Apaixonados pelo modelo se encontraram em Gramado (RS)

III Encontro nacional de Hayabusas

Apaixonados pelo modelo se encontraram em Gramado (RS)

Apaixonados pelo modelo se encontraram em Gramado (RS)

Nesse fim de semana (14 e 15 de abril) aconteceu o III Encontro Nacional de Hayabusas. Foram três dias de experiências únicas.  Mais de 500 pessoas prestigiaram o encontro no cento de Gramado (RS): mulheres, turistas, crianças, homens, dentre eles o Prefeito da cidade.

Na hora da foto oficial alinharam-se 77 Hayabusas em frente a um dos principais pontos turísticos de Gramado: o Lago Negro. Em suas placas via-se de tudo: Mato Grosso, Brasília, Paraná, Rio Grande do Sul e até companheiros do Chile. Esse número certamente seria maior, não fosse o mau tempo que fez muitos “Hayeiros” do interior e de Porto Alegre desistirem de subir a serra.

A chuva, entretanto, não impediu que este se tornasse o maior encontro motociclístico de um único modelo de moto do Brasil. Nos bastidores do evento vivenciei muito mais que um encontro: foi uma verdadeira reunião de amigos, irmãos, apaixonados pelo motociclismo e, principalmente, pela vida.

Após o encontro, todos se reuniram para um jantar de confraternização numa churrascaria. Não demorou e o salão de festas do lugar estava lotado com os fãs da Hayabusa. O clima de muitas risadas,troca de experiências e muitos ensinamentos me fez questionar: moto, apenas uma paixão? Certamente não.

Um estilo de vida que reúne os mais diversos tipos de pessoas e une a todos como uma família. Para muitos que não tiveram essa experiência pode-se achar exagero, mas nesse fim de semana pude confirmar isso. Se você não entende isso, somente poderá entender se um dia você sentar atrás de um tanque de uma moto, andar alguns quilômetros e depois se reunir com pessoas com essa mesma paixão, que, por mais diferentes que sejam, sempre interagem entre si como se fossem irmãos, independente de raça, crença ou classe social.

Outro ponto fundamental nesse encontro foi saber que nosso país, tão carente de patrocínios nessa área, ainda constrói grandes laços e vi que existem empresas sérias que ainda acreditam no talento dos nossos pilotos e estão dispostos a investir no nosso esporte, como o caso do nosso patrocinador, a DNA motos, que gentilmente nos acolheu na região e nos disponibilizou não somente tempo, capital e motos, mas também esperança em saber que ainda existem pessoas que acreditam no motociclismo brasileiro e não somente isso, acreditam que o motociclismo é uma paixão inexplicável. Pois a paixão é por aquela sensação de liberdade, prazer e paz que apenas um motor sustentado por duas rodas pode proporcionar!