanda como líder no projeto EV (veículos elétricos). A demografia e o apoio político tornam a Irlanda um dos locais mais adequados ao aparecimento de veículos elétricos em larga escala.

A ESB foi fundada em 1927 e é a principal fornecedora de energia elétrica da Irlanda. Verticalmente integrada, ela distribui e fornece eletricidade dentro de um mercado altamente regulado. Emprega cerca de 6.500 pessoas, e sua filial, ESB International, emprega 1.200 em negócios no Exterior, em mais de 100 países. Vende 3,5 bilhões de euros ao ano e hoje tem um valor de 6,5 bilhões de euros.

A Aliança Renault-Nissan foi fundada em 1999 e vendeu 6.090.204 veículos no ano passado. Seu objetivo é tornar-se uma das três maiores fabricantes de veículos do mundo.


José Luiz Vieira, Diretor, engenheiro automotivo e jornalista. Foi editor do caderno de veículos do jornal O Estado de S. Paulo; dirigiu durante oito anos a revista Motor3, atuou como consultor de empresas como a Translor e Scania. É editor do site: www.techtalk.com.br e www.classiccars.com.br; diretor de redação da revista Carga & Transporte.