Indian-Chieftain-mo2-05

Indian Chieftain – Para liderar a tribo do asfalto

Indian ChieftainChieftain

O nome é estranho para uma motocicleta, deve ser explicado: Chieftain = Chefe, líder de um grupo ou tribo.
No caso da motocicleta, para ser líder ou referência no grupo, o conforto e o visual clássico são os aspectos principais abordados pela marca tradicional, Indian. O visual traz o dna da marca com os para-lamas parcialmente encobertos, a cabeça do índio sobre o para-lama, coisas que fazem a “marca registrada” das motos americanas do início do século passado.

War Bonnet - Todo colecionador de motos anseia por ter uma cabeça do índio original dos anos 40 - Aqui ela está, iluminada por LED

Todo colecionador de motos anseia por ter uma cabeça do índio original dos anos 40 – Essa aqui vem iluminada por LED

Segundo aspecto, aparentemente antagônico é a tecnologia. Chassi em alumínio forjado, câmbio de seis marchas, piloto automático (controle de velocidade) e a propulsão do motor Thunder Stroke® 111. São 1.811 cm³ para proporcionar torque fenomenal.

 

Motor

Compartilham do mesmo lubrificante o motor, transmissão primária, embreagem e câmbio para simplicidade e concentração de massas

Compartilham do mesmo lubrificante o motor, transmissão primária, embreagem e câmbio para simplicidade e concentração de massas

Esse foi o primeiro motor feito na nova fábrica da Indian, ele foi batizado de “Thunder Stroke 111″. O 111 se refere à sua capacidade cúbica, um motor de concepção atual mas que manteve o visual da herança histórica das Indians do passado. É impressionante a semelhança do antigo motor power plus de 1940. As aletas “fake” de refrigeração da tampa de válvulas do antigo “flat head”, os canos de escape com saídas verticais lembrando as saídas das válvulas laterais e na própria concepção dos dois cilindros em V.
A grande virtude é o torque de 16,4 Kgf.m a meros 3.000 rpm, aceleração suave e constante em qualquer faixa de rotação, em viagens por longas distâncias, esta qualidade faz grande diferença.
Este motor, apesar da aparência de ter as válvulas laterais, é um OHV (Over Head Valves) o acionamento das válvulas é feito por três comandos que acionam varetas para controlar as duas válvulas, de cada cilindro. Arrefecimento a ar e a óleo contribui para que trabalhe em uma temperatura reduzida, para grande conforto na condução. A exaustão é feita por um sistema de escapamento duplo, com interligação entre os dois canos de descarga.

Transmissão

O câmbio tem 6 velocidades e tem os engates precisos e suaves, a embreagem tem acionamento leve e macio. Porque o motor, transmissão primária, embreagem e câmbio compartilham as mesmas carcaças e lubrificante, o conjunto motriz é mais compacto e a transmissão final, que é feita por correia é mais silenciosa e limpa, pois dispensa lubrificação e ajustes frequentes.

Chassi

No chassi, o desenvolvimento buscava um resultado de melhor dirigibilidade e agilidade, normalmente não encontradas nas motos do segmento Custom, do qual a Chieftain faz parte. É um peso que essa categoria carrega e que a Indian não queria compartilhar. Mais leve, o alumínio é um material que oferece mais rigidez ao conjunto, pois pode-se aumentar o seu uso sem adicionar peso em excesso. Resulta em menos torções em condições como entradas de curvas com frenagens intensas, sobre piso irregular, saídas de curvas com grande aceleração, sem se importar com as condições do asfalto e mudanças rápidas de direção.
O resultado é uma estrutura eficiente, que permite melhor desempenho em curvas e elevada estabilidade em retas. A Indian Chieftain possui o chassi em alumínio forjado, o que a coloca num patamar acima da concorrência. É inovadora a utilização deste material em uma motocicleta custom, já que normalmente este material, mais nobre que o aço nessas aplicações, é empregado apenas em motos de caráter esportivo.

Chassi cimposto de partes em alumínio forjado, usinados em CNC proporcionam uma estrutura estável e leve

Chassi composto de partes em alumínio forjado, usinados em CNC proporcionam uma estrutura estável e leve

O sistema de suspensão dianteira é do tipo telescópico com acabamento cromado e tubos com Ø46mm. O curso é de 116 mm e possui dupla mola a fim de promover um funcionamento mais progressivo, sem perder a suavidade. Na traseira, o sistema de suspensão tem curso de 114 mm e é composto de uma balança de alumínio forjado com mono amortecedor da marca FOX Racing. Ele é regulável na pré-carga da mola através de uma bomba manual, que permite um funcionamento mais duro ou mais macio conforme a necessidade do piloto.
Nos freios há o sistema ABS que evita o travamento das rodas nas frenagens em situações de baixa aderência. Na frente, o sistema de freio é formado por dois discos flutuantes e ventilados de 300 mm cada, com pinças de duplo pistão e flexíveis reforçadas com malha de aço, que além de mais duráveis, permite um controle mais fino e progressivo da frenagem junto ao manete. Já na traseira, o conjunto é formado por um disco ventilado com Ø300mm e pinça com duplo pistão.
As rodas são em liga leve e possuem medidas de 16” x 3,5” na frente, e 16” x  5” na traseira, e são calçadas pelos pneus Metzeler Marathon Ultra, com as medidas de 130/90-16 e 180/65-16, respectivamente.

Conforto

Grande objetivo dessa moto, o conforto para encarar viagens e longas distâncias, foi levado a sério pela Indian. Ela é equipada com para-brisas com regulagem elétrica, isso permite ajustar sua altura na posição desejada, com o simples toque de um botão no punho esquerdo.

A Chieftain também vem equipada com dois alforjes laterais em fibra com pintura no tom da cor principal. A capacidade total, somando-se os dois lados, é de 65,1 litros. A abertura e travamento deles, pode ser feita manualmente ou por controle remoto.
Com o acelerador eletrônico, “ride by wire”, foi possível tornar as respostas às acelerações  mais precisas e suaves. Graças a este sistema, também foi adicionado na Chieftain o “Cruise Control” (controle automático de velocidade) ideal para o uso em estradas, tornando a vida do condutor bem mais fácil em longas retas.

Instrumentação

A Chieftain vem equipada com velocímetro e conta-giros analógico e um mostrador digital multifunção centralizado no painel. Nele, são mostradas funções como o nível de combustível, hodômetro total, dois indicadores de quilometragem com distância e tempo, consumo instantâneo e médio, autonomia, relógio, temperatura ambiente, indicador de marcha, indicador de pressão dos pneus, indicador de horas de operação do motor (horímetro), indicador de porcentagem da vida útil do óleo do motor, média de velocidade e voltagem de bateria. No display ainda é possível ver informações do rádio, indicador de erros e indicador de temperatura das manoplas. Todas estas funções são acessadas por um botão no punho esquerdo, sem que para isso, seja necessário remover a mão do guidão. Além disso há um sistema de som com 100W de potência que permite a conexão via bluetooth.
Ela ainda é equipada com partida keyless (sistema com sensor de presença) em que é possível dar a partida na motocicleta sem utilização de chave física. Este controle remoto serve também para abrir e fechar os alforjes de fibra assim como ativar e desativar o alarme / imobilizador.

História

É clara a herança da história da marca incorporada neste modelo. É evidente no desenho dos para-lamas dianteiros e traseiros, com a linha arredondada e encobrindo grande parte das rodas, na cabeça do índio com iluminação LED instalado no para-lama dianteiro, item de colecionador das Indians do século passado, até mesmo os alforjes, conforme o formato do para-lama traseiro e a grande carenagem dianteira.

Cores disponíveis

Cores disponíveis

O capricho por parte da Indian pode ser notado em inúmeros detalhes, os cabos elétricos são embutidos no interior do guidão, os  assentos são em couro e na cor preta. Muitos cromados são aplicados em componentes que vão desde a suspensão dianteira até o motor.
As pedaleiras do tipo plataforma contam com sistema de amortecimento e a carenagem frontal é equipada com dois faróis de neblina suplementares, que além de aumentar a capacidade de iluminação, mantém o design inspirado nos anos 50.
A Chieftain será comercializada nas cores preta e vermelha, e seu preço sugerido é de R$ 99.990.00.

Dimensões

Dimensões

Ficha técnica

 

Motor

Tipo de Motor V Twin, Thunder Stroke™ 111, Arrefecimento a ar e Óleo
Cilindrada 1811cc
Diametro x Curso Ø101mm x 113mm
Taxa de Compressão 9.5:1
Sistema de Injeção Eletrônica Injeção Eletrônica em Circuito Fechado -Corpo de admissão com Ø54mm

Performance

Pico de Torque 3000 rpm
RPM Pico de torque (N m) 161.6 N m / 16,48 kgf.m

Transmissão

Primária Engrenagens
Embreagem Multidisco em banho de óleo
Câmbio – Relação de Marchas (Todos)
9,403 : 1
6,411 : 1
4,763 : 1
3,796 : 1
3,243 : 1
2,789 : 1
Relação Final Por correia, relação 2,2 : 1

Chassi

Tipo Múltiplas partes em alumínio forjado e usinado em CNC com caixa de ar integrada
Suspensão Dianteira – Tipo/Curso Telescópica com Ø 46mm / Garfo com cartucho e dupla mola com 119mm de curso
Suspensão Traseira – Tipo/Curso Mono Amortecedor FOX / 114 mm de curso com pré carga de mola com ajuste pneumático
Freio/Dianteiro Duplo Disco Flutuante de 300mm com pinça Dupla de 4 Pistões com ABS
Freio/Traseiro Disco Simples Flutuante de 300mm com pinça de 2 Pistões e ABS
Pneu/Dianteiro Metzeler MARATHON ULTRA 130/90 16 M/C 67H ME 888
Pneu/Traseiro Metzeler MARATHON ULTRA 180/60 R 16 M/C 74H ME 888
Rodas Aluminio 16″ x 3.5″ Dianteira e 16″ x 5″ Traseira
Sistema de Escape Saída Dupla com Cross-over

Dimensões

Comprimento 2.571 mm
Largura US 1.022 mm
Largura Int. 1.012 mm
Altura 1.529 mm
Peso (Tanque Vazio / Tanque Cheio) 373 kg / 389 kg
GVWR  (carga útil) 630 kgs
Altura de Assento 660 mm
Entre-eixos 1.668 mm
Altura ao Solo 142 mm
Rake 25°
Trail 150 mm
Capacidade Combustível 20,8 litros

Cores

Thunder Black
Indian Motorcycle® Red

Equipamentos Standard

ABS
Piloto Automático (controle eletrônico de velocidade)
Luzes Dianteiras Suplementares
Partida sem chave
Para-Brisa Elétrico
Assentos em Couro Premium
Abertura e Fechamento por Controle Remoto das Maletas Laterais
Monitoramento de Pressão dos Pneus
Sistema de áudio com 100 Watts Stereo com AM/FM; Bluetooth e Entrada Compatível com Smartphone
Fiação interna no guidão
Lanterna traseira e setas em LED
Comandos no guidão cromados
Bombas de freio cromadas
Mono-Amortecedor traseiro com ajuste de pré carga feito pneumaticamente

Instrumentação

Painel de instrumentos Velocímetro eletrônico
Tacômetro
Medidor de quantidade de combustível
Hodômetro
Dois indicadores de quilometragem com distância e tempo
Consumo instantâneo e médio
Autonomia
Relógio
Temperatura ambiente
Indicador de marcha
Indicador de pressão dos pneus dianteiro e traseiro
Indicador de horas de operação do motor
Porcentagem de vida útil do óleo do motor
Média de velocidade
Voltagem de bateria
Display com informações do rádio
Indicador de erros
Indicador de temperatura das manoplas
Sinalizadores LED Cruise control ativado
Ajuste de cruise control
Neutro
Farol alto
Seta
ABS
Check de motor
Baixa pressão de pneus
Problema na bateria
Baixo nível de gasolina
Sistema de segurança
Baixa pressão de óleo
Unidade do velocímetro (MPH – km/h)
Relógio
Indicador de Combustível Analógico
LED Indicador de Reserva Instalado no tanque de Combustível
Indicador de Erros
Indicador de Baixo nível do óleo
Indicador LED Cruise Control Ativado
Cruise Con Set
Neutro
Farol Alto
Seta
ABS
Verificar Motor
designação de MPH ou KM/H