Michelin fornece pneus para todas as equipes que disputam a Moto 1000 GP

Michelin traz técnico do Mundial para etapa do Moto 1000 GP

Michelin fornece pneus para todas as equipes que disputam a Moto 1000 GP

Michelin fornece pneus para todas as equipes que disputam a Moto 1000 GP

A segunda etapa do Moto 1000 GP acontecerá neste domingo (15/6) no Autódromo de Interlagos, São Paulo (SP). Serão quatro provas que formam o Campeonato Brasileiro de Motovelocidade e a Michelin, fornecedora exclusiva de pneus a todas as equipes da competição, traz ao Brasil para o evento o especialista técnico em competições, o francês Patrick Isacco.

Isacco acompanha o evento a convite de Gabriel Caldas, gerente de Marketing Linha Produto Duas Rodas da marca para a América do Sul. “É uma forma importante de fomentar o desenvolvimento e a profissionalização das equipes e dos pilotos”, considera Caldas. É a primeira vez que a Michelin traz Isacco a uma etapa do Brasileiro de Motovelocidade. “Estou no Brasil para levar minha visão sobre situações específicas que o Moto 1000 GP e suas equipes podem enfrentar com relação aos pneus da Michelin”, explica Isacco. “Primeiro pretendo observar o andamento da etapa e, é claro, levar toda a ajuda possível às equipes”, acrescenta.

Patrick Isacco presta serviços à Michelin há 36 anos. Em 1983, passou a integrar o departamento de competições da marca e direcionou seu trabalho à equipe Honda-HRC por 16 temporadas, trabalhando no Campeonato Mundial ao lado de pilotos como Michael Doohan, Wayner Gardner, Max Biaggi, Nicky Hayden, Alexandre Barros, Valentino Rossi e Dani Pedrosa.

Gilson Scudeler, promotor do Moto 1000 GP, enaltece a vinda de Isacco. “Começamos o Moto 1000 GP em 2011 com o objetivo de elevar nosso evento, e o esporte brasileiro, ao nível dos melhores campeonatos do mundo”, lembra. “A vinda de Isacco é a melhor resposta ao pedido que fizemos à Michelin para oferecer aos nossos pilotos e equipes a oportunidade de trocar experiências com um técnico de altíssimo gabarito e experiência em Mundiais. Espero que equipes e pilotos aproveitem ao máximo”, continua.

As motocicletas do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade utilizam a gasolina Petrobras Podium e o óleo lubrificante Lubrax Tecno Moto. Petrobras e Lubrax patrocinam a competição ao lado da BMW Motorrad e da Michelin, fornecedora de pneus a todas as equipes inscritas. A Auto Service Logística é a transportadora oficial do evento, que conta também com o apoio de Suzuki, Beta Ferramentas, Servitec, LeoVince, Shoei, Tutto Moto, HPN e Peterlongo.