O piloto da Repsol Honda está desejoso por começar a sua primeira luta oficial com a sua RC212V de 2011

Stoner: Vai ser interessante ver quem vai lutar pela vitória na primeira corrida

O piloto da Repsol Honda está desejoso por começar a sua primeira luta oficial com a sua RC212V de 2011

O piloto da Repsol Honda está desejoso por começar a sua primeira luta oficial com a sua RC212V de 2011

Stoner: Casey Stoner regressou a casa satisfeito com os resultados obtidos em Sepang. Após alguns dias de descanso, e já com a mente no primeiro Grande Prémio do ano, o australiano está optimista em relação ao último Teste de pré-época no Qatar, antes do arranque do Campeonato do Mundo de MotoGP.

Casey, o que fizeste na Malásia, no último Teste, foi fantástico…?
“Bem, no dia anterior, quando terminámos o trabalho, estávamos conscientes que na manhã seguinte seríamos capazes de rodar abaixo dos dois minutos. Em Sepang a pista está, por norma, melhor de manhã, mas normalmente não nos sentimos a 100% nas primeiras voltas, prefiro estabelecer o meu melhor tempo no final do dia. Decidimos usar pneus macios e tentarmos ser os primeiros a rodar abaixo dos dois minutos. Para ser franco, não pensei que que houvesse apenas mais um piloto a rodar no mesmo ritmo porque a pista estava em óptimas condições. Temos de estar contentes com o trabalho que fizemos aqui, é muito bom.”

O Qatar é uma corrida especial para ti, já a venceste por várias vezes. Como é que te sentes em relação ao início da nova época??
“Estou muito excitado porque passámos muitos dias a treinar, mas essa não é a situação ideal, porque durante a pré-época não temos grande variedade de circuitos. Mesmo assim, as corridas estão finalmente a chegar e estou desejoso por ver que prestação apresentamos com esta equipa, como é que vou trabalhar com a moto no circuito e, acima de tudo, qual é o nível geral de todos. Estou certo que alguns pilotos estarão mais confiantes que outros, pelo que será interessante ver quem vai lutar pela vitória na primeira corrida.”

O teu companheiro de equipa, o Dani, mostrou grande força durante a pré-época. Crês que este ano todos estarão mais rápidos que nunca??
“Penso que sim, vi muitos pilotos a correr mais riscos e estão a puxar muito. Há mais competitividade porque pensam que a vitória é possível, sentem que estão perto do pódio e isso leva-os a correr mais riscos que antes. Creio que vamos ver corridas muito excitantes este ano.”

Pensas que a Honda está um passo à frente dos rivais??
“É difícil dizer. É claro que estamos contentes com o caminho feito pela a Honda e com tudo o que fizeram por nós desde o primeiro Teste de Valência até agora porque fizeram bons progressos. Eu e o Dani [Pedrosa] estamos a puxar um pouco mais que os outros, mas até chegarmos à corrida será difícil saber onde estamos realmente. Neste momento estamos contentes com o que a Honda nos está a dar, temos apenas de garantir que tudo vai bem nas corridas.”

Onde estás com a embraiagem, travagem de motor e outros problemas de que falaste durante os Testes??
“É difícil saber se o problema é provocado pela embraiagem ou do controlo de electrónica. A moto ressalta muito quando entra em curva e é difícil travar tarde porque a moto está um pouco instável. É algo em que trabalhámos muitos, especialmente durante as duas últimas sessões. Melhorámos um pouco nisso, mas ainda não foi o suficiente, temos de dedicar mais tempo para estarmos a 100%. Sobre a suspensão, de momento estamos apenas a usar a padrão do ano passado. Também temos um garfo modificado deste ano e que testámos uma vez, mas tivemos alguns problemas e não nos sentimos totalmente confortáveis. Decidimos esperar até termos a certeza do que queremos da moto antes de falar das forquilhas; precisamos de mais tempo para decidirmos o que queremos.”

Pensas que vamos ver os mesmo quatro pilotos no topo este ano, ou vamos ter alterações??
“Espero algumas surpresas, se bem que disse o mesmo no ano passado e acabámos por ter os mesmo quatro pilotos a vencer corridas e a subir aos pódios. Estou certo que o Dani [Pedrosa] e o Jorge [Lorenzo] estarão na frente, mas o Andrea [Dovizioso] está a melhorar rapidamente e o Simoncelli e o Ben Spies também podem engrossar a lista. O Valentino talvez esteja pronto par a primeira corrida, mas devemos ter de esperar um pouco. Contudo, estou certo que vamos ter alguns pilotos inesperados a tentar lutar para estarem na frente.”

Comunicado de imprensa Repsol Media Service