Rômulo Bottrel, piloto Equipe P3 Racing

P3 Racing abre mão do título no tapetão em prol do enduro no Brasil

Desde o último final de semana, durante a etapa do Campeonato Brasileiro de Enduro realizada no Rio Grande do Sul, quando foi constatado que os dois pilotos estrangeiros que lideram o campeonato correram com a documentação irregular, a Equipe P3 Racing passou a semana pensando se iria ou não impetrar um recurso junto ao Tribunal de Justiça Desportiva em Brasília e decidiu não fazê-lo para não abalar o bom momento que o esporte vive hoje no Brasil.

Rômulo Bottrel, piloto Equipe P3 Racing

Rômulo Bottrel, piloto da Equipe P3 Racing

“A superioridade dos estrangeiros dentro da pista é indiscutível. São mais rápidos e mereceram as vitórias, mas correram com visto de turismo, o que é ilegal, segundo as leis brasileiras”, disse Fred Pessoa, chefe da equipe. Segundo a Lei Pelé, que rege o esporte brasileiro e os campeonatos oficiais, é obrigatório o visto de trabalho e mais uma série de exigências que não foram cumpridas.

Caso impetrasse o recurso, Rômulo Bottrel, atual Campeão Brasileiro e melhor brazuca nos campeonatos oficiais já seria Bi-Campeão, tanto no campeonato Brasileiro quanto na Copa EFX, que terá sua etapa final neste domingo, em Córrego do Bom Jesus, no sul de Minas Gerais. “O Enduro nunca teve uma fase tão boa no Brasil como essa. Entendemos que o litígio irá desgastar os relacionamentos e desconstruir o que já foi feito, por isso essa é a nossa decisão”, disse Pessoa.

A P3 Racing irá aguardar a reunião que acontecerá com todas as equipes após a última etapa do Campeonato Brasileiro, que será realizada em Patrocínio (MG), nos dias 22 e 23 de novembro. Lá a equipe irá exigir uma nova conduta da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM) perante a situação dos pilotos estrangeiros para o campeonato de 2015.

A P3 Racing é uma equipe multimarcas de Minas Gerais que fomenta a prática off Road no estado e no Brasil. Possui três pilotos oficiais e quatro satélites. Conta com motocicletas Beta, HM e KTM. Possui o patrocínio da Kini Red Bull e Airoh. Tem o apoio da Gaerne botas, Circuit, Scott, Motul lubrificantes, Sig Visual, EVS e Orange BH.