Foto: CVT www.ecorider.com

O que é CVT e controle de tração, Canivete suiço, Aditivos, Burgman trepida

Foto: CVT www.ecorider.com

Foto: CVT www.ecorider.com

Olá. Gostaria de saber como funcionam as embreagens do tipo deslizantes e centrifugas, e quais suas principais vantagens e desvantagens. Obrigado. Bruno Ramos(22), Santos, SP
R: Bruno, o sistema de transmissão CVT é bastante simples e se traduz em duas polias e uma correia em V que se altera na posição relativa ao raio das polias, por meio de um mecanismo centrífugo que alarga ou estreita o V do vão por onde passa a correia. De forma que o motor mantém uma rotação quase constante e a roda vai aumentando de velocidade e diminuindo o torque progressivamente. Nos primeiros instantes, antes de arrancar esse sistema se serve também de uma embreagem centrífuga, que por meio de pesinhos que viram junto com o motor vai acoplando o eixo do motor à polia tracionadora e assim para a transmissão conforme a velocidade aumenta. Na embreagem deslizante, (o nome é meio redundante já que toda embreagem é deslizante….) O que acontece é que nas motos modernas os motores são de massa rotativa bem leve, isso quer dizer que para acelerar e desacelerar a inércia é baixa por causa da pouca massa dos componentes móveis. Isso é bom para as acelerações mas é ruim para as desacelerações. Imagine o que acontece quando ao tirar a mão do acelerador a roda traseira derrape simplesmente porque o motor freia mais do que a tração da roda permite, eventualmente causando um tombo. Por isso inventaram a tal embreagem “deslizante” que nada mais é do que uma forma de controlar o acoplamento do motor à roda traseira nas desacelerações para evitar derrapagens. O mais comum é o método mecânico que quase faz o efeito de uma catraca, permitindo o movimento mais leve para um lado e menos para o outro, mas vão se complicando nas máquinas mais exóticas, até o controle inteligente feito por uma CPU para controlar a tração tanto nas acelerações quanto nas desacelerações.

Por favor, gostaria de mais informações=teste da BMW R 1150 GS ano 2003…Estou pensando=querendo uma moto dessas… Quais cuidados=observações devo fazer na hora da compra? Qual vossa opinião a respeito desta? aguardo e agradeço.. Roberval(47), Londrina, PR
R: Roberval, Chamam essa moto de canivete suíço, pela versatilidade que ela oferece. Excelente motocicleta para qualquer tipo de uso (Esporte Aventura). O modelo foi lançado em 1980 e em 2000 recebeu várias inovações que permaneceram até esse modelo que procuras, tem um banco um pouco alto para os mais baixinhos, pode vir com ABS e conta com injeção eletrônica Bosh, 85Hp e 10Kg-m de torque, no motor de 1130cm3. Sua suspensão dianteira recebe o nome de Telelever, virtualmente elimina o efeito de mergulho ao acionar-se o freio. A transmissão Paralever foi desenvolvida para reduzir os impactos provocados pelas folgas inerentes às transmissões por eixo cardan. Procure, para uma boa compra uma moto de baixa quilometragem e verifique o estado dos
pneus, pastilhas de freios, borrachas etc. boa sorte

Ola, gostaria de fazer uma pergunta, tenho uma hornet e so abasteço com gasolina podium, e queria saber se faz alguma diferença colocar algum aditivo ou não junto com a gasolina? obrigado. andrenunes de menezes(27), vitória, es
R:André, esse combustível é ótimo. Tecnicamente não há necessidade alguma de adicionar nada, a não ser que tenha algum objetivo em mente, os aditivos podem ser para limpeza ou lubrificação, estabilizantes para evitar depósitos indesejados quando a moto fica muito tempo parada e ainda para aumento da octanagem da gasolina. No seu caso, pode ficar tranqüilo, até um ano essa gasolina pode ficar sem provocar depósitos no sistema, tem a octanagem necessária para seu motor e não requer nenhum outro tipo de aditivo para melhorar a lubrificação.

Boa tarde. Tenho uma Suzuki Burgman 125 e estou com um probleminha. Quando saio em uma subida logo na arrancada a moto trepida um pouco. Isto acontece somente quanbdo saio em velocidade lenta, depois a moto desenvolve normalmente. Não acredito que seja por causa do combustível já que utilizo a PODIUM da petrobras.  A moto está com 4000 Km apenas.  Obrigado pela atenção. Sergio Lima (30), São Paulo, SP
R:Caro Sérgio, A sua scooter tem o sistema de transmissão CVT. Ela funciona por meio de duas polias e uma correia que se altera na posição relativa ao raio das polias, por meio de um mecanismo centrífugo. De forma que o motor mantém uma rotação quase constante e a roda vai aumentando de velocidade e diminuindo o torque progressivamente. Nos primeiros instantes, antes de arrancar esse
sistema se serve também de uma embreagem centrífuga, que vai acoplando o motor à transmissão conforme a velocidade aumenta. Esse momento de transição é que é crítico, mesmo nas embreagens convencionais a vibração ocorre nessa hora. Não se trata propriamente de um defeito, guardadas as devidas proporções, também não pode a moto dar pinotes ou agarrar de vez, com pouca suavidade. Mande verificar numa revenda, mas não se atenha demais ao problema, um pouco de vibração é normal. Procure na pilotagem evitar esse momento crítico passando rapidamente por ele, acelerando mais rápido ou mais lentamente para que o acoplamento se faça sem demora. Isso poupa o sistema e evita a vibração.
Mensagem: Muito obrigado mesmo pela ajuda Bitenca, foi de grande utilidade para mim.
Agradeço sua atenção!Abraço. Sergio Lima…
R: De nada Sérgio, disponha pois muito nos honra a sua visita ao site.