A Abram pronuncia sobre a cobrança de pedágio para as motocicletas pela NovaDutra

A Associa‡Æo rasileira de Motociclistas – ABRAM, atrav‚s deste comunicado vem a p£blico manifestar sua total indigna‡Æo com a comunica‡Æo feita pela NOVADUTRA (10/04/2007) a respeito da “retomada” da cobran‡a de ped gio para motocicletas, ap¢s 10 anos da inexistˆncia de cobran‡a no estado de SÆo Paulo, entendemos ser um desrespeito para com a comunidade motocicl¡stica que no estado de SÆo Paulo que totaliza quase 2 milhäes de cidadÆos, entre motociclistas usu rios, profissionais, militares, esportistas e estradeiros.

O momento nÆo poderia ser mais inoportuno, uma vez que os motociclistas tem diante de si as novas Resolu‡äes do CONTRAN (Resolu‡Æo 203/06 e a Resolu‡Æo 219/07), que estabelecem mudan‡as significativas que implicarÆo em despesas extras.

A alega‡Æo feita pela concession ria NOVADUTRA de que a cobran‡a se deve ao aumento da frota de motos e por conseguinte o envolvimento da motocicleta em acidentes de trƒnsito, ‚ ABSURDA e question vel, pois em nenhum momento a ABRAM foi procurada para tomar conhecimento “destes” n£meros, e estranhamente, esta foi tamb‚m a alega‡Æo apresentada pelo Governo Federal para o aumento do DPVAT para a motocicleta, que subiu em 2007 para 130% (cento e trinta por cento), passando de R$ 81,90 (oitenta e um reais e noventa centavos) para R$184,00 (cento e oitenta e quatro reais), fato esse que esta sendo denunciado ao Minist‚rio P£blico Federal.

A motocicleta ‚ um ve¡culo que vem ganhando espa‡o no cen rio nacional em razÆo principalmente da economia que proporciona aos seus usu rios, especialmente para aqueles que a utilizam como meio de transporte ou como ferramenta de trabalho, por esta razÆo entendemos ser absurda a cobran‡a de ped gio para motocicletas.

Lamentavelmente esta atitude, certamente resultar  em protestos, manifesta‡äes e interpela‡äes que poderiam ser evitadas com bom senso e com o di logo.

A Associa‡Æo Brasileira de Motociclistas (ABRAM), buscar  os caminhos jur¡dicos e legais, a fim de coibir mais “esse fardo” que querem colocar sobre os motociclistas brasileiros, pois nossa missÆo ‚ contruibuir para constru‡Æo de um motociclismo melhor e neste sentido, estamos sempre … disposi‡Æo.
Lucas Pimentel – Presidente da ABRAM