Foto: Femur fraturado no raio x

Pelo direito do como morrer …

Foto: Femur fraturado no raio x

Foto: Femur fraturado no raio x

Cada escolha, uma renuncia, já diz o velho ditado !

O cosmonauta russo Yuri Gagarin foi o primeiro homem a fazer um vôo espacial de apenas 108 minutos, em 12 de abril de 1961. Na época quase tudo era desconhecido, mas já tinham dados suficientes para se saber que sem uma vestimenta adequada ele não sobreviveria; e neste vôo ainda se soube que se pecou pelo excesso, haja visto que ele usava um pára-quedas, que é totalmente ineficiente para ambientes sem a presença do ar !

O acidente do navio TITANIC teria um final diferente se seus construtores fossem mais humildes e tivessem disponibilizado no projeto o numero correto de barcos salva-vidas.

O mergulho de escafandro só era possível para o mergulhador que usasse essa vestimenta impermeável, hermética, provida de um aparelho respiratório, e própria para mergulhos demorados; caso contrario morreria.

Evil Knievel foi um dos maiores exemplos que mesmo bem equipado, a situação e o risco podem ser (e são) mais fortes … alcançou o recorde de 433 fraturas em seus ossos !

Cada escolha, uma renuncia diz o velho ditado … mas nem sempre a escolha é feita por quem deveria de direito.

Pelo direito do como morrer ...O MOTONLINE tem vestido a camisa e levantado a bandeira da segurança para o motociclista já tem algum tempo, e temos que alem de verdadeiro, esse valor deve ser resgatado diariamente.

Viemos aqui publicamente dizer que você motociclista, pode renunciar a sua vida da forma que você escolher … nós do Motonline estamos escolhendo a vida, e renunciamos toda e qualquer forma de condução de uma motocicleta de forma irresponsável, e sem um mínimo de comprometimento com a segurança !

Tenha em mente que alguém lhe espera, que você faz a diferença na vida de alguém, que sua ausência só trará tristeza e sofrimento. Faça a escolha certa, não renuncie a quem te ama.

Os equipamentos de segurança existem em profusão de marcas e preços, mas não acredite simplesmente que você tenha que obrigatoriamente ser uma vitrine das melhores marcas, ou ainda das mais caras. Procure dentro de seu orçamento um capacete confiável, um par de luvas resistente, um par de calçados que proteja as articulações e seus ossos, uma calça grossa com um mínimo de resistência a uma queda … e mesmo que pareça impossível, não se esqueça que você tem que se sentir e estar confortável !

Todas as cores combinam com a sua motocicleta e você … a única cor que não combina é o vermelho de seu sangue no asfalto …

Velocidade, bebidas ou drogas, e excesso de confiança ainda são os maiores fatores para acidentes fatais. Essa é uma verdade real, mesmo que passemos uma vida negando isso a nós mesmos.

Dirija na defensiva, mas de modo consciente; procure antecipar o que os que te cercam podem produzir; LEIA o piso diante de teus olhos; respeite as placas e a legislação; não acredite apenas no que se está certo, tenha também em mente que uma lesão acaba com a discussão de suas razões … afinal quem irá amargar num leito é você e não seus direitos.

Se tivermos a benção da ampla proteção divina, poderemos sobreviver a tudo isso, porem temos ainda que pensarmos que alem de mortais, ainda somos seres que envelhecem, e as pequenas lesões de hoje, podem contribuir para uma velhice desconfortável e cheia de seqüelas.

Se essa nossa luta culminar com a ajuda na sobrevivência de apenas um motociclista que seja, teremos como válido todos esses anos de nossa existência!

A maior experiência de um motociclista, ele só alcança quando morre de velhice.