20131220_170540

Viagem do Centro-Oeste até o Sul do Brasil

Texto de Marcos Aurélio de Andrade, de Goiânia (GO)

Sempre ouço a frase “vocês são loucos” quando se fala numa viagem de moto. Mas eu respondo que os limites estão apenas na sua mente, em sua cabeça você acha que não pode, não dá, não consegue, mas quando temos iniciativa conseguimos ir além. Foi com essa ideia na cabeça que eu e minha “garupatroa” Sara Rosa de Sousa Andrade amamos viajar de moto. Então neste mês de dezembro aproveitamos nosso período de férias, aparelhamos nossa Yamaha Midnigth Star 950 e partimos rumo ao Sul do Brasil com dois objetivos principais: Conhecer a Serra do Rio do Rastro em Santa Catarina e passar o Natal Luz em Gramado, no Rio Grande do Sul.

Iniciamos a viagem no dia 19/12 às 6 da manhã e atravessamos parte de GO, MG, SP e fomos dormir na cidade de Castro, no Paraná. Foi um trecho longo de 1049 km. No dia seguinte fizemos mais um longo trecho, passando por Curitiba, visitamos Joinville, Camburiu e Florianópolis.

Gelo na pista?!?!

Gelo na pista?!?!

A partir de Florianópolis partimos para conhecer o “Vale Europeu” e chegamos em São Joaquim, conhecida como a cidade mais fria do Brasil. Nesta cidade viajamos por estradas lindas com paisagens deslumbrantes e então, de repente, surge uma placa com uma informação intrigante: “Cuidado Gelo na Pista”. Assim, chegamos a Urubici e finalmente descemos a tão sonhada Serra do Rio do Rastro, simplesmente um local maravilhoso. Descemos a Serra e seguimos em direção a Criciúma e depois Torres já no Rio Grande do Sul, depois Terra de Areia e finalmente Gramado onde ficamos alguns dias. Em seguida fomos a Bento Gonçalves onde vimos alguns vinhedos e passamos um dia na cidade.

Assim começamos o nosso retorno, mas não sem antes passar por Caxias do Sul e depois pelo famoso Rio das Antas, onde nossos olhos viram imagens que ficaram gravadas no coração de tão lidas que são aquelas paisagens. Ao se aproximar de Antonio Prado, ainda no RS, de repente o asfalto acabou e enfrentamos 20 km de uma estrada de chão, o que não foi fácil por estarmos com a midnight com garupa e muito peso de bagagem. Mas no final deu tudo certo e a aventura foi ainda melhor. De volta a Goiânia, o hodômetro marcou 4.220 kilômetros de uma grande aventura.

Bonitas paisagens

Bonitas paisagens

Imagens inesquecíveis

Imagens inesquecíveis

Trecho de terra: dificuldades com a midnight

Trecho de terra: dificuldades com a midnight

Serra do Rio do Rastro: passeio completo

Serra do Rio do Rastro: passeio completo