4º Enduro dos Guimarães: uso do GPS revoluciona o Campeonato Brasileiro de Enduro de Regularidade

A quarta edição do Enduro dos Guimarães trouxe uma novidade que marca o início de um caminho sem volta para as provas do Campeonato Brasileiro de Enduro de Regularidade: Apuração por GPS.

Na competição os atletas tiveram seus tempos de prova apurados por meio de GPS e PCs, para que fosse feita a comparação dos dois sistemas. No campeonato estadual de Enduro de Regularidade, já são usados apenas os GPS para calcular o trajeto dos pilotos, mas na etapa do Campeonato Brasileiro, essa foi a primeira prova a fazer o cálculo por meio do equipamento.

Desenvolvido por André Godinho, presidente da Associação Mato-grossense de Esportes Fora da Estrada, (AMFE), o sistema garantiu mais rapidez e precisão na apuração dos tempos. Com 100% de acerto, nenhum recurso ou reclamação de piloto foi registrada. Para a prova, cada piloto levou um GPS acoplado à sua moto que registrava sua posição a cada segundo. Este registro foi comparado com o roteiro e os tempos que cada piloto teria que seguir de acordo com a planilha do Enduro, e posteriormente comparado com o PCs manuais.

A organização disponibilizou ainda um aparelho GPS extra para cada um dos pilotos que pontuavam no brasileiro. Os aparelhos reservas acabaram não sendo necessários, já que todos os equipamentos principais funcionaram perfeitamente mesmo tendo sido submetidos a fortes vibrações e as dificuldades de trajeto das trilhas.

Os maiores interessados no sistema de apuração, os pilotos, aprovaram o novo equipamento. Grande campeão da prova, e tri campeão do Enduro dos Guimarães, e atual primeiro colocado na categoria Master no Campeonato Brasileiro, Dario Julio comenta a utilização do método. “É uma inovação que veio pra facilitar a vida dos organizadores e aumentar muito a confiabilidade da prova. Com ele, não existe mais a possibilidade de erros humanos que prejudicavam uns e dava vantagens à outros. Foi a primeira prova apurando pelo brasileiro, e foi sucesso total, sem nenhum recurso nos dois dias de prova. Espero que todos as provas do Campeonato agora sigam essa inovação”, afirma o campeão.

Sandro Hoffman, experiente piloto e segundo colocado na prova, também elogia a iniciativa. “Com esse sistema o organizador fica livre para colocar uma grande quantidade de PCs, medindo a regularidade dos pilotos a todo instante, e não em determinados pontos da prova como ocorria com os PCs manuais. Agora você tem que ser o piloto zero, andar estritamente de acordo com a planilha, regular. Os modos de pilotagem vão mudar, e para melhor”, afirma.

Hoffman aposta ainda no futuro do equipamento como principal método de apuração nas competições. “O GPS com certeza veio pra substituir o PC manual. Dentro em breve, vamos poder receber as premiações como no motocross, graças a apuração rápida e segura que ele proporciona”, conclui.

Outro ponto destacado em relação à apuração com o uso do GPS foi a ausência de stress causado pela colocação de PC’s físicos na trilha. “Com esse novo método acabam as discussões em relação aos PCs, pois agora não há dúvidas, o resultado é aquele e pronto. Com certeza o piloto não tem como tirar vantagem, ganhar por sorte ou no grito, agora tem que andar o mais regular possível”, afirma Jomar Grecco, quarto colocado na Categoria Master na competição.

A precisão e confiabilidade na cronometragem foram os pontos mais destacados pelos pilotos em relação ao novo método de apuração. Guilherme Cascaes, terceiro colocado na categoria Master na competição também aprovou o método. “Foi a primeira vez que eu participei de uma prova com esse método de apuração, e acho que é o caminho certo pro enduro, é o primeiro passo rumo a futuro do esporte. Avaliando o piloto do inicio da prova até o final, ficou muito mais competitivo e mais justo também. Eu acredito que se continuarem a usar o GPS, o número de pilotos no esporte irá aumentar, por garantir um resultado mais confiável”, destaca Guilherme.

Genoir Bruning, piloto de Santa Cataria, quinto colocado na Categoria Master, deixa um recado aos pilotos e organizadores dos Enduros de Regularidade. “Depois de uma prova 100% como essa, os organizadores e pilotos de todo o país deveriam lutar pra adoção desse método muito mais confiável, e talvez pra 2010, esse novo sistema já entrasse no regulamento para que todas as próximas provas contassem com esse novo método, fica a sugestão”.

Para os organizadores do Enduro dos Guimarães, o GPS no Enduro é um caminho sem volta e com perspectiva de grande sucesso imediato.

A PROVA – O Enduro dos Guimarães aconteceu nos dias 01, 02 e 03 de maio de 2009. A prova de Mato Grosso foi válida pelas 07ª e 08º etapas do Campeonato Brasileiro de Enduro de Regularidade e 3ª etapa do Estadual. A prova conta com o patrocínio de Gamar, Trilha Bravo, Compass,Água Puríssima e Red Bull e com o apoio :da Revista Pro Moto, Motoraid, Hotel Delcas, Café Cancun, Tonon, Lavanderia Aliança, Grupo Petroluz, tintas Maxvinil e Governo do Estado de Mato Grosso.