3ª etapa do Goiano de Motocross agitou Palmeiras

O Campeonato Goiano de Motocross 2011 teve sequencia na terceira etapa que foi realizada na cidade de Palmeiras de Goiás localizada a 80 km de Goiânia no sudoeste do estado nos dias 17 e 18 de setembro e que não ficou devendo em emoção e disputas a nenhuma das duas primeiras etapas, um publico numeroso ocupou as arquibancadas e camarotes e também a área em volta do circuito de 1200 metros, que junto com os pilotos sofreu debaixo de um calor escaldante e baixa umidade reinante nesta época do ano.

A pista foi construída em ampla área na saída para Paraúna e que teve colocada areia em seu circuito para evitar seu endurecimento e manutenção da umidade, pilotos locais e a população foram os responsáveis pelos apelos à prefeitura para que voltasse a realização de uma prova do Campeonato e foram prontamente atendidos pelo prefeito Alberane de Souza Marques e também os secretários municipais, também por iniciativa destas pessoas que os pilotos e suas equipes foram brindados por um café da manhã, que já está virando tradição no Campeonato Goiano.

No sábado foram realizadas as baterias da MX4 e 65cc, onde na MX4 o vencedor foi João Batista Barbosa Filho, seguido de Edson Veloso Cury, Jonatas Rodrigues Caixeta, Luiz Fernando Nunes de Oliveira e Juliano Jackson Mendes Pires.

As 65cc vieram com 18 inscritos, com vitória de Matheus Klysman de Oliveira, seguido de Vinicius Raposo de Oliveira Ribeiro, Marcus Henrique Dias Lera, Joao Antônio Marcelino Lino e Wesley Alves do Nascimento

A primeira categoria a largar após o ótimo café da manhã e a benção, ambos habituais do Campeonato, a abertura da etapa no domingo foi com a MX2 com 20 inscritos e quem venceu foi Deni Marques de Abreu Filho, seguido de, Wolney Ferreira de Lima, Marcos Guilherme de Lima, Kurt Rudolf Feichtenberger, Luiz Henrique Nunes de Oliveira, Cesar Xavier da Silva, Risaldo Caetano do Carmo, Luiz Eduardo Pinto de Melo e Lucas Ricardo Rezende.

A Nacional B com 21 inscritos e após muitas disputas teve a vitória de Alexandre de Melo Rossi, seguido de Alexandre Estevem Dantas, Marcio Henrique Mesquita, Weber Moreira Alves e Leokadio dos Reis.

As 85cc com 22 inscritos largaram para vitória de Gustavo Alves Santos Borges, do rápido Kioman de Jesus Navarro Muñoz, Lucas Fernando Bottcher Frazão e Yan Jose Hilário Machado.

A Nacional 230 Pró largou em seguida, onde a vitória foi de Deni Marques de Abreu Filho, seguido de Wolney Ferreira de Lima, Kurt Rudolf Feichtenberger, Luiz Henrique Nunes de Oliveira e Lucas Ricardo Rezende.

A MX3 onde largaram 30 pilotos para a vitória de Marcelo dos Santos Barella, em segundo chegou Weiner das Neves Assis, João Batista Barbosa Filho, Eli Américo de Paula e Jonatas Rodrigues Caixeta.

A Intermediaria veio com 24 pilotos inscritos, que apontaram Lucas Fernando Bottcher Frazão como vencedor, em segundo veio Cesar Xavier da Silva, Luiz Eduardo Pinto de Melo, Lucas Everson Azambuja e Carlos Eduardo Alves de Queiroz.

A Mini 50cc teve a vitória de Marcelo Leodorico Fernandes, com Kevin William Ikeda Ramos em segundo, João Paulo Pereira Alves em terceiro, Guilherme Ferreira de Amorim em quarto e Luiz Felipe Vale da Rocha em quinto.

A Estreantes que largou com os 30 mais rápidos após as classificatórias teve como vencedor Lucas Lopes de Andrade, seguido de Ruan Benevides, Sebastião Rodovalho Rezende, Lucas Filipe Sampaio de Oliveira e João Pedro Rezende Souza.

E fechando a programação, a MXFL (Força Livre) com motos MX1 e MX2, após intensas disputas pela vitória que ficou com Deni Marques de Abreu Filho vencendo novamente, ficando as demais posições para Wolney Ferreira de Lima, Lucas Fernando Bottcher Frazão, Marcos Guilherme de Lima, Cesar Xavier da Silva, Gustavo Alves Santos Borges, Kurt Rudolf Feichtenberger, Lucas Everson Azambuja, Risaldo Caetano do Carmo e Carlos Eduardo Oliveira Martins, dentre os 19 pilotos que largaram para esta bateria.

A prova com realização da Prefeitura Municipal teve supervisão da Federação de Motociclismo de Goiás e organização do Moto Clube GP e também o apoio de Ipiranga Lubrificantes, J.Ferro Lubrificantes, Motobel-Honda, Vulcano Energy Drink, IMS, Vidraçaria Morais, Rapozão Racing, Moto Livre e Cleidmar Racing.

A falta de chuvas a mais de três meses, o forte calor de mais de 30 graus e a baixa umidade foram obstáculos que deram bastante trabalho aos pilotos e publico espectador, assim como aos organizadores que tiveram que molhar a pista durante toda a semana para combaterem a poeira na pista, mas o trabalho foi compensado com uma bela pista e também uma boa prova.

Todas as categorias tiveram premiação pecuniar até o quinto colocado em nove categorias e até o décimo na MX2 e MXFL, alem de troféus até o décimo colocado em todas as dez categorias.

A cronometragem, a exemplo de todas as etapas anteriores foi através de transponders, com entrega da premiação imediatamente ao final de cada bateria.

A próxima etapa será em Edéia dias 08 e 09/10.
Os resultados completos da etapa podem ser acessados no http://www.fmg.esp.br/index.php?id=23