Foto: Acreditem ... tem piloto a¡ dentro !

1.000 kilometros por litro – o desafio da maratona da eficiência 2007

Foto: Acreditem ... tem piloto a¡ dentro !

Foto: Acreditem ... tem piloto a¡ dentro !

A busca por autom¢veis mais econ“micos e nÆo poluentes est  na ordem do dia. NÆo poderia ser diferente. A frota global responde por grande parte da polui‡Æo, principalmente as emissäes de CO2.

O Brasil se torna, cada vez mais, uma referˆncia mundial no tema, gra‡as … pesquisa de motores de alta eficiˆncia e biocombust¡veis.

Nosso pa¡s possui at‚ prot¢tipos capazes de fazer mais de 500 km/l. A marca foi alcan‡ada pela Universidade Federal de Minas Gerais na £ltima Maratona da Eficiˆncia Energ‚tica.

O evento, criado em 2004 pela Projeto de Comunica‡Æo, colocou o Brasil entre os quatro pa¡ses que organizam grandes competi‡äes estudantis voltadas … pesquisa da eficiˆncia energ‚tica automotiva.

Atualmente, a Maratona da Eficiˆncia Energ‚tica ‚ o segundo maior evento do gˆnero no mundo.  superado apenas pela tradicional competi‡Æo francesa, realizada desde 1985.

Maior e Melhor em 2007 – A prova entra na quarta edi‡Æo com um recorde de inscritos. EstÆo confirmadas 25 equipes, com 13 carros a gasolina e 12 el‚tricos. ParticiparÆo universidades de SÆo Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. A edi‡Æo anterior teve 22 competidores.

A Maratona da Eficiˆncia Energ‚tica tamb‚m ser  realizada, pela primeira vez, na cidade de SÆo Paulo. A disputa acontecer  no kart¢dromo de Interlagos entre os dias 1 e 3 de novembro.

Com patroc¡nio da Petrobras, Fiat, Michelin e NSK Rolamentos, a competi‡Æo premiar  as trˆs universidades que alcan‡arem o menor consumo energ‚tico (em cada categoria) com ve¡culos e motores.

“Pelo hist¢rico de evolu‡Æo das universidades, nossa expectativa ‚ registrar marcas acima de 1.000 km com um litro de gasolina e 200 km/Wh com os carros el‚tricos em 2007. Mas, o mais importante, ‚ saber que os alunos que estÆo criando essa tecnologia estarÆo, em breve, projetando ve¡culos mais eficientes para o Brasil e o mundo” destaca Alberto Andriolo, Diretor da Projeto de Comunica‡Æo.