Júlio César Zavatti, venceu a categoria Elite na 2ª etapa da Copa Pakato de Enduro

Bissinho vence e assume liderança da Elite na Copa Pakato de Enduro

Júlio César Zavatti, venceu a categoria Elite na 2ª etapa da Copa Pakato de Enduro

Júlio César Zavatti, venceu a categoria Elite na 2ª etapa da Copa Pakato de Enduro

A natureza da região de Ribeirão Pires (SP) foi um dos pontos altos da segunda etapa da Copa Pakato de Enduro, disputada neste domingo (13).

A prova que também valeu pelo Campeonato Paulista de Enduro FIM voltou a repetir o sucesso da abertura, reunindo os grandes nomes da modalidade no país. Na principal categoria, a Elite, o vencedor foi Júlio César Zavatti, o Bissinho, da equipe Sherco. O atual campeão da competição teve um dia excelente. A grande ausência na disputa pela vitória foi Felipe Zanol, piloto que até então era líder da classificação, a briga ficou entre Bissinho e Thiago Veloso que acabou na segunda colocação. Com 27 segundos à frente, o resultado foi tranqüilo para o vencedor que conquistou também a liderança do campeonato.

A chuva fina que caiu na noite anterior e logo pela manhã deixou o circuito bastante complicado para os competidores. Três Enduros Tests estavam programados inicialmente, mas o segundo teve de ser cancelado, pois o mau tempo deixou o trecho do percurso inviável. Com isso, os 26 quilômetros de cada volta do trajeto original passaram a ser 20, sendo necessárias três voltas para completar a prova. Muito liso, o percurso impôs cada vez mais dificuldades aos participantes. No decorrer das voltas, os atoleiros causaram muitos abandonos e algumas motos precisaram de ajuda da organização para deixar o local.

A Elite, categoria que conta com os mais importantes nomes da modalidade, sofreu algumas baixas importantes nesta etapa. O até então líder e vencedor da primeira etapa, Felipe Zanol, só participou da largada, pois, lesionado, não tinha condições de seguir na corrida. Mesmo assim, o mineiro da equipe Gas Gas, não desanimou, após conseguir os pontos extras dados a cada um que participa da etapa. “De fora dá para acompanhar o ritmo dos concorrentes. Para mim, que não estou acostumado a estar fora das corridas, é bom ver um pouquinho como espectador”, disse o piloto que deve voltar aos treinos na próxima semana após uma nova avaliação médica.

O Extreme Test foi um presente não só para os participantes, mas também para o público que lotou a área em volta do circuito. Repleto de pedras soltas, tubos de concreto e pneus de caminhão, ele foi realizado no final de cada volta.

Para o segundo colocado, Thiago Veloso, o Extreme Test fez toda a diferença. “Foi uma prova diferente da abertura, que foi em trilhas mais abertas onde a potência do motor fazia muita diferença. A minha moto é uma 250cc e não tenho muita experiência no motocross, lá os Cross Tests predominaram, e acabei ficando em sétimo. A segunda colocação nesta etapa foi uma surpresa. Me senti confiante durante a prova, andei bem, mesmo com o pneu traseiro furado durante o último Enduro Test e o Extreme. Felizmente não atrapalhou no resultado”, revelou.

Assim como na primeira fase, as mulheres marcaram presença na competição. Na primeira prova, Sabrina Katana foi a representante, desta vez, Tainá Aguiar fez as vezes das mulheres enfrentando o difícil percurso.

Na classe E2, outra bastante disputada, o vencedor, Vinícius Calafati Ribeiro, de apenas 16 anos, estreou no lugar mais alto do pódio entre as principais categorias. “Foi uma prova muito difícil. O Extreme Test estava bem complicado e as trilhas muito lisas. Andei tranquilo sem cair e deu tudo certo”, analisou Ribeiro que venceu com menos de um segundo de vantagem sobre Felipe Legarrea. O vencedor da primeira etapa, Cauê Aguiar, teve de abandonar a prova ainda na primeira volta, com problemas mecânicos. Na E1 o destaque foi o catarinense Humberto Cadori, primeiro colocado com ampla vantagem sobre o paulista Dimas do Rosário, segundo colocado.

Fábio Simões, o Fabião, presidente do Adrenatrilha Trail Club, organizador do evento, disse que a chuva atrapalhou um pouco, mas nada que tirasse o brilho da etapa. “A cidade tem ótimas trilhas, mas com a chuva elas ficaram muito lisas, deixando a prova mais difícil. No decorrer das voltas, fomos tomando algumas decisões e conseguimos mantê-la com um bom nível, sem nenhum problema. Nem as ambulâncias precisaram ser acionadas. Com os transtornos solucionados em tempo, a prova acabou sendo um show”.

Confira o resultado de todas as categorias:
Elite
1 – 4 – Julio Cesar Zavatti (bissinho)
2 – 7 – Thiago Mendonca Veloso
3 – 8 – Sthenio Roberto P. Da Silva
4 – 3 – Marcio Rogerio Do Nascimento
5 – 5 – Thiago Carnio

Enduro 1
1 – 22 – Humberto Cadori Filho
2 – 13 – Dimas Nogueira Marcal V. Rosario
3 – 21 – Marcio Spaca Di Paolo
4 – 14 – Henry Horita
5 – 16 – Peterson Rebechi

Enduro 02
1 – 24 – Vinicius Calafati Ribeiro
2 – 26 – Felipe Legarrea
3 – 35 – Romulo Bottrel Alvarenga Neto
4 – 37 – Marcio Tazinazzo (grandao)
5 – 30 – Renato Hagio

Enduro 03
1 – 40 – Jose Roberto M. Polaz
2 – 41 – Giovanni C Galzerano
3 – 44 – Orivaldo Francisco Palatin Junior
4 – 42 – Valdemir Rodrigues Leite
5 – 45 – Anderson Rezende

Enduro 04
1 – 71 – Eduardo Tadashi Shiga
2 – 49 – Bruno Batista Martins
3 – 52 – Claudiney Da Silva Couto
4 – 59 – Thiago A. Christofoletti
5 – 57 – Eurico Borgonovi

Enduro 05
1 – 74 – Antonio Diogo Biasetto
2 – 77 – Leonardo Da Graca Ribeiro
3 – 76 – Luciano De Menezes
4 – 82 – Leandro Sbrissa
5 – 78 – Felipe Anzoli

Enduro 06
1 – 101 – David Rampazzo
2 – 103 – Daniel Mario Lago
3 – 109 – Jose Antonio Ramos Cadima
4 – 115 – Manoel Evaristo Barbosa Neto
5 – 110 – Theo De Souza Lopes

Enduro 07
1 – 121 – Adalberto Gerez
2 – 119 – Luigi Colella
3 – 120 – Dimas Mattos
4 – 123 – Carlos Alberto De Sessa
5 – 127 – Jorge Ohara

Enduro 08
1 – 132 – Lucas Yoshio Ohara
2 – 131 – Valdir Toledo ( Dil )
3 – 142 – Marcel Vieira De Araújo
4 – 134 – Leandro Jose Cassaro
5 – 139 – Laert Giovanelli Santos

Enduro 09
1 – 148 – Fabio Henrique Almeida Cardoso
2 – 153 – Oswaldo Almeida Viana Filho
3 – 151 – Francisco Pereira Justo
4 – 156 – Fabio Weber Donatelli
5 – 150 – Claudio Gotardo