Número de mortes decorrentes de acidentes de trânsito na Dutra cai de 520 em 1996 para 195 em 2012

Via Dutra tem o menor índice de vítimas fatais em 17 anos

Em 2012, a Via Dutra apresentou o menor índice de vítimas fatais desde 1996, ano em que a CCR NovaDutra assumiu a administração da rodovia. Neste período, as mortes na rodovia foram reduzidas de 520 ocorrências, registradas em 1996, para 195, registradas em 2012, o que significa queda na ordem de 62%. Os números mostram a série de medidas tomadas desde o início da Concessão para a diminuição dos acidentes graves e, em consequência, das vítimas fatais na Dutra.

Número de mortes decorrentes de acidentes de trânsito na Dutra cai de 520 em 1996 para 195 em 2012

Número de mortes decorrentes de acidentes de trânsito na Dutra cai de 520 em 1996 para 195 em 2012

A redução no número de vítimas fatais confirma o acerto da política de investimentos da empresa e a instalação de radares ao longo da Via Dutra. Obras de segurança aliadas a melhorias permanentes de pavimento e sinalização, ampliação da capacidade de tráfego da rodovia, campanhas de segurança para condutores e pedestres, e a instalação de controle de velocidade foram fundamentais para combater a violência dos acidentes. Hoje, são 58 pontos de controle de velocidade instalados ao longo da rodovia.

A implantação de radares fixos, iniciada em 2009, teve como origem um estudo técnico e aprovado pela ANTT, atendendo à legislação vigente. A operação do sistema de controle de velocidade complementa o trabalho realizado pela Polícia Rodoviária Federal de fiscalização com radares móveis.

Mesmo tendo havido esta redução no número de vítimas fatais, a Concessionária não está satisfeita, e trabalha para diminuir ainda mais a quantidade de mortes na Via Dutra somando a campanha Zero Álcool. Os números dos primeiros meses de 2013 acompanham ao mesmo período de 2012, e a Concessionária espera chegar ao fim do ano com números ainda menores que os do ano passado.