Foto: Pipo Castro briga pelo t¡tulo Catarinense

Pilotos Pro Tork querem vitória no Catarinense

Foto: Pipo Castro briga pelo t¡tulo Catarinense

Foto: Pipo Castro briga pelo t¡tulo Catarinense

Kurtt Rocha e Pipo Castro encaram o desafio da terceira etapa do Campeonato Catarinese de Motocross, que acontece neste final de semana, em Rio Fortuna

SÆo Paulo (SP) – Neste final semana, a equipe Pro Tork estar  bem representada na terceira etapa do Campeonato Catarinense de Motocross 2006. Kurtt Rocha, na MX2 e For‡a Livre, e Pipo Castro, na For‡a Livre, confimaram presen‡a e seguem na luta pelo t¡tulo da competi‡Æo. Os pilotos esperam repetir os resultados alcan‡ados na £ltima etapa, realizada em SÆo Jos‚ (SC).

“Tive um bom desempenho na etapa passada e vou seguir disputando o Catarinense at‚ o final para brigar pelo t¡tulo, principalmente na MX2″, disse Kurtt, que nÆo participou da etapa de abertura da competi‡Æo. “Optei pelo Catarinense por ser uma competi‡Æo muito forte e competitiva, o que ser  um teste importante na minha prepara‡Æo para a seqˆncia do Campeonato Brasileiro”, emendou o piloto paranaense de 18 anos. Desde o in¡cio de 2006, ele faz parte do time oficial da Pro Tork.

Christopher Castro, o Pipo, tamb‚m quer fazer bonito em mais esta etapa do Campeonato Catarinense de Motocross. O piloto, que conta com patroc¡nio da Pro Tork, disputa ponto a ponto com JoÆo Paulino, o Marronzinho, a lideran‡a da competi‡Æo. “Fiquei em segundo nas duas primeiras provas e agora quero a vit¢ria para seguir na briga”, disse o atual campeÆo catarinense de MX2 e For‡a Livre. “Passei esta semana treinando muito, aprimorando as partes f¡sica e t‚cnica e estou preparado”, completou.

A briga nas pistas entre Pipo e Morronzinho nÆo ‚ nova. Desde o ano passado, os dois pilotos se revezam na lideran‡a e nos t¡tulos de Santa Catarina. “Em 2005 brigamos prova a prova, ponto a ponto e acabei levando a melhor”, lembrou Pipo. “Este ano quero repetir o t¡tulo. O campeonato ‚ bem longo, com 10 etapas, e o importante ‚ manter a regularidade”, finalizou o piloto catarinense de 18 anos.