Foto: Bitenca

Mono ou multi, Vaza gasolina, Guidon ruim, Boulevard, Tudo bem não mexa, Peçinhas, Manuais,

Foto: Bitenca

Foto: Bitenca

Caro Bitenca. Por mera curiosidade, gostaria que me esclarecesse as vantagens e desvantagens, sem considerar custos, de uma moto de 125/150 cc. ser fabricada com um motor de 4 cilindros. Haveria influência na potência, torque, desempenho e economia de combustível da moto? Gilberto 65 Osório – RS
R: Gilberto, muito boa sua pergunta, olha só que interessante. Nos anos 60 a Honda com seus motores multi-cilindricos em diversas cilindradas levava vantagem nas pistas e sabe porque? Porque existe uma situação ideal para o máximo aproveitamento da combustão da mistura combustível do motor a gasolina. A velocidade da combustão é uma constante em todo motor e o tempo que ela leva para percorrer toda câmera de combustão e se expandir suficientemente para empurrar o pistão para baixo é praticamente a mesma também. A variação de diâmetro e curso do pistão num mesmo deslocamento volumétrico vai mudar a forma que se aproveita essa energia. Em tese, quanto maior o curso e menor o diâmetro maior o torque e menor a potência máxima possível de se obter no sistema. Experimentalmente se descobriu que existe uma relação diâmetro/curso e volume “ideal” para o máximo aproveitamento da energia (potência) desprendida da explosão por causa dessa velocidade constante da explosão. A relação levemente “super quadrada” ou seja um pouco mais diâmetro do que curso no cilindro vai proporcionar essa condição. Mas aí eles se depararam com outro problema, como fazer a “respiração” dos gases na velocidade compatível com essa da explosão, daí as multi-válvulas. (quatro ou mais por cilindro) e melhores sistemas de comando e controle das válvulas aproximou-os desse ponto ideal. Claro que os materiais, tolerâncias na construção e muitas outras variáveis influem na aplicação dessas condições ideais de aproveitamento da energia da explosão. Determinaram uma “fórmula” ideal para se aplicar na fabricação de motores de alta performance, com um determinado volume por cilindro passaram a multiplicar esse caneco em construções as mais variadas de dois a até oito cilindros. Foi um sucesso, até pistões ovais eles fizeram para tentar “contornar” regras das competições que não permitiam mais que 4 cilindros, era a NR500 em 79.
Pesquisas de toda engenharia do mundo procuram a melhor aplicação dessa característica da explosão da mistura ar-gasolina nos motores. Mas por esse conjunto de motivos a tendência é poder se afirmar que quanto mais cilindros, maior é a potência de pico e menor o torque, sem se considerar outras variáveis. Especificamente nos pequenos motores de 150cc ou 200cc acho que uma construção de 4 cilindros que a Honda já colocou na pista e chegou a 5 cilindros em linha para essa cilindrada iria resultar num motor de muita potência, pouco torque que iria determinar o uso de uma caixa de 6 ou mais marchas para ser bem aproveitado e uma construção cara com materiais especiais para minimizar o peso. Uso na rua seria complicado. O mais próximo disso é a famosa Honda 400 four, raridade muito cobiçada por colecionadores. A menor moto dessa configuração para uso urbano foi a 250cc Benelli/Moto Guzi 254.

Foto: Bitenca

Foto: Bitenca

Tenho uma hunter 90 2007. levei minha moto dentro de uma camioneta amarrada mas no pezinho dela retirei ela do veiculo e fiz pegar mas jorrava gasolina pelo caninho q sai do carburador. Pelo q eu sei é normal ela sair 1 ou 2 gotas de gasolina por este cano mas nao sair muita. pode ser por causa q eu deixei a chave q fecha o tanque aberta?ou por causa do balanço enquanto ela esteve dentro do veiculo?
R: Rafael, normal não é, mas acontece principalmente com gasolina suja. Uma partícula de sujeira se prende na válvula da bóia do carburador que fica vazando. Dar algumas batidinhas com o cabo de uma chave de fenda, por exemplo na cuba do carburador em geral libera a partícula e o vazamento para. Um filtro de gasolina na mangueira de gasolina é a melhor prevenção para o problema.

Troquei o guidão original de minha Shadow 600 1998 por um guidão americano, que dá um visual mais bonito à moto, mas percebo que, apesar de todos os cuidados do mecânico em preparar o encaixe dos raiser igual ao original, a partir de 110 km/h começa a vibrar, aumentando conforme a velocidade. Numa viagem de 100 Km cheguei ao destino com os braços torpes, semi anestesiados, mantendo entre 120 e 130 Km/h. Vocês tem alguma sugestão de como melhorar, ou não tem jeito e o melhor é retornar o guidão original? Renato 48 São José do Rio Preto SP
R: Renato, pode ser que haja uma forma de resolver esse problema com esse guidon, mas de longe a melhor forma seria voltar ao original.

Os testes apresentados referem-se a 2006, especificamente com a Boulevard M 800 da Suzuki,de lá para cá nada mudou? Grato. José 68 Porto Alegre RS
R: José, a moto é basicamente a mesma, mudaram as cores. A azul está muito
bonita e a preta continua.

Olá Bitenca. Como posso descobrir a hora de medir a espessura dos discos e placas de embreagem de minha moto? Existe um tempo padrão para isso, ou não? E quanto a corrente de comando?? Como saber se está ou não tensionada de maneira correta?? Vida Longa ao MOTONLINE. Ps: um Motonline Meeting Centro-oeste seria de muito bom grado… Abraços e felicidades e muitos Km a todos!!! Rafael 22 Goiânia – Goiás
R: Rafael, varia muito, depende do uso da moto. Se a embreagem desliza está na hora de medir / trocar os discos, não existe um momento certo para isso. Também com a corrente de comando você não mexe se está tudo bem. As batidas características da corrente folgada são inconfundíveis. Essa é a hora de trocá-la e verificar os tensionadores. Anotada a sujestão para o encontro. Vamos em frente virado para o oeste, obrigado Rafael pelo convite.

Prezados srs:estou precisando urgente das arruelas onduladas que serve de calço lateral dos balancins da moto honda xlx 250 ano 84/onde posso compra-las/se puderem me informar/desde ja´muito grato/ Luiz 55 São Jose dos Campos S.P
R: Luiz, procure na revenda Honda de sua cidade, se eles não tiverem em estoque faça a encomenda para a fábrica através deles. Pode demorar um pouco mas sempre atendem, boa sorte.

Por favor,se possível eu gostaria de receber o esquema elétrico da ybr 125k,pois estou com problemas e necessito corrigilos,ja levei minha moto nos mec. e cada um deles fala uma coisa diferente,o pior é q não resolvem.desde já agradeço a atênção obrigado Rodrigo 30
São Paulo /SP.
R: Rodrigo, esse material você pode encontrar no manual de serviço da marca que pode ser encontrado na Internet. Faça uma busca com a marca e modelo do manual que necessita que encontrarás diversos sites que oferecem manuais de motos.
Abraços.

Olá Pessoal, possuo uma XT 600 E e gostaria de saber se há a possibilidade de me mandarem a ficha com as especificações técnicas, se possível alguns cuidados especiais como: alguma falha de engenharia pois não consigo o manual desta moto, nem pela autorizada. Eu não conhecia este site, achei muito instrutivo, parabéns a todos e obrigado.
R: Carlos, se você está procurando as especificações técnicas dos manuais essas são publicadas pela fábrica apenas para as oficinas autorizadas e eles restringem essa publicação apenas a eles. Porém como na internet a informação é universalizada pode ser que você encontre em algum site de download específico. Pesquise nos foruns também, algum colega motonliner pode ter e te fornecer a informação que necessitas. Abraços.