Foto: André testando uma FZ6

Que moto comprar? Alteraçãos de características, Consórcio, Vergonha do Brasil

Foto: André testando uma FZ6

Foto: André testando uma FZ6

Dentre as motos custom 250cc para quem esta começando e não conhece nada, qual é a melhor? Luciano Scaff (42), Goiânia – GO

R: Luciano é difícil lhe indicar um produto, ainda mais, porque nesse estilo na faixa de 250cc só há motocicletas chinesas, algumas “transvestidas” de nacionais e uma marca coreana, ou seja, nenhuma japonesa, que detém maior confiabilidade. O estilo custom as motocicletas tendem a ter o banco mais baixo, mas se você tem a partir de 1,60m de altura, uma street de 250cc é uma bela escolha para iniciar no mundo das duas rodas. Lembrando: antes de adquirir a motocicleta, invista em bons equipamentos de segurança: capacete, jaqueta, luvas, bota ou botina.

Em vários fóruns os leitores falam sobre modificar suas motocicletas, em geral Yamaha XT 600/660R, Honda Falcon/Tornado/Bros, para o estilo “Motard”, contudo, a Resolução Contran 262/2007, Anexo II, estabelece que não pode ser alterado o diâmetro externo do conjunto roda/pneu. No caso das Motard, há visível alteração na roda dianteira. Diante dessa breve e superficial análise, essas motos parecem estar irregulares. Sugeriria uma matéria tratando do assunto ou retomando-o. Alessandro Silva (32) Águas Claras – DF

R: Alessandro já tratei deste tema aqui na carta dos leitores, sobre as medidas administrativas para alteração da motocicleta. Dê uma olha em pesquisa Google – Motonline. Quanto a matéria está anotado.

Gostaria de esclarecer uma duvida ,meu marido fez o consorcio,a algum tempo, chegou uma carta dizendo que encerou o grupo e ele tem direito a um valor x. obrigada. valeria lazara pena (33)Morrinhos – GO

R: Está correto e você poderia ter mencionado qual é o consórcio, pois isso aumenta a credibilidade da marca. O consórcio nada mais é do que a formação de um grupo de pessoas com o mesmo objetivo na aquisição de um determinado bem. Ao final do plano, quando todos já foram contemplados, os valores pagos à título de Fundo de Reserva, havendo disponibilidade deve ser devolvido aos consorciados. Fundo de Reserva existe para cobrir eventualidades como inadimplência ou desistência, se o recurso não for usado, será devolvido ao final do plano.

Amigos Motonline moro no Japao tenho moto e tenho pena,tristeza e Vergonha saber que uma lei que existe aki entre outra como limite de velocidade e potencia,acesso permitido ou não, impostos, revisoes obrigatoria ,etc conforme a cilindrada e todos respeitam ,acidentes sim existem aki mas sao poucos comparados ao Brasil. Que pela visão de outros países e um pais pobre com indios e macacos no TRANSITO e no GOVERNO. Ate quando vamos mudar essa triste nota.EDUCACAO NO TRANSITO e no povo. Saudades do meu Brasil. Carlos (38)Japão.

R: Carlos o Japão está anos luz a frente do Brasil, no quesito “Educação”. Quem sabe, no dia que nossos políticos gastarem menos com passagens de avião, custar menos ao erário, já que entre salários, verbas e outros benefícios, cada parlamentar federal custa R$ 130.000,00 (cento e trinta mil reais) por mês. Já pensou se nossos professores ganhassem 10% dessa fortuna mensal?

abraço a todos e não esqueçam: pilote equipado e defensivamente.