Notícias e Conteúdo
Teste completo

Teste Honda Elite 125: fiel companheiro na cidade

17/01/2022 - por

O Elite 125 é o scooter mais barato da Honda atualmente, cumprindo o papel de primeiro degrau da marca no segmento. Ele chegou ao país em 2019 (quando acompanhamos seu lançamento), bateu seu recorde de vendas em 2021 (com mais de 21 mil unidades) e agora passou por um merecido teste completo.

Saiba como o Honda Elite 125 se saiu no teste abaixo. Antes, seu preço. Neste início de 2022, o preço sugerido pelo pequeno scooter é de R$ 10.530, mas segundo a Fipe ele acaba custando um pouco mais nas concessionárias, cerca de R$ 12.664.

honda elite 125 em teste
Publicidade

Rodamos com o Elite 125 2022! O modelo mostrou agilidade e estilo para as cidades, mas deixou claro que as estradas não são o seu forte

 

Publicidade

Teste Honda Elite 125 2022

Antes de falar sobre como é rodar com o Elite 125, vamos à apresentação oficial do modelo. Trata-se de um produto de entrada, leve, econômico, mas bem equipado para a categoria. Ocupa o lugar que um dia já pertenceu ao saudoso Lead 110.

elite 125 2022 preço

Elite 125 tem preço próximo aos R$ 10 mil atualmente. Porém, nas concessionárias se costuma pagar um pouco mais

Publicidade

A ficha técnica pode começar pela iluminação com farol em LED, painel totalmente digital, freios combinados CBS, cavalete central e freio de estacionamento. Para mais comodidade, possui gancho sob a carenagem, porta objetos atrás do guidão e o tradicional compartimento sob o banco.

O motor é um monocilíndrico, arrefecido a ar, de 124,9 cm³. Movido apenas a gasolina – e alimentado por injeção eletrônica, entrega 9,34 cv e 1,05 kgf.m de potência e torque máximos, a 7.500 rpm e 6.000 rpm. O câmbio é automático, CVT. Pequeno, é 20 cm mais curto que o PCX e pesa apenas 104 kg.

 

Como é andar com a Honda Elite

Ao primeiro contato, antes mesmo de dar a partida, a impressão que tenho é a de que será uma moto fácil de pilotar, leve, e até confortável para a categoria. Bastam poucos minutos rodando com a Elite para confirmar todas as hipóteses.

Publicidade
andar com elite 125

Leve e com entre eixos curto, não costuma raspar em lombadas (mesmo com pouco mais de 10 cm de altura do solo). É fácil de manobrar e passa com tranquilidade entre os carros

É uma moto muito ágil. Com entre eixos curto (1.223 mm) ela não exige qualquer esforço para uma mudanças bruscas de direção, como para desviar de um buraco. Aliás, na cidade está em casa. Passa com facilidade nos corredores e não costuma raspar em lombadas. Leve e com centro de gravidade baixo, garante uma pilotagem divertida.

Iluminação em LED cumpre seu papel, iluminando bem o caminho. Também gostei dos porta objetos e do sistema que desliga o motor ao mover o pezinho

nas rodovias ela não fica à vontade. O desempenho do motor não satisfaz, precisando de um certo tempo e exigindo cuidado para chegar perto dos 100 km/h (no painel). Assim, não garante segurança para as pistas expressas ou ultrapassagens. Se você precisa de uma moto para as BRs é melhor considerar outras opções.

Publicidade

 

Consumo Elite 125 2022

No consumo nós tivemos uma pequena surpresa negativa, pois ela não se mostrou tão econômica quanto nos testes de homologação do modelo no mercado brasileiro. Afinal, no laboratório rodou 53,8 km/litro de gasolina no uso urbano e 38 km/litro na estrada.

Entretanto, no nosso teste acabou ficando um pouco abaixo. Na cidade foram 39 km/litro, enquanto na rodovia a Elite 125 fez pouco mais de 34 km/litro. Nos deu saudades da Biz 125, com qual fizemos inacreditáveis 75 km/litro!

Publicidade

 

Pontos fortes e fracos da Elite 2022

O Elite 125 é um bom scooter. Seu conjunto óptico ilumina bem e o motor tem boas arrancadas. Possui um curioso sistema de freio de estacionamento e algumas comodidades que me agradaram, como o fato de desligar ao baixar o pezinho. O nível de acabamento também manda bem, com alguns detalhes remetendo à fibra de carbono, e as suspensões são bem calibradas.

consumo e velocidade final elite 125

Velocidade máxima ficou bem próxima aos 100 km/h. Já o consumo do Elite foi de 39 km/litro na cidade e 34 km/litro em estradas

Os pontos fracos ficam com o desempenho do motor em altas velocidades e o consumo. Além disso, o espaço abaixo do banco não comporta capacetes integrais (apenas abertos). Como os demais modelos da categoria, tem seu conforto prejudicado pelo tamanho das rodas (12 polegadas na frente e 10 atrás) e leveza, que acaba fazendo com que a moto ‘pule’ muito em buracos e imperfeições. O preço, ao meu ver, também poderia ser mais convidativo – especialmente se considerarmos o valor cobrado pelas concessionárias.

 

Detalhes do Honda Elite 2022

O Honda Elite chegou ao seu modelo 2022 com mudanças sutis, apenas visuais. Recebeu uma cor inédita, grafismos atualizados e também ampliação de áreas em preto na parte frontal e lateral inferior. O tom azul claro saiu do catálogo e está disponível nas cores cinza metálico (novidade), vermelho perolizado e branco.

 

Teste Elite 125: vale a pena?

Sim, vale. O Elite 125 é um scooter confiável, bem equipado e bonito. Assim, não é estranho ver suas vendas crescendo no segmento dos modelos de entrada. Mas, lembrando, o desempenho um pouco abaixo do esperado deixa claro que ele não é a melhor opção na hora de pegar a estrada.

honda elite 2022 vermelho

Bem equipado, o Elite é uma bela opção para quem quer conquistar sua liberdade e dar adeus ao busão. Só precisa ter um pouco de cuidado (e paciência) ao pegar a estrada

buscar conteúdo

Encontre anúncios, guias, notícias e conteúdos sobre motos.

É expressamente proibida a reprodução de qualquer matéria sem a prévia autorização do Motonline e dos autores (Inciso I do Artigo 29 - Lei 9.610/98).
Proibida a reprodução parcial ou integral mesmo que citada a fonte. Todos os direitos reservados. As matérias assinadas são de exclusiva responsabilidade de seus autores.
© 1999 a 2015. WEBTRENDS NEGOCIOS DE INTERNET LTDA.