Foto: N¡vel do ¢leo

Óleo, balanceada, feeling, editorial e caretice

Foto: N¡vel do ¢leo

Foto: N¡vel do ¢leo

Tite! Sempre entro no site e vejo a sessÆo Carta do Leitor e ultimamente nÆo estou gostando das respostas, nÆo por serem rudes ou grossas, mas sim por nÆo responder devidamente os leitores. Acho que esta sessÆo deve ser uma prestadora de servi‡o, que seria a informa‡Æo aos motociclistas, e como vc se prestou a esse servi‡o deveria informar tais leitores. Falo isso, pq nesta £ltima vi o povo perguntando sobre ¢leo e tamb‚m fico com d£vidas nesses quesitos mecƒnicos e nÆo houve resposta que realmente informasse o leitor.
Fernando – Cascavel-PR
Fernando, o Motonline nunca teve a pretensÆo de ser um “prestador de servi‡o”, mas um site de CONTEéDO. Mesmo assim, nestes 7 anos j  prestamos muito servi‡o. S¢ que nÆo d  pra responder a mesma pergunta um zilhÆo de vezes, por isso criamos o FAQ (perguntas mais freqentes), onde inclusive tem um cap¡tulo enorme sobre ¢leos, com todas as respostas. O problema ‚ que muita gente nÆo procura a resposta, acha mais f cil perguntar de novo. Por exemplo, no item 3 do FAQ tem uma mat‚ria gigante sobre ¢leo, vc j  leu?

Balanceada
Sou fa do site mas nao concordo de jeito nenhum quando vc disse que a moto esta torta , desalinhada, desbalanciada pq? Pq vc roda numa rua ou rodovia e elas sao mais altas no meio e baixas nas laterais pra nao acumular agua, e a moto anda em 90 graus e nao reta em rela‡ao ao asfalto certo , e vc faz muito mas voltas e curvas pro lado esquerdo , pq todo retorno toda mudan‡a de rota vc vira sempre pro lado esquerdo entau e natural q ela gaste mais pneu do lado esquerdo do q direito. Gostaria q vc voltasse atras na sua opiniao pq o senao o mecanico vai ouvir muito, e ele estava certo.
Sandro – Brusque, SC
Sandro, eu nÆo me importo quando algu‚m contesta uma afirma‡Æo, desde que ela tenha uma base t‚cnica comprovada. Argumentar que um pneu gasta mais de um lado porque as ruas sÆo convexas ‚ uma forma muito simplista de se livrar de um problema. Realmente as ruas sÆo convexas para escoar a  gua da chuva, mas imagine que a impronta (carimbo) do pneu 80/100-18 deve ser por volta de 5 x 10 cm, ou seja ‚ uma  rea muito pequena para sofrer interferˆncia da inclina‡Æo do asfalto, principalmente se o pneu estiver corretamente calibrado. Leve em conta que a f¢rmula de rolamento da roda ‚ a seguinte: Ec= m.æ.g.D, onde Ec ‚ rolamento, m ‚ massa do ve¡culo, æ ‚ coeficiente de atrito, g ‚ acelera‡Æo da gravidade e D ‚ deslocamento, ou seja, na f¢rmula nÆo entra o coeficiente de inclina‡Æo do solo! Al‚m disso, nenhum motociclista faz curvas s¢ para um lado! Note que se um pneu chega a apresentar desgaste acentuado de um lado (esquerdo ou direito) ‚ sinal que a marca TWI j  est  exposta h  muitos quil“metros, ou seja, esse pneu j  est  comprometido. Note tamb‚m que os leitores que comentam esse desgaste tˆm motos j  com uma certa quilometragem e que uma simples bucha gasta da balan‡a traseira, ou uma montagem errada do pneu, ou um leve desn¡vel no eixo traseiro na hora de ajustar a corrente j  sÆo suficientes para desalinhar o eixo de equil¡brio da moto. Portanto a alega‡Æo e que as ruas sÆo respons veis pelo desgaste irregular ‚ uma desculpa muito simples para algo que pode ser muito mais s‚rio.

Foto: Impronta do pneu em reta

Foto: Impronta do pneu em reta

Feeling
Ola, notei que em alguns testes voce comentou que determinada moto tinha maior ou menor tor‡Æo no quadro. Gostaria que voce me explicasse como julga isso, usa um extens“metro ou ‚ o feeling? No caso de quadros de motos, que sÆo lineares e a maior parte do tempo em posi‡Æo vertical, os esfor‡os normais nÆo sÆo superiores aos cisalhantes?
Tadeu – Joinville, SC
Lembra do Morris Albert? Pois ‚, tudo questÆo de feeling e de alguns testes que fa‡o com a moto em movimento. Mas ‚ truque de piloto de teste que nÆo conto a ningu‚m! Pode ter certeza que na hora da curva, em determinada velocidade, tem moto que d  a sensa‡Æo de ter uma dobradi‡a no meio, de tanta tor‡Æo! Quem pilotou uma Yamaha RD 350 sabe o que ‚ isso!

Editorial
Tite, Acabei de ler sua mat‚ria sobre este jovem aqui do RJ, ele morava a cerca de 200 metros da minha residˆncia. aqui no Jacarezinho ou em qualquer parte do estado do RJ, nossos policiais fazem abuso do poder nos humilhando a cada abordagem! talvez nÆo por sermos de etnias diferentes mas por utilizarmos este meio de transporte. pois o preconceito aos motociclistas e maior do que a pr¢pria etnia do seu condutor, sou um leitor ass¡duo deste site ‚ necess rio mudar as leis deste pais. (LisarB) e nÆo s¢ os policiais mas nossos governantes tamb‚m. a morte deste jovem ser  apenas mais uma estat¡stica. se for um policial ou um homen p£blico a pena dobra, uma pena duas vezes mais pesadas para quem comete qualquer crime. agora com morte deste jovem o julgamento deste Animal nÆo vai trazer de volta a vida deste ser-humano.
Joelson – Rio de Janeiro
Tite, parab‚ns pela mat‚ria sobre o rapaz que morreu por engano. Infelizmente, isso nÆo ‚ um caso isolado, pode-se dizer que ‚ uma rotina nos morros e comunidades pobres cariocas e onde hajam bolsäes de pobreza. Embora seja um caso chocante, nÆo mereceu, pelos meios de comunica‡Æo a devida repercussÆo. H  pouco meses, 5 jovens morreram em um acidente na lagoa. Eles vinham de uma noitada, em alta velocidade, capotou numa curva e bateu numa  rvore. Houve muita repercussÆo nos telejornais e impressos da cidade. Quando ocorreu a chacina de 28 pessoas em diferentes bairros da baixada fluminense por um grupo de policiais militares, nÆo mereceu, por parte da imprensa, a cobertura devida, enquanto a morte do papa JoÆo Paulo II, l  na It lia, teve cobertura permanente, merecendo, inclusive, por dias, programas inteiros dedicados ao tema. At‚ hoje nÆo aconteceu nada. Nada, nÆo. A testemunha chave, um PM corrupto e sanguin rio que participou da chacina, mas que estava entregando todo mundo, morreu por queima de arquivo. Ningu‚m filmou ou perguntou nada pra Concei‡Æo nem pra Maria das Dores da vida? E, se perguntassem, seriam coisas idiotas como, “o que a senhora est  sentindo agora, muita revolta?” Pessoas idosas e pobres morrem em filas nos postos do INSS, em hospitais p£blicos cariocas … espera de atendimento, notinha no jornal! Mas o Rio continua lindo, nÆo se importando se o seu mais conhecido cartÆo postal est  de costas para a cidade. Como diz aquela can‡Æo: “‚ preciso estar atento e forte”.
Klenio – Rio de Janeiro – RJ

Careta
ei tite, estive observando suas opiniäes sobre a pol¡tica p£blica em suas diversas  reas, sobre religiÆo (um tema delicad¡ssimo), legisla‡Æo e muitos outros mais do que isso, impressionante como cativa os usu rios a escreverem coisas sobre paz sejam elas praticantes ou nÆo. tu ‚ um cara politizado e inteligente, responde uma coisa, vocˆ fuma maconha? nÆo se fa‡a de careta!
eric – SP
Cara, j  perdi uma pessoa muito querida por causa de drogas. NÆo sou careta, mas nÆo uso nenhuma droga! Pra mim, caretice mesmo ‚ usar droga!