F3 Inglesa- Lola-Dome quer quebrar a hegemonia da Dallara

A equipe Promatecme e o piloto inglˆs Danny Watts sÆo a zebra do Campeonato Inglˆs de F¢rmula 3; eles utilizam o chassi Lola-Dome e, junto com a f brica anglo-nip“nica, tentam quebrar a hegemonia mantida pelo chassis italiano Dallara desde 1993.

No £ltimo final de semana, quando foram disputadas trˆs corridas, Watts obteve dois quintos e um sexto lugares, resultados considerados satisfat¢rios em virtude do atual desequil¡brio de for‡as entre as duas f bricas. Como vencedora praticamente inconteste do principal torneio de F-3 do mundo, a Dallara tem a preferˆncia dos pilotos e equipes que possuem os maiores recursos financeiros e o maior potencial t‚cnico. Na verdade, em 2004, apenas Watts e a Promatecme utilizam o chassi Lola-Dome, cujo projeto ‚ coordenado pelo engenheiro Adam Airey.

O Lola-Dome, por‚m, nÆo vive apenas da tentativa de vencer o Dallara na Inglaterra. O chassi j  conquistou v rias vit¢rias nos Campeonatos Japonˆs e Italiano. Este ano, tamb‚m disputa o torneio europeu, com a equipe Coloni Motorsport, da It lia. No JapÆo, o equipamento ‚ utilizado pelo brasileiro JoÆo Paulo de Oliveira, que ocupa a quinta coloca‡Æo no torneio.

Mas, no principal torneio do mundo, o inglˆs, por sua competitividade os chassis Dallara foram escolhidos pelas equipes dos trˆs brasileiros que disputam aquele campeonato: Nelsinho Piquet, da equipe Piquetsports; Lucas Di Grassi, da Hitech Racing, e Danilo Dirani, da Carlin Motorsport.

Tradicional fabricante de carros de competi‡Æo, a inglesa Lola associou-se … japonesa Dome para tentar superar a Dallara. No JapÆo, a Dome presta servi‡os de alta tecnologia no automobilismo esportivo para gigantes como a Honda e a Toyota. Possui, inclusive, seu pr¢prio t£nel de vento – um equipamento ultrasofisticado e extremamente caro – e chegou a projetar seu pr¢prio carro de F-1, al‚m de competir com sucesso com o chassi Dome na F-3000. Sua meta ‚ tornar-se a principal fabricante de carros de corrida do mundo. Escrita em caracteres japoneses, a palavra Dome significa “sonho de crian‡a”. Hoje, 29 anos ap¢s sua funda‡Æo, a Dome j  est  longe de sua infƒncia. Mas continua sonhando.