Yamaha cresce, mas Honda é líder

A Yamaha, instalada na Zona Franca de Manaus, registrou um incremento de 51,5% nas vendas do mercado interno, no acumulado de janeiro a mar‡o, em rela‡Æo a igual per¡odo do ano passado.

No trimestre, a f brica comercializou no mercado nacional 29,73 mil unidades, enquanto que em 2002, foram 19,63 mil motocicletas, aumentando a participa‡Æo no mercado em 2,7 pontos porcentuais.

A Moto Honda teve uma redu‡Æo de 2,2% na participa‡Æo nacional do mercado, mas cresceu as vendas em 18,1%, comparado ao primeiro trimestre do ano passado, quando movimentou o mercado com 161,45 mil motocicletas contra as 190,69 mil at‚ mar‡o deste ano. A fabricante Sundown tamb‚m cresceu no trimestre, com 24,5%. No ano passado, a fabricante vendeu para o mercado dom‚stico 482 unidades, enquanto neste trimestre foram 600 motocicletas. J  a Kasinski nÆo teve desempenho positivo, fechando em queda de 20,7%, em rela‡Æo a igual per¡odo do ano passado. No total, as f bricas atingiram um incremento de 21,2% no mercado interno, de janeiro a mar‡o.

Em rela‡Æo …s exporta‡äes, a Honda aumentou em 145,2% os neg¢cios para o exterior. Dessa forma, a participa‡Æo nas exporta‡äes de motocicletas pela empresa passou de 87,4% para 95%, no comparativo do trimestre de 2002 com o deste ano, segundo dados da Abraciclo- Associa‡Æo Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas e Bicicletas. Foram exportadas 15,87 mil motocicletas at‚ mar‡o deste ano contra 6,47 mil, no mesmo per¡odo do ano passado.

A previsÆo da Abraciclo ‚ de que as fabricantes produzam at‚ o final do ano 1,08 milhÆo de motocicletas, sejam colocados 990 mil ve¡culos no mercado interno e 90 mil no exterior. No ano passado foram produzidas 861,46 mil unidades e exportadas 68 mil motocicletas. Os mercados mexicano e norte-americano sÆo potenciais para as exporta‡äes das motos.