A GPR 250 foi implantada em 2013

Moto 1000 GP: Cascavel (PR) terá rodada dupla da GPR 250

O GP Cascavel, quarta etapa da temporada de 2014 do Moto 1000 GP, terá duas provas da categoria-escola GPR 250. A inédita rodada dupla da série de formação no evento do dia 31 de agosto no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel (PR), foi definida pela organização do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade para que seja reposta, no calendário, a corrida do GP Brasília, cancelada no dia 27 de julho por falta de condições de segurança.

A GPR 250 foi implantada em 2013

A GPR 250 foi implantada em 2013

A GPR 250 teria a última das quatro provas do GP Brasília mas a chuva no transcorrer da programação levou ao cancelamento. “A GPR 250 é a única categoria que não usa pneus próprios para chuva, porque os pneus utilizados são recomendados tanto para piso seco quanto para molhado, mas num asfalto muito desgastado, como é o caso de Brasília, onde o grip é muito prejudicado com chuva, achamos prudente cancelar a corrida”, explicou Gilson Scudeler, diretor do Moto 1000 GP.

A necessidade de cumprimento de um calendário com oito etapas levou à inclusão de uma corrida extra na etapa de Cascavel, a quarta do calendário. “Analisamos todos os fatores que a situação envolve e decidimos que a melhor solução, diante do contratempo em Brasília, seria repor a corrida que foi cancelada já na próxima etapa. As duas corridas vão acontecer no domingo, uma pela manhã e outra à tarde”, acrescentou Scudeler.

A rodada dupla em Cascavel será decisiva na disputa pela vaga que o Moto 1000 GP coloca em jogo para o Red Bull MotoGP Rookies Cup. A vaga em uma das etapas da seletiva europeia do programa de desenvolvimento de pilotos da empresa austríaca será do piloto que somar maior número de pontos entre a segunda e a quinta etapa do Moto 1000 GP – as provas em Cascavel serão a terceira e a quarta etapa. O piloto classificado será conhecido na quinta etapa, marcada para 28 de setembro em Santa Cruz do Sul (RS).

A temporada da GPR 250 começou em Santa Cruz do Sul (RS), no dia 4 de maio, com vitória do paulista Meikon Kawakami, da Playstation-PRT. Os gaúchos Giovandro Tonini (Santin Racing) e Gabriel Mattes (Bibica Racing) foram segundo e terceiro. Lucas Torres, da Estrella Galicia 0,0 by Alex Barros, sexto na primeira etapa, venceu a segunda, no dia 15 de junho em Interlagos (SP). Kawakami ficou em segundo, com Tonini em terceiro.

Classificação da GPR no campeonato:
1º) Meikon Kawakami (SP/Honda), Playstaton-PRT, 47
2º) Giovandro Tonini (RS/Honda), Santin Racing, 37
3º) Lucas Torres (SP/Honda), Estrella Galicia 0,0 by Alex Barros, 36
4º) Gabriel Mattes (RS/Honda), Bibica Racing Team, 16
4º) Djonatas Rosa (RS/Honda), Carlos Barcelos, 16
4º) Nic Nottingham (SP/Kawasaki), Team De Grandi, 16
7º) José Duarte (CE/Honda), Estrella Galicia 0,0 by Alex Barros, 13
8º) Fernando Santos (SP/Kawasaki), Artech, 13
9º) Ton Kawakami (SP/Honda), Playstation-PRT, 11
10º) Márcio Miranda (PR/Honda), Tintorial Racing, 10