Notícias e Conteúdo

Novidades

Himalayan: como é o Tripper, novo sistema de navegação

19/02/2021 - por

A nova geração da Royal Enfield Himalayan chegou com uma interessante novidade: a adoção do Tripper, sistema de navegação curva a curva que aos poucos passa a equipar diferentes modelos da marca. Além disso, a trail recebeu outras melhorias, como assento mais macio, carenagem do tanque mais estreita e bagageiro reforçado.

Nova geração da Royal Enfield vendida no exterior adotou o Tripper, sistema de navegação curva a curva desenvolvido pela RE em parceria com o Google

Mas, calma. Infelizmente, nem todas as novidades estão inclusas na Himalayan 2021 à venda no Brasil. Além do Tripper, a ‘nossa’ moto não possui a versão equipada com top case e proteções, bem como não tem as mesmas opções de cores do modelo à venda no exterior, especialmente na Índia, novo lar da Royal Enfield.

Como é o Tripper, sistema de navegação da Royal Enfield

Por aqui o Tripper deve estrear com a chegada da Meteor 350, nova clássica da marca com previsão de lançamento para os próximos meses. O sistema foi desenvolvido pela RE em parceria com o Google e funciona via smartphone, através do Google Maps, exibindo informações em uma pequena tela própria, posicionada junto ao painel de instrumentos.

Publicidade

Tripper exibe informações em uma tele colorida, exclusiva, à direita dos demais instrumentos. Restante do painel é igual ao da Himlayan à venda no Brasil

Na prática, o Tripper antecipa ao motociclista quais curvas encontrará pela frente e informa o piloto sobre distância e ângulo das mesmas. Para funcionar, o sistema pareia moto e smartphone via bluetooth, sincronizando a motocicleta com os dados disponíveis nos servidores Google. Veja o sistema em funcionamento no vídeo.

O que mais mudou na nova Himalayan

Como está acoplado ‘ao lado’ dos demais instrumentos do painel, o Tripper trouxe consigo a adoção de uma nova bolha, mais larga. Além disso, a nova Himalayan recebeu uma série de novidades pontuais – e positivas.

Exceto o Tripper, as demais atualizações importantes da Himalayan também chegaram ao Brasil. Destaque ao ABS comutável, que garante mais diversão na terra

É o caso do freio ABS comutável (pode ser desligado na roda traseira) e do descanso lateral menor e mais inclinado, que gera mais segurança ao estacionar em pisos não planos. Os protetores do tanque estão mais esguios e, assim, pararam de incomodar as pernas do piloto. A proteção do escapamento, próxima ao pedal do freio, também diminuiu para gerar mais conforto. Por fim, o bagageiro recebeu modificações e, reforçado, suporta até 5 kg.

Tripper deve chegar ao país com a Meteor 350, próximo lançamento da Royal Enfield por aqui

Publicidade

Na mecânica praticamente nada mudou. O motor é o mesmo de um cilindro, arrefecido a ar, com 411 cm³ e que desenvolve 24,5 cv a 6.500 rpm e 3,4 kgf.m de torque a 4.000 rpm, que trabalha junto do câmbio de cinco velocidades. As rodas raiadas são aro 21″ na dianteira e 17″ atrás, calçando pneus de uso misto.

Nova Himalayan no Brasil

A Himalayan é o modelo mais vendido da RE no mercado nacional, somando quase 900 emplacamentos em 2020, o que nos leva a acreditar que em breve ela também receberá o Tripper por aqui. Atualmente, seu preço sugerido é de R$ 19.490. Veja como ela se saiu no nosso teste e sua ficha técnica aqui.

buscar conteúdo

Encontre notícias e conteúdos sobre motos.

buscar nos classificados

Encontre a moto dos seus sonhos!

Comprar e Vender Motos
X
É expressamente proibida a reprodução de qualquer matéria sem a prévia autorização do Motonline e dos autores (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98).
Proibida a reprodução parcial ou integral mesmo que citada a fonte. Todos os direitos reservados. As matérias assinadas são de exclusiva responsabilidade de seus autores.
© 1999 a 2015. WEBTRENDS NEGOCIOS DE INTERNET LTDA.