Abraciclo -Indústria de Motocicletas conclui o ano com crescimento

Abraciclo -Indústria de Motocicletas conclui o ano com crescimento

Abraciclo -Indústria de Motocicletas conclui o ano com crescimento

O mercado interno de motocicleta cresceu 17,5% em 2008, mesmo com desaceleração nos últimos meses do ano.

As vendas no mercado interno do setor de duas rodas superaram as expectativas e tiveram crescimento de 17,5% em relação ao ano de 2007. Ainda segundo dados da Abraciclo – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares- em 2008 foram produzidas 2.140.907 motocicletas.

Entre janeiro e dezembro deste ano foram vendidas 1.879.695 unidades, contra 1.600.157 que foram comercializadas em 2007. Já no comparativo entre o mês de dezembro e novembro de 2008 as vendas apresentam uma queda de 8,6% no mercado interno (99.292 unidades contra 108.687).

Quanto à produção, em dezembro, 121.745 motocicletas saíram das linhas de montagem do Pólo Industrial de Manaus, sendo que em novembro este número chegou a 179.569 unidades, o que representa uma queda de 32,2%. Mas ainda assim, no acumulado do ano, a produção foi 23,4% superior a 2007, quando foram fabricadas 1.734.349 motos.

Com relação às expectativas de 2009, a Abraciclo não se manifestará por enquanto. Isso porque os resultados das medidas anunciadas pelo governo no fim do ano passado começarão a ser sentidos a partir deste mês. Diante disso, não é possível fazer uma análise real de como será o comportamento do mercado. “Consideramos mais prudente aguardar um pouco mais para desenhar o cenário de 2009. É impossível ter a dimensão efetiva do quanto às medidas afetarão o setor. Qualquer colocação neste momento seria mera futurologia”, explicou Paulo Takeuchi, presidente da entidade.

Exportações – Em dezembro 10.109 motos foram comercializadas para o mercado externo. Isso significa um pequeno incremento: 3,4% maior que em novembro de 2008 e 8,7% maior que dezembro de 2007.