Kawa de volta ao Brasil

Kawa de volta ao Brasil

Kawa de volta ao Brasil

A Kawasaki do Brasil inaugura sua primeira concessionária, a Number One, em São Paulo.

O primeiro modelo comercializado será a superesportiva ZX-6R
A Kawasaki Motores do Brasil chegou ao Brasil acelerando firme e forte. No dia 15 de outubro já inaugurou sua primeira concessionária autorizada. A Number One fica na zona Sul da capital paulista. A notícia trouxe muita alegria aos fãs e proprietários de “Kawa”, que estavam se sentindo órfãos. “É um prazer poder representar uma marca como a Kawasaki no Brasil e fazer parte deste ambicioso projeto”, declarou Eduardo Costa Neto, um dos proprietários da revenda.

A segunda concessionária da marca nipônica também será montada em São Paulo. A inauguração acontecerá em breve e terá como proprietário o bicampeão de Fórmula 1 Emerson Fittipaldi, que começou sua carreira esportiva pilotando motos aos 14 anos. Até 2015, a marca pretende formar a rede de assistência técnica com 30 concessionárias espalhadas nas principais cidades brasileiras.

Cinco dias antes, a Kawasaki Motores do Brasil oficializou sua chegada ao mercado brasileiro. Anunciou seus objetivos: importação, fabricação e comercialização não apenas de motocicletas, mas também de quadriciclos e jet-skis. O projeto inclui a construção de uma fábrica no Pólo Industrial de Manaus (PIM). Com investimento inicial de 40 milhões na unidade fabril, a produção deverá se iniciar em 2009. Além da fábrica em Manaus (AM), a empresa conta com uma base operacional em São Paulo (SP). “Para nós é uma honra trazer ao Brasil uma marca tão respeitada internacionalmente. Temos muitos desafios pela frente, já que a operação é complexa, porém o motociclista brasileiro sentirá orgulho de pilotar uma Kawasaki”, afirmou Hiroshi Ito, presidente da marca no País.

Quem vem ao Brasil
A marca das “verdinhas” antecipou que o primeiro modelo a desembarcar no Brasil será a superesportiva Ninja ZX-6 R, já no próximo mês. A 600 cilindradas da Kawasaki irá encarar concorrentes de peso: a Honda CBR 600RR e a Yamaha YZF R6, trazida por meio de importadores independentes. O preço sugerido da novidade é de U$ 28.800, ao câmbio oficial do dia, segundo informações da assessoria de imprensa da marca. Porém, o modelo que vem ao Brasil é a versão 2008. O modelo 2009 da ZX-6 R já foi apresentado no Salão de Motos de Colônia – Intermot 2008, realizado este mês na Alemanha.

Em janeiro chega a superbike Ninja ZX-10R. Para o primeiro semestre ainda estão previstas as vindas da Z 750, Ninja 250R e Vulcan 900. Os quadriciclos, jet-skis e modelos para motocross serão vendidos sob encomenda. Como o mercado de 250 cc é bastante promissor, a marca nipônica deverá dar atenção especial a “Ninjinha”. Há rumores que a mini-esportiva será fabricada no Brasil no segundo semestre de 2009.

Reposição de peças
Um dos motivos que afugenta os possíveis compradores de Kawasaki é o mercado de reposição de peças. A dificuldade em encontrar os componentes é um dos fatores determinantes para que os consumidores migrassem para outras marcas instaladas no País. Gradativamente a Kawasaki pretende mudar esse quadro. “Vamos atender a demanda conforme os pedidos”, afirmou Katsuioshi Nagano, gerente de peças da Kawasaki Motores do Brasil. O gerente também afirmou que a cada lote de motos que desembarcar no Brasil chegará também um lote de peças de reposição.

SERVIÇO: Number One
Rua Clodomiro Amazonas, 482, Itaim, São Paulo / SP. (11) 3078-9988 – www.rushvirtual.com.br