Foto: O iatista Robert Scheidt

Robert Scheidt: “Foi a emoção mais forte que eu senti em olimpíadas”

Foto: O iatista Robert Scheidt

Foto: O iatista Robert Scheidt

Atleta brasileiro patrocinado pela Brasil Telecom foi o porta-bandeira do Brasil na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos

O iatista Robert Scheidt, patrocinado pela Brasil Telecom, afirmou após o desfile da delegação brasileira no “Ninho do Pássaro”, o estádio olímpico em Beijing, no qual o atleta foi o porta-bandeira do Brasil, que sentiu uma forte emoção: “Foi a emoção mais forte que eu senti em Olimpíadas. É realmente indescritível empunhar a bandeira nacional dentro do estádio para todo mundo ver. Estou muito feliz e orgulhoso em representar meu país”, comentou Scheidt.

Robert Scheidt é único atleta brasileiro com possibilidade de conquistar o tricampeonato olímpico, já que ele foi ouro em Atlanta (96) e Atenas (2004) e prata em Sidney (2000) na classe Laser. Junto com o seu parceiro Bruno Prada, Scheidt tentará desta vez conquistar a medalha na classe Star.

As competições da classe Star, que reunirão representantes de 16 países, serão disputadas a partir do dia 15, com duas regatas por dia até o dia 20, com exceção do dia 18, que é reserva. As dez duplas mais bem colocadas nas dez regatas disputarão a Medal Race no dia 21. A vela é o esporte nacional com o maior número de medalhas olímpicas conquistadas em toda a história, com 14 pódios, sendo seis de ouro, duas de prata e seis de bronze.