Papanduva (SC) recebeu a 2ª etapa da Copa Contestado de Velocross

Copa Contestado de Velocross: resultados

Seguindo a tradição da competição, a emoção tomou conta da terceira etapa da Copa Contestado de Velocross na pista mais veloz do estado, localizada no município de Papanduva, planalto norte de Santa Catarina. A alta velocidade da pista demanda que os três principais componentes da competição (mecânico, moto e piloto) estejam perfeitamente sincronizados, o que foi visto já no sábado logo após os treinos, quando em breve volta nos boxes pode-se ver muitos mecânicos com motores desmontados trabalhando sua preparação para os treinos de domingo. Bonito perceber que nessa sintonia o tempo baixa, os resultados vem, e o show para o publico é certo.

Papanduva (SC) recebeu a 3ª etapa da Copa Contestado de Velocross

Papanduva (SC) recebeu a 3ª etapa da Copa Contestado de Velocross

Foi excepcional ver os pilotos usando toda a potência de seus motores na longa reta, seguida por um curvão onde a moto insistentemente desejava sair de traseira, demandando do piloto grande habilidade para mantê-la no traçado. Parabéns a todos que compareceram e nos ajudaram a fazer um Velocross emocionante, um Velocross excitante, esse show a cada dia mais apaixonante.

Na classe Mini Moto A, o vencedor foi o piloto Vinicius Boing (Família Boing) da cidade de Blumenau, na segunda colocação chegou Jadel Anastácio (By China – Posto da Barra) da cidade de Balneário Camboriú, e na terceira colocação Fabiano Hank (Assistência Familiar São Sebastião – Amarildo Material de Construção) de Ibirama.

Na classe Mini Moto B, o vencedor foi o piloto Rodrigo Niekiforuk (Adio Motos) do município de Papanduva, seguido de Otavio da Silva (Nilmar Construção Civil – JS Ferramentas) de Navegantes, e Lucas Veiga (Climatização Veiga) da cidade de Jaraguá do Sul.

Na classe 65cc, ele que teve problemas em sua moto na primeira etapa, problemas por falta de combustível na segunda etapa quando completava a última volta e estava na primeira colocação, agora veio com sede de vitória e não deu chance aos adversários, Cauê da Silva (Elian Malhas – GPS7 Suspensões – Charles Motos) da cidade de Jaraguá do Sul foi o primeiro colocado, seguido de Anthonny Gervasio (G Lafitte Imob. – Colegio Cecam – Academia Wave) de Camboriú e Carlos Gervasio (Madeireira Gardini – Mael Moto Peças -MX Center) na terceira colocação.

Na classe 85cc o vencedor foi Matheus Alexandre (SMT Pinturas – Cabelo Preparações) da cidade de Angelina, na segunda colocação após uma queda nos treinos Leonardo Boing (Prefeitura Municipal de Vidal Ramos – Mecânica Petry – Contabilidade Haas – Portal Moveis – Zanata Auto Elétrica) surpreendeu a todos, e na terceira posição Maicon Medeiros (Moto Sul Racing) da cidade de Brusque.

Na classe Nacional 150cc 4t o vencedor foi Eduardo Branco (Moto Fênix – MBK Comunicação Visual – Nato Gabaritos – DUE Academia – Borracharia Puller) de Blumenau, seguido de Anderson Nicochelli (Juil Moveis – ACG – Beto Chumi – Adriano Ranghetti) da cidade de Massaranduba, e em terceiro Raulino Torrens Neto (MX Racing – L9Motos – Cabelo Preparações – Rip Fibras) de Joinville.

Na classe Nacional 230cc 4t Estreante, uma das categorías mais disputadas, venceu o piloto Handerson Ferreira (Mecânica Diesel Jairo – Xilokinha Motos) da cidade de Imbuia, na segunda colocação Ben Hur Pillati (Limpa Fosso Desentupidora Pillati – Araujo Racing – Brasil Moto Peças – Relax Calçados) de Mafra, e em terceiro Rafael de Paula (Duraline – Fan Motos – Nene Motos) da cidade de Joinville.

Na classe Nacional 230cc 4t Pro venceu Edinilson Batista (Theilacker Racing – Imbranet – Sol Motos) após muita luta com vários outros competidores, e na segunda colocação Wandrey Niels (TXB Comandos e Dinamômetro – Pé no Estribo) da cidade de Blumenau, na terceira posição Marcio Rover (Retibastos – Empreiteira Rover – Keka Motos – Posto Irmão da Estrada) de Camboriú.

Na classe Nacional 300cc, chegou em primeiro Wandrey Niels (TWB Comandos-Pe no Estribo) de Blumenau, em segundo Eduardo Branco (Moto Fênix-MBK Comunicação Visual-Nato Gabaritos) tambem de Blumenau, e em terceiro Marcio Rover (Retibastos-Empreit Rover-Keka Motos-Posto Irmão da Estrada) de Camboriu.

Na classe Força Livre Nacional, o primeiro colocado foi João Vergutz (Estofaria Cardeal – Tuio Motos – Street Parts – Pe no Estribo -Roni Racing – PH Cross) da cidade de Indaial, na segunda posição Eduardo Branco ( Moto Fênix – MBK Comunicação Visual) de Blumenau, e na terceira colocação surpreendendo também, depois de um tempo afastado do Velocross Alex Pena Pains (Charles Motos – Mundo dos Presentes) da cidade de Gaspar.

Na classe Nacional VX 3 o primeiro colocado foi Denis Hilmers (Durag Relações – Sergio Motos – Pneurama – CME Ibirama) de Ibirama, na segunda colocação Julio Freitas (Kalajus Auto Peças – Roni Racing) de Joinville, e em terceiro Vilson Alves (BM Motos -Metalcava – Confecções Filan)
de Lontras.

Na classe Nacional VX 4, venceu Vilson Alves (BM Motos – Metalcava – Confecções Filan) de Lontras, na segunda colocação Lorival Gnewuch (WG Instalações – Charles Motos – Coml Hawvg Incorporadora Cam.) de Jaraguá do Sul, e na terceira colocação Moacir S Esidio (Alucinados Moto
Center) de Joinville.

Na classe Intermediária Especial, o vencedor foi Sebastião da Silva Jr (Motos Neno – Moveis Sebas – Auto Posto Melo) da cidade de Santa Terezinha, na segunda colocação Gilmar Longen Jr(Borracharia Longen – Popo Racing – Fexponace) de Ituporanga, e na terceira colocação Ricardo
Araujo de Joinville.

Na classe VX 2 Lucas Gadotti (Priscilla Malhas – Zequinha Racing – Halley Graphics) de Rodeio venceu, seguido de Gilmar Longen Jr (Borracharia Longen – Popo Racing – Fexponace) Ituporanga e em terceiro Jean Grandes (Têxtil JP – N A Papelaria – TOP 10 Multimarcas) da cidade de Timbó.

Na classe VX 1 o vencedor foi Edinilson Batista (Theilacker Racing – Imbranet – Sol Motos) de Camboriú que teve muito trabalho com o segundo colocado Lucas Gadotti (Priscila Malhas – Zequinha Racing – Halley Graphics) de Rodeio, e na terceira colocação também surpreendendo Jonas Fernandes (Adriano Moveis Projetados – Xande Motos – Panificadora Fernandes) de Guaramirim.

Avacir Chaves, o Nenê, venceu nas classes VX 3 Especial e VX 4 Especial (Nenê Motos – IMS) de Joinville, depois de um ano afastado voltou a competir na última etapa com vitória e repetiu o feito com ótimos resultados nas duas baterias. Na VX3 Especial o segundo colocado foi Fabiano Waltrich (Auto Posto Blumenau) de Blumenau, e na terceira colocação Alexandro Medeiros (Moto Sul Racing) de Brusque. O pódio da VX 4 Esp. foi composto por Cleonisio Hesmann (Acimatec-Assistecno) de Blumenau, na segunda posição, e na terceira posição Gilson Assini (Madeireira Irmãos Assini) natural de Santa Cecília.

Na classe Intermediária Nacional (Trilheiros) uma das categorias com grande número de pilotos inscritos, o vencedor foi Julio Freitas (Kalajus Auto Peças – Roni Racing) da cidade de Joinville, seguido de muito perto de Reinaldo Isensee (Naldo Preparações – Alps Energy Drink) da cidade de Gaspar, e na terceira colocação Valdir Ravache Filho (Cabelo Preparações – Universal Usinagem – Alucinados Moto Center – Marcelo Construções) de Joinville.

Na classe VXF (Batom), venceu Maysa Pianezer (ProTork – Charles Motos – SD Veículos) de Jaraguá do Sul, na segunda colocação Amabilly Cardoso (Gaia MX – Street Show – AVTEC – Durag) da cidade de Otacílio Costa, e em terceiro Suyane Oracz (Oficina do Zico -GP Motos – Cesar Santos Advogados) de Papanduva.